publicidade

Comissão do Senado aprova projeto que proíbe venda de menores para o exterior

Projeto ainda prevê aumento do tempo dos primeiros contratos com os clubes de dois para quatro anos

O projeto do senador Demóstenes Torres (DEM-GO) que proíbe a venda de jogadores com menos de 18 anos para o exterior foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) na quarta-feira. A proposta modifica pontos fundamentais da Lei Pelé (9.615) e ainda aumenta de dois para quatro anos o prazo máximo para a renovação do primeiro contrato profissional de cada jogador de futebol.

"As medidas sugeridas proporcionarão estímulo e segurança jurídica aos clubes que investem em novos talentos e evitarão transferências precoces para o exterior", escreveu o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) em seu relatório favorável ao projeto, segundo o jornal "O Globo".

A proposta, que foi aprovada por votação simbólica pela CCJ cinco anos após ter sido apresentada, terá que passar agora pelas Comissões de Assuntos Sociais do Senado antes de ser enviada para a Câmara dos Deputados.

VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 7 4

Comentários (3)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.