publicidade

Onde Luciano rende mais? Atacante e Ceni divergem sobre melhor função no São Paulo

Luciano ainda se vê em fase de "adaptação" — Foto: Marcos Ribolli

Luciano e Rogério Ceni divergem quando o assunto é a função do capitão e camisa 10 do São Paulo em campo. Depois da eliminação do Tricolor no Campeonato Paulista, ocorrida na última segunda-feira, contra o Água Santa, o jogador diz que ainda está tentando se adaptar ao novo contexto, enquanto o treinador enxerga semelhanças com o 2022 do atleta.



– Sou segundo atacante, estou fazendo outra função, estou tentando me adaptar. Isso aí não vem ao caso agora, a partir de amanhã (terça-feira) é continuar trabalhando e seguir – afirmou Luciano.


LEIA TAMBÉM: São Paulo deve receber fortuna com negociação de ex-jogador


Ceni, por outro lado, não enxerga tanta diferença assim na função, especialmente nos momentos de posse de bola. O treinador comentou sobre o meia-atacante são-paulino depois da derrota nos pênaltis para o Água Santa.

– No ano passado, ele jogou o tempo todo flutuando, recuando, como hoje. Hoje ele é segundo atacante, o primeiro homem atrás do “9”. Ele tem colaborado bastante na marcação. Tem tido oportunidade de gols, mas às vezes a bola não entra. O Luciano vem jogando bem e ajudando bastante – destacou Ceni.

– A posição ofensivamente é parecida com a que fazia no ano passado. É difícil jogar com Galoppo, porque ambos saem mais da área. Quando temos um 9 é importante a flutuação dele – comentou o treinador.

Com nomes como Galoppo, Calleri, Erison, Wellington Rato, David e Caio Paulista no elenco, o técnico Rogério Ceni passou a utilizar Luciano um pouco mais recuado e lhe deu a função de armar a equipe ao lado de Rodrigo Nestor, também mais recuado.

Em campo, embora participativo, seus números declinaram. Em 2023, Luciano disputou 12 jogos com a camisa do São Paulo e marcou apenas dois gols, tendo distribuído uma assistência aos seus companheiros. No ano passado, foram 59 partidas com 21 gols - média bem superior à desta temporada.



– Estou tentando me adaptar. Mudei de função, mas sempre fiz bastante gols desde que cheguei. Isso não vem ao caso agora, é trabalhar quietinho e caladinho para a sequência da temporada – confidenciou o atacante na saída do Allianz Parque.

Luciano, Atacante, Ceni, divergem, função, São Paulo

VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 11 7

Comentários (25)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.