apostas Hernán Crespo diz usar trabalho de antecessor no São Paulo: Obrigado, Diniz
publicidade

Hernán Crespo diz usar trabalho de antecessor no São Paulo: Obrigado, Diniz

0 0 0
Hernán Crespo admite que, no início de sua passagem pelo São Paulo, reaproveita alguns conceitos do trabalho de seu antecessor Fernando Diniz. O argentino destaca o que era feito pelo antigo chefe da comissão técnica e até o agradece depois de seis jogos à frente da equipe.



Em entrevista coletiva após a vitória por 1 a 0 sobre o Red Bull Bragantino, na noite de hoje (12), no Morumbi, o treinador são-paulino destacou o que era feito pelo ex-comandante da equipe: "Sobre o meu trabalho, tenho muito respeito pelo Fernando Diniz e seu trabalho, parte disso tem uma base do Fernando [Diniz]. Estou aproveitando o seu trabalho para aprender coisas novas. Eu tenho que agradecê-lo, dizendo: obrigado, Fernando [Diniz]. Porque estou aproveitando um trabalho do passado muito bom".


LEIA TAMBÉM: São Paulo acerta novo patrocínio



Com apenas uma mudança em relação ao jogo passado, Crespo descartou que tenha um time considerado titular em seu trabalho. O argentino acredita que o elenco do Tricolor paulista é o mais relevante neste momento.

"Para mim, o time ideal é o grupo. Todos os atletas são importantes, todos devemos trabalhar muito forte para merecer estar aqui. Então, para mim, titular é sempre o São Paulo e vou respeitar. Isso é o que queremos fazer. Quem está aqui é porque merece estar no São Paulo. Temos muitos jogadores de bom nível, alguns não jogaram muito e terão a possibilidade de jogar, temos jogos na quarta, na sexta-feira e na Copa Libertadores. Teremos um grupo com muitos atletas, porque são muitos jogos", comentou o treinador, que ainda enalteceu a vontade apresentada por seus comandados em campo:

"Penso que, no primeiro tempo, jogamos muito bem. Acho que merecíamos uma diferença mínima que podia permitir jogar um segundo tempo mais tranquilo. Isso não aconteceu e nós nos adaptamos à situação, sempre com a predisposição dos jogadores, com gana, vontade de correr. Acho que merecíamos o primeiro gol antes, no primeiro tempo. Contra uma equipe muito bem organizada, uma equipe difícil de enfrentar e este rival tão difícil, eu acho que chutou uma vez somente. A força defensiva dessa equipe contra um ótimo rival foi importante. O São Paulo mostrou grandes coisas, mas faltava um rival que nos colocasse dificuldades. Com os jogadores bem cansados do fim de semana, tivemos uma dificuldade ainda maior. A equipe do São Paulo foi perfeita".

Confira, abaixo, outros trechos da entrevista coletiva de Hernán Crespo no Morumbi:

48 horas de descanso entre jogos: "É sempre uma situação difícil com esse calendário, mas há predisposição dos jogadores e isso é muito importante. Vamos testar os jogadores para enfrentar o Guarani, mas vamos pensar nesse jogo a partir de amanhã".

Atuações de Léo e Reinaldo: "Léo está jogando num nível ótimo, o Rei também. É melhor deixar falar em campo. É evidente que estão jogando ótimo futebol. Acho que uma mínima palavra é pouco. Eles demonstraram ainda que não só ofensivamente, mas defensivamente também, contra um rival duríssimo, duríssimo".

Entrada de Luciano: "Decidimos mudar o jogador porque creio que o Luciano poderia dar a nós mais jogo, passando um pouco mais a bola para Daniel e deixando Pablo mais adiantado. A dificuldade é evidente, porque eu devo pensar em tudo quando escolher jogadores. Pablo é um que pega a marca. Perdemos altura com a altura dele, mas é claro que a nível ofensivo, Eder é mais rápido. A cada mudança devemos observar muitas situações, não só a bola".

Luciano e mais dois no ataque: "Eu gosto, acho o time ofensivo interessante. Sinceramente, isso vai acontecer. Luciano e mais dois? Sim, sim, por que não?".

Problemas de Luciano: "Luciano, para mim, é um grandíssimo jogador, que está passando um momento difícil particular. Nesse momento, evidentemente, fisicamente, está sentindo. Nós, adiante, estamos todos juntos para ficar perto dele nessa situação. Depois, pensamos no futebol. Primeiro é a pessoa. Nesse momento, o Luciano está em um momento difícil, veremos o que acontecerá amanhã quando o doutor vir a sua coxa".

Falar português: "É muito difícil, porque eu posso falar espanhol com o Dani, com o Rojas, falar italiano com o Eder e depois aprender português para falar com todos. É questão de respeito, respeito com o país que estou, questão de respeito com as pessoas. Estou aqui e, além disso, culturalmente, eu gosto de aprender".

Dificuldades no português: "O mais difícil é porque fiz confusão entre italiano, espanhol e português. Português é um mix das duas línguas. Para mim, é difícil, porque falo todos os dias com as minhas filhas em italiano e falo com os meus colaboradores em espanhol. Depois, devo falar em português. Eu faço confusão, mas com calma, eu chego uma hora. Em um mês, dois meses, com um pouco de tempo, vamos falar melhor".



