publicidade

Herói da vitória sobre o Inter, Washington beija o escudo tricolor e desabafa

Atacante diz que torcida exagera nas críticas sobre o seu futebol

O jogo estava complicado. O Internacional dominava a partida e o meio-campo do São Paulo mal conseguia trocar dois passes seguidos. Com isso, a vida para Washington não estava nada fácil. Nas poucas vezes em que ele pegou na bola, foram em lances divididos com os marcadores gaúchos. Com isso, a torcida são-paulina, que não nutre de muita simpatia pelo camisa 9, começou a vaiar o jogador.


Eis que veio o escanteio aos 47 minutos do primeiro tempo. Hernanes cobrou à meia altura, André Dias desviou de calcanhar na primeira trave e a bola sobrou livre para Washington, que mostrou a presença do artilheiro e, de pé direito, marcou o gol que colocou o São Paulo provisoriamente na liderança do Campeonato Brasileiro.


Emocionado, o camisa saiu correndo em direção ao símbolo do clube, localizado no meio do gramado do Morumbi. Ajoelhou, beijou o escudo e levantou a mão aos céus, agradecendo o tento marcado. E, na saída do gramado , desabafou, deixando claro que a torcida precisa mudar o jeito de pensar.
- A torcida tem de cobrar de mim pelo que eu faço dentro da área. Acho injusto me criticarem, porque querem que eu faça outro tipo de jogada, coisa que não é a minha característica. Sou centroavante e preciso de oportunidades para aparecer. A primeira que eu tive, fiz o gol. É bom marcar no momento certo – ressaltou o jogador.



No segundo tempo, com a vantagem no marcador, o São Paulo passou a ter um pouco mais de liberdade em campo. E Washington, aos 10, teve uma nova chance de gol. Ele recebeu cruzamento de Junior Cesar mas, na hora da finalização, não pegou em cheio e facilitou a defesa do goleiro Lauro.



O tempo passou e o Inter voltou a tomar conta da partida. O Tricolor, às duras penas, se defendia como podia. No ataque, aos 30, Washington teve uma chance aos 30. Após falha do lateral-direito Daniel, que afastou errado, a bola sobrou na área para o camisa 9 que, na hora do chute, foi travado. A bola saiu pela linha de fundo.



Com o tento marcado no primeiro tempo, Washington pode até sonhar em brigar pela artilharia do Campeonato Brasileiro. Afinal, ele chegou aos 11 gols, cinco a menos que Adriano, do Flamengo e Diego Tardelli, do Atlético-MG.



Na saída do gramado, Washington comemorou demais a vitória.



- Gente, para nós, essa vitória é como se fosse uma final de campeonato. Precisávamos do resultado. Essa noite será maravilhosa porque o time lutou demais. Enfrentamos uma grande equipe e agora vamos comemorar essa vitória - concluiu o camisa 9.



VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 21 8

Comentários (33)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.