Aos gritos de Barcelona japonês, Kashiwa vira sensação na Copinha
publicidade

Aos gritos de 'Barcelona japonês', Kashiwa vira sensação na Copinha

Xodó da torcida em Barueri, equipe se destaca pelo futebol envolvente, fecha primeira fase na competição sem nenhuma derrota e pode avançar no torneio

0 0 0 0
Oshima é um dos destaques do Kashiwa Reysol na Copa São Paulo de Futebol Júnior (Foto: Levi Bianco / Ag. Estado)

A Copa São Paulo de Futebol Júnior termina somente no dia 25 de janeiro, mas uma equipe já foi eleita pelos torcedores como a sensação do torneio desta temporada. A convite do patrocinador da competição, o japonês Kashiwa Reysol desembarcou no Brasil e não decepcionou. Muito pelo
contrario. O ótimo futebol apresentado nas três rodadas do Grupo W contagiaram a torcida que compareceu à Arena Barueri.

Na última quinta-feira, a vitória por 5 a 1 diante do Auto Esporte, da Paraíba, fez com que o time japonês encerrasse sua participação na primeira fase com sete pontos - duas vitórias, um empate e nenhuma derrota. Além da boa campanha, os atletas ouviram da arquibancada diversos gritos de olé e até um coro de "1, 2, 3, Barcelona japonês".

- Não tem como chegar perto de um time como o Barcelona, que tem Messi e Neymar. Mas tentamos chegar um pouco mais próximo para desenvolvermos esse futebol - disse o técnico Takahiro Shimotaira.

Surpresa para os brasileiros no torneio, o Kashiwa Reysol terminou empatado na liderança da chave com o poderoso São Paulo, que também na quinta-feira venceu o Barueri por 2 a 0. O Tricolor, que já tem no currículo três títulos da Copinha, levou vantagem no saldo de gols e
avançou diretamente para a próxima fase - os japoneses agora precisam aguardar o fim da rodada, no domingo, para tentar garantir sua vaga entre os seis melhores segundos colocados.

Nas partidas contra São Paulo, Barueri e Auto Esporte, os japoneses chamaram a atenção pelo estilo de jogo tranquilo e bastante técnico. Valorizando a posse de bola, a equipe esbanjou qualidade na troca de passes e nas jogadas de velocidade do setor defensivo. Os grandes
destaques até o momento são o zagueiro Shinnosuke Nakatani e o atacante Koki Oshima.

- A visão do torcedor brasileiro referente ao futebol é muito maior do que em outros lugares. E se o brasileiro está torcendo por nós isso nos deixa muito feliz porque é sinal de que estamos mostrando um futebol que os deixam satisfeitos - afirmou Shimotaira, que revela que
o trabalho em conjunto com o brasileiro Nelsinho Baptista, técnico do time profissional do Kashiwa, é um dos fatores importantes na formação de novos atletas.


Japoneses comemoram um dos gols na goleada por 5 a 1 sobre o Auto Esporte (Foto: Marcos Bezerra/Agência Estado)

- Sempre que dá, nós fazemos um jogo-treino dos profissionais contra a base. Essa comunicação diária que temos com o Nelsinho dá muita força para a equipe - completou.

Empolgados com o bom desempenho do time, os atletas do Kashiwa Reysol receberam a visita do presidente da patrocinadora da equipe no Brasil, além de uma comitiva do consulado japonês em São Paulo depois do jogo contra o Auto Esporte. Nos vestiários, a equipe foi parabenizada pela boa campanha no exterior. Mas engana-se quem acha que eles estão satisfeitos com a classificação.

- O primeiro objetivo é passar de fase. Como ainda não sabemos os resultados dos outros grupos... Se passarmos, quem sabe o objetivo deixe de ser a classificação para ser campeão? - finalizou o treinador.


Jogadores do Kashiwa Reysol no vestiário da Arena Barueri, na última quinta-feira (Foto: Felipe Zito)
VEJA: São Paulo praticamente desiste de Alexandre Pato





CURTA AS VIAGENS COM DESCONTOS ESPECIAIS DA MANDALA TURISMO CLICANDO AQUI!


Avalie esta notícia: 13 6

Comentários (11)

10/01/2014 12:28:40 ThiagoC

Justo o que falta pra gente ate no futebol profissional é a tecnica pura ..

10/01/2014 12:15:45 Fabricio6567a

Os japa são os melhores taticamente na copinha , impressionante a facilidade pra tocarem a bola .

10/01/2014 12:15:40 GustavoM

E tinha uns bunda mole dizendo que eles não ganhariam nenhum jogo e que o time do spfc era ruim por ter empatado com eles..

10/01/2014 12:12:58 Sangranger

"com o poderoso São Paulo" Essa frase cai como uma luva não acham???

10/01/2014 12:07:58 Pirandopira

Traz um japa pro Tricolor..

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.