publicidade

São Paulo deixa escapar oportunidade de golear rival e focar no título.

O São Paulo iniciou o ano lutando contra o jejum na Neo Química Arena. No Paulistão, venceu o Corinthians por 2 a 1 e colocou uma pedra no trauma. Neste domingo, pelo Brasileirão, o Tricolor teve chance enorme de vencer mais uma vez o rival, afundá-lo em crise e entrar no G-4. Mas ficou no 2 a 2. O resultado foi frustrante pelo cenário: o São Paulo de Zubeldía é, hoje, um time muito superior ao Corinthians de António Oliveira.

Bem organizado e forte defensivamente, a equipe tricolor tem conseguido se impor contra os rivais. E, ao abrir o placar com três minutos, parecia que atropelaria. Acontece que, fora o gol de Lucas e uma boa finalização de Luciano, o Tricolor foi diminuindo seu ímpeto, viu o Corinthians se mostrar superior em vontade e disposição e, num vacilo coletivo, levou o empate em gol de Igor Coronado. Depois, ao voltar a colocar a bola no chão, chegou ao segundo gol com certa facilidade, em lance de cruzamento de Igor Vinícius. Aí, num vacilo de Luciano, levou o 2 a 2.

– Não foram situações de mano a mano, foram arremates (chutes de fora). Podíamos ter tido controle (da jogada) no primeiro gol? Podíamos. Podíamos ter tirado a bola no segundo? Sim, mas não são situações por defender mal como organização, mas sim de tomada de decisão de segundos. É normal – refletiu Zubeldía em sua entrevista coletiva, sobre o time voltar a ser vazado após cinco jogos.

Há, porém, lições a serem tiradas do empate. Depois de fazer 1 a 0, o São Paulo abdicou de jogar. Dentro da casa do rival, que vive momento de pressão, a equipe poderia ter continuado o seu domínio e buscado uma vantagem maior. Defensivamente, os gols saíram após vacilos individuais. E, no fim, com um a mais, a equipe não soube se aproveitar dos espaços deixados pelo Corinthians.

Zubeldía tentou mexer na equipe com nomes como Michel Araújo, Wellington Rato e Ferreira, mas o time não conseguiu criar muitas chances – exceção à de Michel, que Carlos Miguel pegou. Esperava-se mais do São Paulo no clássico justamente pela expectativa que vem sendo criada por esse elenco. Hoje, é possível olhar para o Tricolor e ver um time que brigará pelas primeiras posições do Brasileirão. Diante disso, a perda de pontos atrapalha a busca pelos altos objetivos da temporada.


VEJA TAMBÉM
- São Paulo redefine postura e aguarda reapresentação de James Rodríguez no clube
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 19 0

Comentários (5)
17/06/2024 11:16:35 Jhonatan Lopes

Alan Franco estava a meses sem tomar gol e era o melhor da zaga, superando arboleda, aí o cara tira ele, aa toma no cu, já está fazendo camada, Diego bosta na esquerda é chamar gol, Jandrei não falhou nos gols, mas Rafael pegava pelo menos uma daquela bolas

17/06/2024 08:35:25 luiz Paveloski

defesa nossa e muito fraca, infelizmente

17/06/2024 08:17:17 Hélio José Osório

Técnico foi mal nas substituições. Colocou Rato sem ritmo só invés de Erick que tem entrado bem. Demorou pra tirar Luciano e colocar Ferreira. Fez três substituições, deixou Luiz Gustavo se arrastando em campo e não colocou Gallopo.

17/06/2024 08:12:33 luiz Paveloski

enquanto tiveer jogando com está defesa, iremos a lugar nenhum principalmente com Diego Costa

17/06/2024 04:17:45 Marcondes Camargo

ferreirinha queimado coloca o rato enferrujado e não coloca o ferreirinha que vem jogando bem técnico está dormindo com a comissão

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.