publicidade

Richarlyson quer adiar sonho de título do irmão Alecsandro

O volante Richarlyson esteve presente nos três recentes títulos brasileiros do São Paulo, mas não descansa e está motivado em conquistar mais um troféu, mesmo que precise acabar com o sonho do irmão Alecsandro de se sagrar campeão nacional pela primeira vez. O são-paulino até brincou sobre a possibilidade de o atacante do Internacional se transferir para o Morumbi na próxima temporada.

"Se está tendo especulações de vir para cá, ele pode ser campeão no ano que vem. Neste campeonato, espero que ele seja o artilheiro, e eu seja campeão novamente", sorriu o atleta, que tem ampla vantagem sobre o irmão em confrontos diretos.

Em cinco partidas com ambos em campo, Richarlyson venceu quatro e empatou uma, sem nenhuma derrota. O objetivo do meio-campista é aumentar o tabu nesta quarta-feira e ter o reforço do atacante na próxima temporada.

"Se ele vier, vou ficar muito feliz. É um grande jogador e seria maravilhoso para nossa família. Mas não vou ouvir especulações. Hoje, ele é jogador do Inter. E eu sou do São Paulo. Não há possibilidade de ele vir para cá neste momento", afirmou.

Mesmo com contrato até 2013 no Beira-Rio, Alecsandro é apontado como um dos possíveis reforços do Tricolor para o próximo ano. Enquanto não conta com o reforço do irmão, Richarlyson se concentra para enfrentá-lo na noite desta quarta-feira, pelo Campeonato Brasileiro. Inter e São Paulo aparecem empatados na classificação, com 52 pontos, e necessitam do resultado positivo na luta pelo título.

"Já batemos um papo sadio e cada um está defendendo o seu lado, sendo que nossos pais são os que estão mais felizes. Vou conversar hoje (terça) à noite de novo com ele, mas sem falar do jogo. Não vou comentar nada do time daqui, e ele não vai falar de lá", salientou.

No primeiro turno, no Beira-Rio, São Paulo e Inter empataram por 2 a 2, e Alecsandro anotou os dois do Colorado. Mas Richarlyson ainda protesta pelo resultado de Porto Alegre, já que o irmão estava impedido nos dois lances.

"Ele teve o aval do bandeira, que deu os dois gols impedidos. Eu tive minha oportunidade indiretamente ao sofrer um pênalti, mas o Washington acabou não fazendo. Mesmo assim, nós empatamos o jogo", finalizou.

VEJA TAMBÉM
- São Paulo sofre com gol anulado, empata com Internacional e segue no G6.
- Provável escalação do São Paulo para enfrentar o Internacional no Brasileirão
- São Paulo Mantém postura firme e exige pagamento da multa por Galoppo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 3

Comentários (3)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.