publicidade

Desenvolvimento Do Futebol Feminino No Brasil

O desenvolvimento do futebol no Brasil tem uma longa história. Foi neste país que surgiu uma das primeiras seleções da América do Sul, mas, ao contrário do futebol masculino, o futebol feminino permaneceu proibido por muito tempo. Por esta razão, as ligas femininas ficaram significativamente atrás, não só em termos de popularidade, mas também em termos de organização. Nas últimas décadas assistimos a um aumento significativo no número de equipas femininas, possibilitado pela remoção de todas as restrições na década de 1980, como resultado, surgiu uma nova geração de jogadoras de futebol que defendem a dignidade do seu país em campeonatos internacionais.

História E Luta Por Reconhecimento

Tal como no caso do futebol masculino, o desenvolvimento do futebol feminino começou no início do século passado. Um grande número de quadras esportivas e arenas completas começam a surgir no país e os primeiros times estão sendo formados. Na década de 1930, havia mais de 100 seleções femininas amadoras no Brasil. As ligas locais mostraram um crescimento constante na sua base de fãs e os bônus para os vencedores aumentavam constantemente.

A próxima etapa de desenvolvimento ocorreu na década de 1940, quando o futebol feminino foi proibido no país, programa foi implementado sob pressão do Conselho Nacional do Desporto. Em 1941, foram adotadas novas disposições para a regulamentação desportiva, que permitiam às mulheres praticar apenas desportos estritamente definidos. O futebol, como muitas outras modalidades coletivas, não estava incluído entre elas. Entre os esportes permitidos para mulheres estavam:
• Atletismo;
• Ginástica;
• Patinação artística.

Durante o período em que o país é governado pelos militares, são feitos ajustes adicionais às atuais restrições ao desporto. As leis estão se tornando mais rígidas e agora se aplicam não apenas a quem pratica esportes profissionalmente, mas também a amadores. Até mesmo os clubes clandestinos de futebol feminino, cuja rede surgiu em todo o país na década de 1960, estão a fechar. Hoje, ninguém pode impedir que os jogadores façam diversas apostas no futebol feminino através do site Major Sport https://majorsportt.com, que funciona 24 horas por dia. Você pode fazer uma aposta não apenas em torneios nacionais, mas também internacionais. A pronta aceitação das apostas e seu cálculo tornam as apostas mais confortáveis.

As proibições não impediram as mulheres de continuarem a lutar pelos seus próprios direitos, como resultado de ações coordenadas entre os políticos e o público, as leis escandalosas foram revogadas em
1979. A partir de agora, o futebol feminino entra na sua nova era de desenvolvimento.

Principais Times De Futebol Feminino


Nos 40 anos seguintes, desde que a proibição do futebol feminino foi levantada, o país passou por uma
grande transformação. Muitos clubes foram abertos em grandes e pequenas cidades do país. Os times
mais populares foram aqueles originalmente fundados nos clubes masculinos mais famosos:
• Corinthians;
• Santos;
• Palmeiras;
• Centro Olímpico.

Hoje são times que contam com uma base de torcedores em constante expansão. Cada um dos clubes
possui uma arena própria, além de um quadro de especialistas responsáveis pela formação, saúde e
desenvolvimento dos jogadores.

Estrelas Do Futebol Feminino Brasileiro


Nos últimos tempos, desde o levantamento da proibição, surgiram no país muitos jogadores de futebol famosos, cujos jogos são acompanhados por torcedores muito além das fronteiras do Brasil. Uma delas é Marta, que tem uma habilidade incrível como jogadora de ataque. Ela detém o título de artilheira da seleção nacional. A garota passou o início da carreira em clubes locais e depois foi para o exterior. Ela jogou várias temporadas por um clube sueco e depois se mudou para os EUA, onde recebeu uma oferta lucrativa do time Orlando Pride. Marta é vencedora de medalhas olímpicas em Atenas e Pequim (prêmios de prata), e sua principal conquista no Mundial Feminino é o segundo lugar em 2007.

Formiga é outra representante lendária do futebol brasileiro. Ela participou de todos os Jogos Olímpicos de 1996 até hoje, o que é um recorde único. A sua longa carreira foi possível graças à formação constante, à qual dedica todo o seu tempo livre. Ela se tornou uma das opções mais importantes da seleção nos Jogos Olímpicos de Pequim e Atenas.

O Futuro Do Futebol Feminino No País

Depois que as proibições foram suspensas, o futebol feminino no Brasil está se desenvolvendo ativamente. Até à data, não existem pré-requisitos para a reintrodução de restrições. As seleções locais já conquistaram reconhecimento e contam com torcedores fiéis, e a Seleção Brasileira tem apresentado excelentes resultados em torneios internacionais. Tudo isto permite-nos esperar um desenvolvimento estável do futebol feminino no país.

VEJA TAMBÉM
- São Paulo interessado: Matheus Henrique pode definir futuro em breve
- VAI REFORÇAR O TIME? Zubeldía que contar com craque no ataque da São Paulo na Libertadores
- GANHANDO DESTAQUE! Meia do tricolor ganha destaque e se torna peça chave para Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 2 0

Comentários (2)
16/04/2024 21:41:07 Gustavo Henrique

todos jogos de futebol na palma da sua mão+filmes e séries por um valor minúsculo ZAP 11954044319 mando teste grátis

16/04/2024 15:18:57 Alexandre Bastos

Tem que acabar com essa bosta aliás, nem deveria ter existido. Não dá pra ver jogo de bola feminino, tudo é péssimo desde as jogadoras, narradoras, jogo em si, que é ridículo de ver, etc... Não é machismo, mas, futebol feminino dá dor de barriga de tão ruim.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.