publicidade

Como Jason, Tricolor se fortalece antes da sexta-feira 13



Palmeiras, Internacional, Atlético-MG e Flamengo tentaram acabar com Jason. Até mesmo os tricolores Hernanes e Jean estavam dispostos a enterrá-lo. Porém, o temido personagem dos cinemas está mais vivo do que nunca no Campeonato Brasileiro e se fortaleceu poucos dias antes da sexta-feira 13. Apesar de ter sofrido fortes golpes durante a competição, o São Paulo está comprovando a fama de imortal de seu novo 'mascote' e aparece como uma assombração para as equipes que sonham em destroná-lo da hegemonia nacional.

Os percalços durante a competição não impediram o Jason de assumir a liderança isolada do Nacional na rodada passada, com 59 pontos, um a mais que o Palmeiras. Mesmo tendo acumulado derrotas em momentos importantes, o São Paulo pode chegar à sexta-feira 13 com uma vantagem psicológica ainda maior, já que o vice-líder atuará na quarta e, em caso de derrota para o Sport, deixará o caminho ainda mais livre para o clube de Ricardo Gomes.

No sábado, será a vez de o Tricolor confirmar sua força contra o Vitória, no Morumbi, para esquecer as quedas que teve na competição. "Mesmo com alguns tropeços, nós nos damos ao luxo de estar em primeiro lugar. Quem não tropeçou no campeonato em momento importante? Isso aconteceu também com Palmeiras, Grêmio, Inter, Atlético-MG... Se depender de nós, não teremos novos tropeços. Sofremos demais para chegar a esta situação e não podemos deixar que a desconfiança de outros atrapalhe nosso trabalho", afirmou André Dias.

O zagueiro, porém, se esquiva quando o assunto é Jason e deixa a brincadeira apenas para as arquibancadas. "Além de uma equipe bem formada e que esteja vencendo, poucas coisas empolgam o torcedor. E esse assunto é algo que entusiasma a torcida, que quer aproveitar quando pega uma coisa ou outra diferente. Mas, particularmente, não quero me conciliar ao Jason. Minha vida não tem nada a ver com ele. Mas também não sou contra quem comemora com isso e até usa máscara".

Já o argentino Adrián González se diverte mais com o assunto. Apesar de reconhecer que é uma comparação feita principalmente pelos torcedores, o lateral direito adverte que é uma realidade a capacidade do Tricolor se recuperar até mesmo nos momentos mais adversos.

"Isso é parte do folclore do jogo e da torcida, que faz essa brincadeira. Acho que é uma realidade. Nos últimos anos, o São Paulo foi dado por acabado em vários torneios e é uma realidade que nunca morre. Tiramos muitos pontos de diferença este ano", analisou.

O clube do Morumbi chegou a ficar próximo da zona de rebaixamento, mas se recuperou até alcançar a dianteira na rodada passada. "A torcida se apega a essa história boa do São Paulo, que é um clube grande e que todos querem derrubar, mas não conseguem. O torcedor se apega ao personagem, usa máscara e acho muito bom", completou González.

Na noite de sábado, no estádio do Morumbi, a torcida são-paulina poderá ver se o Jason ganhou força depois da sexta-feira 13.

VEJA TAMBÉM
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo
- NOVA CHANCE! São Paulo reconsidera volante descartado por Zubeldía e pode receber nova chance


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 6

Comentários (7)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.