publicidade

Sobe e desce no G-4: São Paulo é líder, Verdão, vice, e Fla toma do Galo o 3º lugar

Flu arranca para fugir do Z-4, e vitória gera protestos do Palmeiras, que reclama de gol mal anulado de Obina. Ronaldo faz golaço, e Pet, olímpico

Quando a 34ª rodada começou na quarta-feira passada, com o empate por 1 a 1 do São Paulo com o Grêmio, era grande a expectativa de saber se o primeiro lugar provisório do Tricolor Paulista no Campeonato Brasileiro, com 59 pontos ganhos, se tornaria definitivo ao fim da rodada, neste domingo. A derrota do Palmeiras para o Fluminense, por 1 a 0, no Maracanã, determinou a troca de líder após 20 rodadas de supremacia do Verdão e o início de nova polêmica com relação à arbitragem. Um gol mal anulado de Obina quando a partida estava empatada por 0 a 0 fez o time estacionar nos 58 pontos e transformou o árbitro Carlos Eugenio Simon no vilão para os palmeirenses. Mas o sobe e desce no G-4 teve também os seus heróis. No Mineirão lotado, sob a batuta de Petkovic, autor de um gol olímpico - o segundo nesta competição e o oitavo na sua carreira -, e do sempre decisivo Adriano, o Flamengo derrotou o Atlético-MG por 3 a 1 e trocou de posição, roubando-lhe o terceiro lugar na tabela - os rubro-negros foram para 57, os atleticanos ficaram nos 56.



O sobe e desce do G-4 e a diferença de dois pontos do líder para o terceiro colocado demonstra que nada ainda está decidido na briga pelo título a quatro rodadas do fim. E pela artilharia do campeonato, também. Adriano, com o 18º gol marcado. empatou com o atleticano Diego Tardelli, que já vê no retrovisor do seu time a presença do maior rival, numa outra dança das cadeiras nas primeiras posições. No sábado, o Cruzeiro venceu com virada sensacional sobre o Sport. Perdia por 2 a 0, fez 3 a 2 e pulou para 54 pontos. Azar do Internacional, que no domingo, fora de casa, ficou no empate de 1 a 1 com o Barueri e agora é o sexto colocado, com 53. Como as disputas embolaram ainda mais, é o momento de simular os resultados e projetar o futuro de cada equipe.



Cruzeiro e Inter estão, respectivamente, cinco e seis pontos atrás do líder São Paulo a quatro rodadas do fim do Brasileiro. As chances na briga pelo título são remotas, mas os dois clubes seguem firme na disputa por uma vaga para disputar a Taça Libertadores. Nesse caso, a tabela final favorece os mineiros, que terão como adversário mais difícil o Grêmio, na 9ª posição e mais longe do sonho de disputar a competição sul-americana - principalmente após o empate de 1 a 1 na quarta-feira passada com o São Paulo.





TIME JOGOS RESTANTES

São Paulo - 59


Vitória (c), Botafogo (f), Goiás (f) e Sport (c)

Palmeiras - 58


Sport (c), Grêmio (f), Atlético-MG (c) e Botafogo (f)

Flamengo - 57


Náutico (f), Goiás (c), Corinthians (f) e Grêmio (c)

Atlético-MG - 56


Coritiba (f), Inter (c), Palmeiras (f) e Corinthians (c)

Cruzeiro - 54


Grêmio (c), Atlético-PR (f), Coritiba (c) e Santos (f)

Internacional - 53


Santos (c), Atlético-MG (f), Sport (f) e Santo André (c)



Bonito não é ver apenas a briga acirrada pelo título e pelo G-4. Lances como o de Ronaldo na vitória do Corinthians sobre o Santo André por 2 a 0 vão ficar marcados no Brasileirão 2009. Tudo bem que o Fenômeno ajeitou a bola com o braço na jogada. Mas a pedalada em cima do marcador e o chute no ângulo, com a perna esquerda, sem chances de defesa para Neneca, são a prova de que a competição nacional não esgotou ainda os lances de técnica refinada e emoção. Que podem fazer não só a alegria da torcida da equipe vencedora, mas também as dos outros clubes que dependem do resultado para respirar melhor.



