publicidade

Nestor pede paciência com jovens do São Paulo

Em entrevista ao Zona Mista do Hernan, no canal do UOL Esporte no YouTube, o jogador do São Paulo avaliou que muitos bons jogadores tiveram de deixar o clube por conta da pressão de torcedores.

"A torcida, às vezes, tinha esse ódio por não ser campeão e colocava tudo como culpa nossa, de quem tinha subido na base. Em outros times no Brasil não era assim. Muitas vezes injustamente, o Gabriel Sara, o Igor Gomes, o Diego [Costa] e eu sofremos com as críticas. Acho que agora mudou um pouco. Com os títulos, ficou mais tranquilo", analisou.

"Acho que o torcedor vai ter um pouco mais de paciência agora. Eu consegui dar a volta por cima aqui no São Paulo, mas muitos não conseguiram ficar e tiveram que ir embora. Tomara que a torcida tenha mais paciência, olhe para os garotos com outros olhos. Eles são muito novos, chegaram ao profissional agora. Espero de verdade que a torcida tenha paciência", completou Nestor.

O jogador do São Paulo também falou sobre as dificuldades que enfrentou no processo de transição da base para o profissional. Rodrigo Nestor analisou que o sucesso de jogadores de uma geração anterior à dele - como Eder Militão - fez com que o clube apostasse mais em atletas formados em Cotia.

"É um processo muito difícil [passar da base para o profissional]. Quando eu cheguei em Cotia, tinham 50 garotos na minha categoria, uns seis ou sete da minha posição. Então, você disputa com muita gente. No meio do ano, vários já foram cortados. A gente já sabia que eram poucos os que iam chegar no profissional, ainda mais no profissional do São Paulo", disse Nestor.

"Naquela época [que eu estava na base], o São Paulo estava muito bem financeiramente. O time vinha de uma era campeã e tinha muito dinheiro para contratar. Então, quem subia da base era muito craque, tipo o Lucas [Moura], o Casemiro, esses caras muito diferentes. Depois de um tempo - e não dizendo que esses não são bons, mas aumentou a necessidade do clube. Aí, o Militão subiu e deu resultado. Isso aumentou a confiança de subir mais gente da base. Quando chegou a minha vez, a gente ganhou a Copinha, e eu fiquei na expectativa. Fiquei bem ansioso. Quando eu subi, o Diniz me deu muita confiança. Garantiu que eu não voltaria para a base", completou.

VEJA TAMBÉM
- São Paulo vence Atlético-GO e ganha pela primeira vez no Brasileiro
- Veja como assistir Atlético-GO vs São Paulo ao vivo
- Quatro treinadores recusaram proposta do São Paulo antes do acerto com Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 35 0

Comentários (5)
bronze
06/02/2024 18:49:59 RobertRedford

É verdade. O brasileiro em geral tem essa tendência de arrumar sempre um culpado pra tudo.

06/02/2024 18:16:16 Manoel Neto

Gabriel Sara, craque! Torcida realmente tem uns péla saco que adora criticar e por conta disso já perdemos alguns, pois infelizmente não são todos iguais a Nestor e outros que aguentam a pressão, vestem a camisa e continuam no clube até dar a volta por cima como ele fez.

06/02/2024 17:52:59 Carlao Caverinha157

NÃO ADIANTA FALA AHHH O CLUBE TA QUEBRADO TEM Q VENDER PRA PAGA AS CONTAS OK SABEMOS DISSO O LADO FINANCEIRO N ESTA BOM , MAIS ESSA EA HORA DE RESPIRA BERALDO TINHA CONTRATO ATE 2027 MULTA DE $322 MILHÕES NO MÍNIMO TINHA Q SER VENDIDO NO MÍNIMO POR $150 A $170 MILHÕES O CARA TINHA 20 ANOS SERIO MSM $64 MILHÕES FICOU PRO CLUBE PESSOAL DESSA FORMA AS CONTAS N ACABA NUNCA PRQ NA HORA DE FAZER CX OS CARA ENTREGA DE GRAÇA OS GAROTO

06/02/2024 17:49:29 Carlao Caverinha157

vejo assim terá bons jogadores e outros não isso e fato pra mim oq n pode acontecer e aparece um jogador da base com muito potencial e ser vendido a preço de banana cm foi o Bernardo $64,32 Milhões de Reais RESPONDE OQ FAZ CM ESSE DINHEIRO?? SENDO Q SE ELE FOR VENDIDO AGORA NO MÍNIMO $250 A $300 MILHÕES PORRRRRA ATE QUANDO ISSO VAI ACONTECER PORRRA

06/02/2024 17:44:39 KERBEROS

Cabe a diretoria "blindar" os jogadores da base, o Lucão era um zagueiro de muito potencial, estava sofrendo demais com as pressões e ao invés do clube "abraçar" e dar força para o Lucão, o mandou embora.

De 2013 a 2020, tivemos uma diretoria de irresponsáveis. Gente que agia na emoção, sem lógica e sem conhecimento de futebol.

Ferraram com o clube em todos os aspectos, que criaturas como o Leco e Aidar NUNCA MAIS assumam a presidência do clube.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.