Daniel Alves como lateral direito: "Independentemente de ser Igor ou Daniel, acho que veremos. A dinâmica de jogo quem vai escolher é o Dani. Igor Vinícius não estava bem e Rodrigo Nestor teve um probleminha. A identidade e a vontade do time são importantes. Para mim, é impressionante. Eu disse isso aos jogadores. Os jogadores merecem um aplauso por tudo isso que estão fazendo, pelo menos comigo aqui".

Hernán Crespo, trabalho, antecessor, São Paulo

VEJA TAMBÉM: SPFC enfrenta o Racing na Argentina para manter liderança na Libertadores

CONFIRA:
FPF define horário do Majestoso deste domingo na Neo Química Arena














Avalie esta notícia: 33 4

Comentários (13)

13/04/2021 14:01:37 DonPedrito

A saída suicida ainda continua, até quando Crespo?

13/04/2021 13:55:09 oimperio

Gostei da entrevista dele ontem. Humilde, como disseram os amigos aqui, mas apresentando um bom "entendível" português em pouco tempo de Brasil. Que o esforço dele continue contagiando os caras em campo. Ganhar ou perder é do Jogo, mas o SPFC não pode mais admitir, apatia, corpo mole, preguiça e pouco caso com a instituição que paga seu salário.

13/04/2021 13:52:13 Luiz Lannes

Se vc Crespo tem essa pretensão de seguir bo trabalho feito pelo diniz então vou te dizer esqueça, foi esse o motivo dele ser substituído, e aquela daida suicida muda logo

13/04/2021 11:48:35 Sergio Gandini

Crespo demonstrou humildade, Diniz disputou 05campeonatos e perdeu todos, demonstrando falta de conhecimento na escalação, na substituição e no momento errado. Diniz não deixou legado nenhum.

13/04/2021 11:04:27 Bode Preto

Ai o colega la em baixo que "DINIZ E UM BOM TECNICO, QUE COM TEM PO SERA UM DOS MELHORES". Mas acho que esse tempo ta grande demais pro Diniz se adaptar ao futebol atual no estilo de jogo dele. Negocio, bola na zaga apertou isola sem nada de toque louco!!! Diniz foi tarde !!!!

13/04/2021 11:03:46 Dj Allee

Humildade que fala. Realmente o trabalho era muuto bom, porem sempre perdemos e detalhes bobo que agora ele deve esta corrigindo. Acho que esse ano vai. Foda que bem capaz mesmo deste cara ir pra seleção. Vou torcer pra Marcelo galhardo. Porque pelo que estou vendo esse hernan crespo é bom mesmo. E vindo os titulo. Tem que ficar no minimo uns 3 anos

13/04/2021 10:59:11 Ederval Jose. Cardoso Vieira

Humilde e inteligente, pois em todos esses anos quê estamos nessa draga sem títulos, aproveitar e aperfeiçoar o trabalho deixado por seu antecessor, parabéns Mister Crespo, só um detalhe escute os conselhos do Mestre Muricy que você vai se tornar um dos maiores técnicos da história do SPFC e um dos maiores do mundo. Parabéns.

13/04/2021 10:27:34 RobertRedford

Diniz tem uma qualidade no seu estilo que poucos conseguem, o toque de bola e tabelas rápidas perto da área de ataque. O problema dele é que ele é extremista demais, os toques de bola na defesa matavam o seu esquema, sem contar com a falta de variações táticas, o Crespo agradece mesmo, assim como Thiago Nunes agradeceu também, é meio óbvio, mas parece que todo técnico consegue ver o que deve ser corrigido defensivamente na tática do Diniz e fazer sucesso, só o próprio Diniz não enxergou isso. Por isso sempre vai ser limitado até admitir que jogar daquela forma é um erro.

13/04/2021 10:05:01 João Salles Salles

Parabéns Crespo, pela sua humildade, mas esquece esse cara, ele é perdedor NATO, rei das eliminações.

13/04/2021 09:34:31 Yoichiro Ichijo

Humilde... mas nao tem nada a ver com aquele time previsivel. Troca passe na defesa e se toma gol tira zagueiro e vai no tudo ou nada. Taticamente Diniz era ridiculo, sem repertorio e sem uma jogada de velocidade. Nao tivemos 1 gol de contraataque.

13/04/2021 09:30:12 Fernando Fabbri

Bonito ver a humildade desse cara, nao seria surpresa se um dia ele for chamado pra treinar a seleção da Argentina...

13/04/2021 09:22:58 Fabiano Ribeiro

Avisa ai pro crespo que o diniz foi eliminado de tudo que disputou crespo vai pelo diniz nao

bronze
13/04/2021 09:04:21 2015_spfc

Humildade em pessoa.

Eu, já não tolero essas dinizetes. O cara só foi humilde. Muito diferente do jumento que se comparava com o Klopp, mesmo sem ter ganhado nada.

O Crespo é técnico de verdade. O Diniz é o herdeiro do Papai Joel.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Dom - 17:00 - José Maria de Campos Maia -
    Mirassol
    Mirassol
    São Paulo
    São Paulo

    Último jogo - Libertadores

    Qui - 21:00 -
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 0
    X
    Rentistas
    Rentistas
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
07/05/2021 05:15:10