publicidade

Fim próximo? Copa América pode abreviar passagem discreta de James no São Paulo

Fora da lista de relacionados pela quarta partida consecutiva por decisão técnica de Luiz Zubeldía, o meia James Rodríguez pode estar nos últimos dias de sua passagem pelo São Paulo . A tendência é de que ele seja convocado pelo técnico da Colômbia, o argentino Nestor Lorenzo, para a disputa da Copa da América, em junho, nos EUA – mesmo sem atuar com frequência no time brasileiro, ele tem se mantido como protagonista na equipe nacional de seu país. A lista de convocados deve ser anunciada nos próximos dias, e se o nome de James constar nela, como se espera, é possível que já se apresente no final deste mês. A Colômbia fará dois amistosos antes do início da Copa América, ambos na sede do torneio: contra os EUA, dia 8 de junho, e contra a Bolívia, dia 15. A estreia na competição está marcada para o dia 24, contra o Paraguai – a seleção ainda enfrenta Costa Rica e Brasil na fase de grupos. Os jogadores se reunirão em Barranquila para treinos no começo de junho.

Zubeldía é o terceiro técnico que não se convence de escalar James no São Paulo . Antes, houve atritos com Dorival Júnior e Thiago Carpini – para dirigentes, uma prova de que as dificuldades recaem sobre o jogador. Ainda que hoje haja uma indicação de que a saída do meia é um desejo do clube e de James, a equação é complexa. São Paulo e James ficaram próximos de uma rescisão no começo do ano, quando o colombiano pediu para deixar o clube, que aceitou. A rescisão jamais se concretizou: esperava-se que James recebesse uma proposta de outro clube, o São Paulo o liberaria e negociaria o pagamento de uma dívida que mantém com o meia – o valor varia de acordo com quem responde à pergunta, mas o meia crê ter direito a pelo menos 2 milhões de euros (pouco mais de R$ 11 milhões).

Na época, ninguém quis roer a corda. O meia teria que abrir mão de muito dinheiro, o São Paulo se colocaria sob risco de uma cobrança ainda maior. A solução foi um frágil “cessar fogo”, que durou pouco. Carpini foi autorizado a relacionar James, e o meia foi a campo sete vezes – duas delas como titular – até o técnico ser demitido. Zubeldía teve paciência bem menor: o meia entrou no fim do clássico contra o Palmeiras, o segundo do argentino no banco tricolor, e depois não foi mais convocado. – Eu tomo decisões em relação ao que vejo e para isso estou aqui, para tomar decisões. Se não está o James, é porque considero que tem que estar outros companheiros – afirmou o treinador após o duelo com o Vitória, na Bahia.

Com mercado restrito na Europa, James pode buscar refúgio nos EUA, onde foi especulado no começo da temporada. A janela de transferências do país norte-americano abre em 18 de julho. Se quiser voltar para sua terra natal, terá que ser a partir de 6 de julho. A Copa América termina em 14 de julho.


VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 0

Comentários (2)
15/05/2024 12:51:11 Lucas Fauto Paz Paz

E a saída do James Rodrigues? nada ainda ...kkkkkkkk

bronze
15/05/2024 11:10:33 jpsouzajp

A Colombia convocar jogador que nem joga, só mostra o quão decadente é o futebol atual por lá.
Tudo bem que lá o James joga e joga bem, mas como premiar um jogador que nao consegue jogar nem na Copa do BR contra o Aguia do Marabá ou contra o possante Cobresal do Chile?
Se o Nestor fosse Colombiano seria 10 e faixa.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.