publicidade

Exposição em São Paulo mostra projetos de estádios e obras para a Copa de 2014

Confira imagens dos projetos das arenas e as promessas planejadas para serem concluídas nas cidades-sedes antes do ínício do evento

A Copa do Mundo será realizada daqui a cinco anos no Brasil. Mas o torcedor já pode absorver um pouco sobre o evento, imaginar como serão os estádios e observar as promessas a serem executadas nas sedes da competição. A exposição "Cidades e Arenas da Copa - Brasil 2014", no Pavilhão da Bienal, no Ibirapuera, em São Paulo, mostra os projetos dos estádios e as obras planejadas para as 12 capitais que receberão o Mundial: São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Salvador, Cuiabá, Manaus, Fortaleza, Natal e Recife.
Além de ver plantas e imagens das arenas, o fã do futebol pode entender a dimensão que um evento do porte de uma Copa do Mundo pode deixar como legado. O público em geral também conhecerá as obras previstas para a melhoria das cidades, que serão debatidas por arquitetos, engenheiros, construtores, estudantes, autoridades e gestores dos projetos para a Copa. Essas discussões são abertas, e o visitante pode participar dos debates (a programação será divulgada e atualizada no site da Bienal).



O torcedor pode visitar a exposição de terça-feira a domingo, até dia 6 de dezembro. Em todas as terças e quartas, a entrada é gratuita, mas apenas estudantes têm acesso ao evento às quartas-feiras. De quinta a domingo, o visitante paga R$ 12. A reportagem do GLOBOESPORTE.COM foi à exposição e listou os principais temas expostos e a serem discutidos.





São Paulo

- Reforma e ampliação do Morumbi para 60 mil lugares.

- Construção da Vila da Hospitalidade em frente ao estádio, com área de 50m² com serviços de entretenimento e alimentação para 10 mil pessoas por jogo.

- Construção de estacionamento para 4.800 carros.

- A cidade receberá a expansão da rede de metrô e a modernização do sistema de trens urbanos, com novas linhas também de metrô, além da construção do trem de alta velocidade que ligará São Paulo ao Rio de Janeiro.

- Construção do Terminal Internacional Rodoviário.

- Modernização do Aeroporto de Congonhas (R$ 165 milhões) e do terceiro terminal de Cumbica (R$ 1,4 bilhão).

- Nova pista de pouso e decolagem no Aeroporto Internacional de Viracopos (R$ 2,8 bilhões).

- Construção de ramal ferroviário interligando a estação da Luz ao Aeroporto de Cumbica.

- Finalização do trecho sul do Rodoanel e mudanças em várias vias e avenidas que dão acesso ao Morumbi.

Rio de Janeiro

- Reformas no Maracanã, com nova cobertura, algumas adaptações e ainda um novo estacionamento para cerca de 3.500 vagas, com previsão de gasto de R$ 460 milhões.

- Licitação para a concessão do Maracanã por meio de Parcerias Público Privadas (PPPs), ainda em 2009.

- Projeto pode incluir a requalificação da Quinta da Boa Vista e do Museu de São Cristóvão, além da reurbanização e revitalização dos bairros Maracanã e Tijuca.

- Há 19 projetos de novos hotéis em construção, que devem aumentar a capacidade em 3.885 novos leitos.

- Reformas no Aeroporto Antonio Carlos Jobim e no sistema viário da cidade.





Belo Horizonte

- Investimento de 5,6 milhões de dólares no projeto Rede de Turismo de Negócios e Eventos.

- Infraestrutura e acesso ao estádio por sistema de transporte de massas, com corredor de transporte coletivo e um terminal na Pampulha.

- Construção de linha de metrô de 10,3 km entre a Pampulha e o Savassi.





Fortaleza

- O Castelão passará a ter número maior de vagas no estacionamento e de cabines de imprensa.

- Para a cidade, estão previstas reformas na rede viária com melhorias que beneficiarão 13 municípios da região.

- O Aeroporto Internacional Pinto Martins contará com um novo terminal, uma área para manutenção de aeronaves e terá mais vagas em seu estacionamento.

