publicidade

Luciano expõe desentendimento com Diniz e declara fim da relação profissional

Fernando Diniz xingou Luciano durante a confusão que marcou a vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Fluminense, nesta segunda (13), no Morumbis, pela 6ª rodada do Brasileirão. Ao menos é o que garante o próprio atacante. Após a partida, o camisa 10 deu a sua versão da ''treta'' que teve com o treinador, com quem trabalhou no tricolor paulista em 2020 e no carioca, em 2019. ''O Diniz veio naquela hora que o Manoel caiu e me xingou. Eu pedi para ele não me xingar, ele continuou. Depois, ele falou que a amizade acabou. Para mim, se ele acha assim, para mim, acabou. Porque eu jamais xingaria ele na beira do campo'', disse Luciano ao SporTv. ''Agora ele não é mais meu treinador, é treinador da equipe adversária. Como o André falou para ele, ele xingou também. Ele é o líder, não pode fazer isso. Teve outro treinador, acho que foi o Barbieri, xingou nosso jogador. Eu pedi também para ele não xingar, porque ele era líder. Eu acho que ele não deveria ter feito isso, mas fica de aprendizado. Mais importante foi a vitória, e o gol do Arboleda, que não saía há anos'', completou.

O que aconteceu entre Diniz e Luciano? Fernando Diniz e Luciano discutiram feio no fim do 1º tempo. No lance, Manoel estava com a bola no campo de defesa e a jogou para lateral para receber atendimento médico. Imediatamente, Luciano pegou a bola para cobrar o lateral com velocidade. Só que o técnico do Fluminense ficou inconformado com a atitude do atacante e foi tirar satisfação. Na confusão, os jogadores do tricolor carioca saíram em defesa de seu comandante e até Marcelo, que estava no banco de reservas, interferiu e afastou o treinador do tumulto. Depois de quase 5 minutos de paralisação por causa da confusão, Diniz foi expulso pelo árbitro Anderson Daronco, enquanto Luciano recebeu cartão amarelo. Ao deixar o gramado inconformado com a decisão da arbitragem, o treinador seguiu reclamando com Luciano. ''Você é muito burro, você é muito burro!'', disse Diniz ao atacante são-paulino. ''Você vai me expulsar porque eu mandei o Luciano tomar no c***?'', perguntou o técnico a Daronco. Dentro de campo, Bobadilla e Arboleda balançaram as redes para o São Paulo, que empurrou o time de Diniz para o Z-4 e segue invicto sob o comando de Luis Zubeldía. Igor Vinícius marcou contra para o Fluminense.

Próximos jogos do São Paulo: Barcelona de Guayaquil (C) - 16/05, 21h (de Brasília) - CONMEBOL Libertadores, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+ Cruzeiro (C) - 20/05, 20h (de Brasília) - Brasileirão Águia de Marabá (C) - 23/05, 21h30 (de Brasília) - Copa do Brasil Próximos jogos do Fluminense: Cerro Porteño (C) - 16/05, 19h (de Brasília) - CONMEBOL Libertadores, com transmissão ao vivo pela ESPN no Star+ Sampaio Corrêa (C) - 22/05, 19h (de Brasília) - Copa do Brasil Botafogo (F) - 25/05, 16h (de Brasília) - Brasileirão


VEJA TAMBÉM
- APOIO DO PROFESSOR! Zubeldía mostra confiança em atacante em fase difícil
- OPORTUNIDADE DE VENDA! São Paulo vê Copa América como vitrine para vender jogador!
- EM GRANDE FASE! Rafael comemora convocação para jogar a Copa América aos 34 anos!


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 15 0

Comentários (3)
14/05/2024 07:58:09 Sergio Gandini

O Diniz que iniciou as ofensas, Luciano está certo em revidar, infelizmente levou cartão e esta fora contra o Cruzeiro...

O Diniz se acha maior do que ele é...pra mim técnico ridículo...

13/05/2024 23:39:59 wil de

esses dois aí não tem jeito vai ter quebra pau até no par ou ímpar kkkkkk

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.