publicidade

Birner: Vamos esquecer de vez a verdade pré-definida

Já tivemos esta conversa no blog. Quando o assunto é demissão de treinador no meio do campeonato, em regra, temos duas turmas bem distintas.

Uma sai dizendo que o melhor seria a manutenção do trabalho, mesmo sem conhecê-lo direito.

A outra acredita que tudo errado em campo é culpa do técnico, e diante dos resultados insatisfatórios, o correto é trocar o comandante.

Eu acho que cada caso merece avaliação específica.

Os 4 times mais bem posicionados do campeonato, São Paulo, Flamengo, Palmeiras e Internacional trocaram o comandante ao longo da competição.

São Paulo e Flamengo acertaram nas substituições. O Palmeiras, em tese, não. O Internacional até insistiu demais com Tite, porem arriscou muito na escolha de Mário Sérgio.

Galo, Cruzeiro e Avaí, quinto, sexto e sétimo lugares, mantiveram os técnicos no campeonato. No caso destes 3, creio, se demitissem os respectivos treinadores, a posição na classificação seria pior. As diretorias acertaram.

Não há regra sobre demissões dos “professores”, por mais que digam o contrário.

VEJA TAMBÉM
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana
- Zubeldía esclarece sobre proposta do Equador e opinião sobre James Rodríguez


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 4

Comentários (1)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.