Manaus

- Demolição do Vivaldão para a construção de uma arena multiuso com 48 mil assentos e 11 mil vagas.

- Expansão urbana e do sistema de transportes coletivos.

- Construção de uma ponte sobre o Rio Negro e de cinco novos hotéis.

- Ampliação e modernização do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, além da revitalização do centro histórico da cidade.





Porto Alegre

- Revitalização do Beira-Rio.

- Ampliação da rede de metrô e do Aeroporto Internacional Salgado Filho.

- Urbanização da orla do Rio Guaíba.

- O Grêmio construirá uma arena multiuso na saída de Porto Alegre.





Salvador

- Reforma da Fonte Nova com recursos públicos e privados para transformar o estádio em arena multiuso e ampliação para 44.100 lugares.

- A cidade receberá investimentos de R$ 1,3 bilhão em diversas áreas. Entre as principais obras estão a ampliação e a construção de linhas de metrô, além da reestruturação da rede de percursos dos transportes públicos.





Brasília

- Ampliação do Mané Garrincha, que passará a contar com 70 mil lugares.

- Aumento de 28 mil leitos de hospedagem na cidade.

- Construção e integração da nova rodoviária ao sistema de veículo leve sobre trilho que será implantando.

- Construção de 600 km de ciclovias.

- Ampliação do terminal de passageiros e do estacionamento, além de melhorias no aeroporto.





Curitiba

- Reforma e ampliação da Arena da Baixada. Capacidade aumentará para 41 mil pessoas.

- Na cidade, aumento crescimento da rede hoteleira: 184 hotéis e 14.950 quartos.

- Obras nas rodovias Régis Bittencourt, BR 111 e BR 116 e implantação de nova linha de metrô.

- Ampliação e reformas no Aeroporto Internacional Afonso Pena.
Cuiabá

- Renovação do estádio Verdão, que passará a abrigar 48 mil torcedores e se adequará às exigências da Fifa.

- Serão construídos quatro centros de treinamentos na cidade.

- Ampliação do setor hoteleiro de Cuiabá, que terá 1.400 novos apartamentos.

- Estão previstos ainda uma nova linha de trens em linha elevada, a ampliação da cobertura de linhas executivas de ônibus e cinco novas vias para o acesso ao estádio, além da melhoria nas principais ruas e avenidas da cidade.





Natal

- Novo estádio, a Arena das Dunas prevê investimento de R$ 300 milhões e deve ser entregue antes da Copa das Confederações, que ocorrerá no segundo semestre de 2013.

- Construção do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, a 11 Km de Natal.

- Obras nas principais vias da cidade, modernização e expansão do sistema de trens e construção de um corredor turístico.





Recife

- Projeto cidade da Copa: empreendimento com construção de novo estádio e projeto de operação urbana em área que agrega estação de metrô e terminal de passageiros.

- Dois estádios em pauta. A Arena Coral prevê ampliação e reforma do Estádio José Rego Maciel para receber 68.500 pessoas, além da recuperação estrutural do anel superior. Estão previstos uma nova cobertura, melhoria e acréscimo de acessos e construção de edifício anexo multifuncional. Já a Arena Recife-Olinda seria um complexo novo, multiuso, a ser construído em área entre Recife e Olinda, com capacidade para 43.160 espectadores.

- Para a cidade, está programada a modernização do Aeroporto Internacional de Guararapes Gilberto Freyre, que receberá R$ 8,75 milhões em investimentos.

- Há ainda a previsão de três novos hotéis no Recife e um em Petrolina, com 700 novos leitos para os turistas.


VEJA TAMBÉM
- VAI PRO RIVAL? Chegada de James Rodríguez a um rival após rescisão com São Paulo tem aprovação da torcida
- A CAMINHO DO RIVAL? São Paulo e Corinthians buscando a contratação de meia do Santos
- EMPATE FORA DE CASA! São Paulo não mantém sequência de vitórias e tem prejuízos na sequência do Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 9

Comentários (1)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.