Com pouco apelo, clássicos do Paulista em 2013 têm estádios vazios
publicidade

Com pouco apelo, clássicos do Paulista em 2013 têm estádios vazios

0 0 0
Pelo segundo domingo consecutivo, o Morumbi recebeu público ruim para um clássico do Paulista: Santos x Corinthians levaram apenas 17 mil pessoas ao estádio, enquanto São Paulo x Palmeiras teve só 18 mil torcedores. Para os palmeirenses, que foram atacados na última quinta por membros da torcida organizada na volta da Argentina, a violência é um fator que está afastando o público dos jogos entre rivais.

– Faz três semanas que a gente só fala de violência na torcida. É algo sintomático. Esse tipo de violência afasta o torcedor do estádio. Temos de acabar com isso para o torcedor voltar – disse o diretor-executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, após o Choque-Rei, apoiado pelo técnico Gilson Kleina.

– Temos que atrair o torcedor. Algumas situações esvaziam, a questão da violência. Um pai de família prefere ficar em casa, com segurança, do que vir e poder passar por alguma situação. É o momento de todos os setores debaterem essa situação. Futebol é cultural, cabe a nós trazer de volta para o estádio o torcedor, a família, as crianças – disse o comandante alviverde.

Além do medo, clássicos que pouco valem têm sido “esquecidos” pelos torcedores. Em 2011, por exemplo, Santos e São Paulo fizeram o jogo da última rodada do Brasileiro em Mogi Mirim. Sem aspirações no torneio, os dois times atuaram para um modesto público de 4.948 pessoas.

Nesse domingo, o Choque-Rei, assim como o Santos x Corinthians da semana passada, pouco decidiu, já que o Paulista ainda está na 11ª rodada. Diante disso, o volante Wellington preferiu entender que os são-paulinos estão pensando mais na classificação às oitavas de final da Copa Libertadores da América.

– Acho que não foi desprestígio, mas pelo momento, de estar na Libertadores, o torcedor do São Paulo dá muita atenção para a Libertadores. Então acho que foi por isso que não tivemos tanta gente – concluiu o camisa 5 da equipe do Morumbi.

VEJA: São Paulo aguarda CBF para decidir se vai pedir a liberação de Antony


E MAIS: Com Adriano e Dinenno na mira, São Paulo espera fechar elenco de 2019






Avalie esta notícia: 36 35

Comentários (4)

11/03/2013 22:09:44 lookleo

Com 1000 motivos para não ir, porque esperar que o torcedor iria?
- Violência e privilégio das organizadas.
- Falta de transporte coletivo adequado (para o morumbi)
- Alimentação limitada (só contamos com o glorioso e caro lanche de pernil)
- Falta de infraestrutura mínima dentro do estádio, com preços dos produtos abusivos.
- Time vende seu principal artista(exceção ao rogério, claro) e não contrata ninguém pro lugar.
- Preço dos ingressos altos.
- Campeonato fraco e modorrento.

Querem mais? Mas qual dirigente se importa né? Os 18 mil foram heróis. Eu, por minha vez, já perdi o pique de ser feito de troxa. Hoje só volto aos estádios se for respeitado como torcedor.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.