publicidade

O erro do São Paulo foi pensar que era favorito por ser maior

Foto: Reprodução/ JUAN MABROMATA / AFP


O São Paulo falhou no seu plano de retomar o protagonismo no continente. Neste sábado (1º), o Independiente del Valle se consagrou campeão da Copa Sul-Americana, pela segunda vez em sua história, com uma vitória por 2 a 0 sobre o time brasileiro. No estádio Mario Alberto Kempes, o time comandado por Martín Anselmi surpreendeu o Tricolor e a torcida que se deslocou até Córdoba, na Argentina.



LEIA TAMBÉM: Apresentador dispara e diz que Jandrei e Felipe Alves 'não servem' para o São Paulo


Lautaro Díaz e Faravelli fizeram os gols que pintaram a noite com as cores equatorianas. Do outro lado, abatidos, os jogadores do São Paulo lamentaram a chance de voltar à Copa Libertadores, em 2023. No Brasileiro, o time precisa pontuar mais para se classificar novamente para as competições internacionais.

O São Paulo foi goleado pelo Palmeiras na final do Paulistão por 4 a 0 e deixou um gosto amargo na boca de seus torcedores. Está fazendo uma campanha ruim no Brasileirão, onde ocupa a 13ª colocação, foi eliminado pelo Flamengo na Copa do Brasil. E a diretoria, comissão técnica, jogadores e torcedores apostaram tudo na Sul-Americana, o que também não foi bem-sucedido.

O favoritismo total do São Paulo por toda sua tradição internacional foi colocada de lado quando o apito soou. A expectativa era colocar mais uma taça em sua galeria, mas a má atuação frustrou a empolgação da torcida, que nem teve forças para vaiar o time apático que não incorporou o espírito de “jogo da década”.

Mas a queda de produção do São Paulo não foi de agora. Independentemente dos resultados e da goleada sobre o Avaí, por 4 a 0, antes de encarar o Del Valle, o time vem oscilando e tendo dificuldade para se manter constante durantes os 90 minutos, com as lesões de atletas durante toda essa temporada, crises, pressão da torcida e rodízio de jogadores.

Tanto é que na temporada 2022, o clube do Morumbi soma 67 partidas, com 31 vitórias, 19 empates e 17 derrotas. Visto esse cenário, o Tricolor poderá sofrer um desmanche em seu elenco caso não consiga uma classificação para a Libertadores do ano que vem.

Do outro lado, enquanto isso, o Independiente del Valle percorreu um caminho bem diferente do Tricolor paulista rumo à final. No Grupo D da Libertadores, onde tinha como adversários Atlético-MG, Tolima e o América-MG, conseguiu duas vitórias, dois empates e duas derrotas em seis partidas, tendo a segunda melhor defesa da chave. Mesmo assim, ficou em terceiro lugar no grupo e conseguiu apenas uma vaga para a Copa Sul-Americana.

Já em outro torneio continental, o Independiente del Valle iniciou a Sul-Americana nas oitavas de final. O primeiro mata-mata foi contra o Lanús, onde venceu em casa e empatou na Argentina. Nas quartas, venceu os dois jogos contra o Deportivo Táchira. Na semifinal, derrubou o Melgar com dois triunfos por 3 a 0. Foram cinco vitórias, um empate e nenhuma derrota, com 13 gols marcados e apenas dois gols sofridos.

Desde que venceu o Melgar pela competição continental, a equipe comandada pelo técnico argentino Martin Anselmi não perdeu, conquistando duas vitórias e um empate pelo Campeonato Equatoriano. Nas últimas 20 partidas, venceu 13, empatou quatro e perdeu apenas três, mostrando grande equilíbrio e provando bom entrosamento.

O São Paulo ficou com o vice-campeonato muito por conta de um 'carrasco' argentino do time equatoriano: Lautaro Díaz. Aos 13 minutos do primeiro tempo, o atacante, um dos destaques ofensivos do time, recebeu assistência de Faravelli e abriu o placar na Argentina. Aos 20 da segunda etapa, retribuiu o companheiro, e deu a assistência para ele marcar o segundo gol e fechar a conta em Córdoba.

Em 17 jogos pelo Del Valle, Díaz anotou 5 gols e deu três assistências, se convertendo em um dos destaques do clube, sobretudo na Sul-Americana. E em pouco tempo, se tornou pilar do time, que agora é bicampeão de Sul-Americana.



Ex-jogador do Corinthians, Sornoza também foi parte importante na conquista. Depois de jogar pelo Del Valle por empréstimo em 2021, o meio-campista se transferiu neste ano em definitivo para a equipe equatoriana. Ao todo no ano, o equatoriano soma 40 partidas, com 13 gols e sete assistências.



São Paulo, Favorito, Sul-Americana, Erro, Del Valle, SPFC

VEJA TAMBÉM
- São Paulo oficializa contratação do atacante André Silva para reforçar o time
- BEM -VINDO DE VOLTA! Tricolores comemoram retorno de James Rodrigues
- ELE FALOU ISSO? Pato dá declaração polêmica sobre segunda passagem no tricolor


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 0

Comentários (25)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.