publicidade

Fluminense vence Palmeiras e dá liderança ao São Paulo

Após mais de três meses saboreando a ponta, o Palmeiras é ultrapassado na classificação do Campeonato Brasileiro em um momento decisivo, ao final da 34ª rodada. Neste domingo, o time de Palestra Itália sucumbiu no Maracanã diante da boa fase do Fluminense. O placar de 1 a 0 favorável ao Tricolor das Laranjeiras beneficiou o São Paulo, o Tricolor paulista, que assume o primeiro lugar da competição.

A partida na capital carioca foi marcada por uma grande polêmica. Antes de ver Fred balançar as redes, o Palmeiras reclamou de um gol de Obina de cabeça anulado por falta. O responsável pela marcação: Carlos Eugênio Símon, que foi acusado de perseguição pelo são-paulino Rogério Ceni há duas semanas.

Na classificação, o Palmeiras permanece com 58 pontos, um atrás do São Paulo. O Fluminense alcança 36 e continua com a ferrenha briga contra o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro.

Na próxima rodada, o Palmeiras teve o seu jogo antecipado para quarta-feira. O adversário é outro integrante da zona de rebaixamento: o lanterna Sport, no Palestra Itália. Já o Fluminense atua novamente em casa, domingo, às 18h30, contra o Atlético-PR.

O Jogo - Aproveitar a pressão imposta pela torcida. Essa foi a tática do Fluminense nos instantes iniciais. A qualidade técnica de Fred era a principal esperança dos cariocas. No primeiro chute do centroavante, aos três minutos, o goleiro Bruno defendeu com firmeza e deu tranquilidade ao Palmeiras.

Preocupado com o calor da capital carioca, o Verdão procurava tocar bastante a bola no meio-campo. O mais ousado do clube paulista era Diego Souza, que arrematou duas vezes de longe, mas mandou a bola longe da meta do goleiro Rafael.

O Fluminense ampliou seu domínio no momento em que Conca começou a aparecer em campo. Aos 20 minutos, Bruno fortaleceu sua confiança para substituir Marcos em uma excelente defesa na cobrança de falta do argentino pela meia direita.

Aos 22 minutos, o árbitro Carlos Eugênio Simon se mostrou preocupado com a alta temperatura no Rio e optou por um pequeno intervalo para hidratação dos atletas. A parada foi favorável ao Palmeiras, que melhorou seu rendimento. Aos 31, um momento polêmico. Obina aproveitou cruzamento de Figueroa e marcou de cabeça. O lance acabou anulado por uma inexplicável falta de ataque, revoltando os paulistas.

Com os dois clubes precisando dos pontos, os minutos finais da etapa inicial reservaram um confronto extremamente emocionante. Do lado alviverde, Figueroa perdeu uma chance preciosa na área. No Fluminense, foram três oportunidades que não entraram por falta de pontaria de Dieguinho e Dalton.

No segundo tempo, o Fluminense voltou determinado na busca pela vantagem. Os cariocas tomaram conta do jogo e abriram o marcador aos 15 minutos, em uma cabeçada de Fred, aproveitando cobrança de escanteio de Conca pelo lado esquerdo.

Com o gol carioca, Muricy Ramalho percebeu a necessidade de mudar. O treinador apostou nas entradas de Robert e Deyvid Sacconi. Só que o Palmeiras também perdeu seu mestre nas bolas paradas, o chileno Figueroa, que pediu substituição. Assim, o Alviverde amargou o revés na capital carioca mesmo insistindo nos "chuveirinhos".


VEJA TAMBÉM
- São Paulo quer contratação de novo volante para reforçar o elenco no meio-campo
- ALVO DE MUITAS CRÍTICAS! Ex-São Paulo tem saída decretada por torcedores após derrota para o Tricolor
- VITÓRIA DO TRICOLOR! São Paulo supera o Grêmio e retorna ao G-4, mantendo gaúchos na degola


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 22 5

Comentários (69)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.