publicidade

Rogério Ceni não será denunciado por ofensas

Após expulsão, goleiro acusou o árbitro de perseguição

Rogério Ceni não será denunciado por reclamações ou ofensas ao árbitro em função de sua expulsão no jogo entre Santos e São Paulo. Na ocasião, o goleiro acusou o árbitro Carlos Eugênio Simon de perseguição, fato que foi relatado na súmula do jogo.

No entanto, o procurador-geral do STJD, Paulo Schmitt, não viu infração na fala do goleiro.

- O que ele disse não é nenhuma reclamação ou ofensa, é uma opinião apenas - disse o procurador ao site da Justiça Desportiva.

Sendo assim, o capitão do São Paulo deverá ser denunciado por jogada violenta, pois no choque com Jean, o árbitrou marcou falta de Rogério.

A punição pode chegar a cinco jogo. Rogério já desfalcou o time na vitória sobre o Internacional por 1 a 0, nesta quarta-feira, e pode retornar para o próximo jogo, neste sábado, contra o Barueri, no Morumbi.

VEJA TAMBÉM
- Vai sair? Titular comenta possibilidade de transferência para o Cruzeiro
- Zubeldía reconhece desempenho ruim, justifica time no banco e revela lesão
- Cuiabá surpreende, vence São Paulo e derruba invencibilidade de Zubeldía


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 8 8

Comentários (9)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.