Se os corintianos não têm muito o que comemorar - o Timão chega aos 49 pontos ganhos e ocupa o oitavo lugar, posição intermediária na tabela - um ponto atrás do Avai, sétimo, com 50, após bater o Vitória por 1 a 0 no sábado -, os torcedores dos clubes que brigam contra o rebaixamento agradecem. Isso porque o Santo André, com a derrota, agoniza mais no G-4, caindo do 17º para o 18º lugar.

Na parte de baixo da tabela, a disputa permanece acirrada. O indesejado Z-4 também teve mudança: a vitória do Fluminense por 1 a 0 sobre o Palmeiras o fez pular para os 36 pontos e de 19º para 17º lugar. O gol de Fred diante de mais de 60 mil tricolores entusiasmados com a ascensão tricolor - já são sete jogos de invencibilidade no Brasileiro, nove contando a Sul-Americana - fez o time passar não só o Santo André, mas também o Náutico. A esperança tricolor cresce. Em compensação, após a derrota por 3 a 1 para o Santos, no sábado, o Timbu vê sua agonia multiplicada. De mãos dadas com o lanterna Sport, seu rival pernambucano, que está com 30 pontos, vê o rebaixamento mais perto ocupando a penúltima posição, com 35.



A onda carioca para fugir do rebaixamento cresce com as cores alvinegras. A vitória por 2 a 0 no Engenhão sobre um adversário direto na luta contra o descenso, o Coritiba, faz o time, em 16º, abrir cinco pontos de vantagem sobre o Fluminense, agora o primeiro a ocupar o Z-4. E encostar justamente no Coxa, 15º lugar, com os mesmos 41 pontos - mas, no critério de desempate, o Alviverde leva vantagem nas vitórias.



O torcedor botafoguense só não comemora mais ainda porque o do Furacão também viu seu time vencer. Na Arena da Baixada, o Atlético-PR bateu o Goíás por 2 a 0, chegou aos 43 pontos e ao 14º lugar, passando o arquirrival, o Coritiba. O Alviverde goiano, estacionado nos 47 pontos e no 10º lugar, vê o sonho de disputar a LIbertadores cada vez mais distante. Tal como o do Santos, que bateu o Náutico por 3 a 1. Agora em 12º lugar, com 45 pontos ganhos, segue na luta real por uma vaga na Sul-Americana. Ainda mais com a derrota do Vitória para o Avaí por 1 a 0 no sábado, que liga o sinal de alerta para o time baiano. Mas quando começar a 35ª rodada, no próximo domingo, novas emoções prometem tomar conta dos estádios.





TIME JOGOS RESTANTES

Vitória - 44


São Paulo (f), Barueri (c), Fluminense (f) e Goiás (c)

Atlético-PR - 43


Fluminense (f), Cruzeiro (c), Botafogo (c) e Barueri (f)

Coritiba - 41


Atlético-MG (c), Santos (f), Cruzeiro (f) e Fluminense (c)

Botafogo - 41


Barueri (f), São Paulo (c), Atlético-PR (f) e Palmeiras (c)

Fluminense - 36


Atlético-PR (c), Sport (f), Vitória (c) e Coritiba (f)

Santo André - 35


Goiás (f), Avaí (c), Náutico (c) e Internacional (f)

Náutico - 35


Flamengo (c), Corinthians (f), Santo André (f) e Avaí (c)(f)

Sport - 30


Palmeiras (f), Fluminense (c), Internacional (c) e São Paulo (f)


VEJA TAMBÉM
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana
- Zubeldía esclarece sobre proposta do Equador e opinião sobre James Rodríguez


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 7 5

Comentários (4)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.