publicidade

Carpini admite dificuldade e revela conversas com Muricy para lidar com críticas

Thiago Carpini foi novamente alvo da torcida do São Paulo. Após a derrota para o Fortaleza, neste sábado (13), na abertura do Campeonato Brasileiro, o técnico acabou xingado e chamado de burro pelos tricolores que compareceram em bom número ao Morumbi. Em entrevista coletiva após a partida, Carpini admitiu que é difícil pedir calma à torcida por um resultado adverso logo na primeira rodada da competição e revelou que as cobranças têm sido tema de conversas com Muricy Ramalho. Hoje coordenador de futebol do São Paulo, Muricy teve três passagens como técnico do clube e foi um dos entusiastas pela contratação de Carpini.

"Para mim é um privilégio. Muricy é um ícone, um cara que viveu grandes coisas na carreira e aqui. A gente fala constantemente sobre os desafios e dificuldades. Ele fala sempre: 'Você não vai passar por isso uma ou duas vezes, então se acostume porque os momentos bons voltam'. Semana passada, antes do jogo do Cobresal, ele usou de exemplo: 'Eu já fui vaiado no Morumbi, já fui chamado de burro'. Então é muita cabeça, trabalho", contou Carpini. "Não é uma coisa que eu quero que seja recorrente na minha vida. Espero que esse momento ruim passe logo. Espero que as vitórias voltem e o reconhecimento de coisas boas do trabalho. No momento negativo, é difícil até pontuar coisas boas, porque parece que estamos nos defendendo ou protegendo. Existe uma evolução", completou o técnico.

Carpini chegou neste sábado à 17ª partida no comando do São Paulo, com sete vitórias, seis empates e quatro derrotas. Com a pressão cada vez maior da torcida, o técnico garantiu que tem feito o melhor para sair da situação ruim das últimas semanas, mas descartou fazer uma defesa de seu próprio trabalho. "O meu melhor eu tenho certeza que estou dando, agora se o meu melhor não for suficiente, não é uma avaliação minha. A certeza que eu faço meu melhor, que sou um profissional competente, que cheguei ao São Paulo conquistando, que estou só no início e tantas coisas boas aconteceram, não tenho dúvida", garantiu Carpini. "Não era o momento que eu queria estar vivendo, sem dúvida nenhuma. É difícil falar de nós mesmos. Prefiro que as pessoas avaliem. E avaliar no momento que nós vivemos é muito ruim, porque as coisas não estão boas. Sempre tem erros, acertos, coisas a melhorar. Estou bem tranquilo, trabalhando e fazendo meu melhor".

Próximos jogos do São Paulo: Flamengo (F) - 17/04, 21h30 - Brasileirão Atlético-GO (F) - 21/04, 18h30 - Brasileirão Barcelona-EQU (F) - 25/04, 21h (de Brasília) - CONMEBOL Libertadores, com transmissão pela ESPN no Star+


VEJA TAMBÉM
- PRÓXIMO CONFRONTO! Veja o histórico do confronto entre Vasco e São Paulo
- VAI DEFINIR SEU FUTURO! Questionado no Tricolor, possível destaque na Copa América pode definir futuro de meia
- ONDE ASSISTIR: Vasco x São Paulo pelo Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 7

Comentários (6)
15/04/2024 08:07:18 ZICOTE

O time está muito previsível,sem os jogadores estão engessados .
Resumindo o time está bagunçado sem padrão.

14/04/2024 17:08:11 José Raimundo de Jesus SOUZA

evolução pra pior sim,isto é nítido!

14/04/2024 14:48:03 Luiz Caniza

Se o Muricy continuar defendendo o cara que contratou, tem dr sair, também

ouro
14/04/2024 06:12:22 Sid_Soberano

Estava vendo o Zé Elias,comentando sobre o Carpini e tenho a mesma opinião que ele,na qual ele diz que o carpa sempre tem usado como desculpas os lesionados,mas com todos os ex treinadores foram assim,até com o Dorival,também passou por isso,mas nem por isso,o time deixou de vencer os jogos!

Quer dizer que: se metade do time estiver no departamento médico,o ano inteiro,carpa usará isso como desculpas,até o fim do ano???

Sai fora!

Se ele não aguenta pressão e não está preparado para treinar um Grande Time,volta pro juventude!!!

Todos treinadores que aceitarem treinar o São Paulo Futebol Clube,precisam estar cientes que no São Paulo,sempre haverá esta pressão!

Treinador que não quer pressão,que vá treinar um time que aceite ele do jeito que é!

14/04/2024 05:58:54 paulo henrique areias mendes

aproveita e pede aulas sobre técnica, estratégia de jogo, como escalar um time sem destruir o time, como fazer substituição, como entender que um gol de diferença não é garantia de jogo ganho (vide jogo novo horizontino)... enfim coisas de futebol.

14/04/2024 02:29:32 Leandro Tomaz

com ele no comando do time, não irá chegar a lugar nenhum

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.