publicidade

DEVE FICAR? Renovação de Welington no São Paulo: propostas recusadas, incômodos e quebra de confiança.

A "novela" da renovação do lateral-esquerdo Welington segue se arrastando nos bastidores do São Paulo. Segundo apurou a ESPN com diferentes fontes, as dificuldades nas negociações foram geradas por diversos fatores, com o primeiro "capítulo" acontecendo no ano passado - e causando consequências até agora. Tudo começa no início de 2023, quando, de acordo com várias fontes, o Tricolor não registrou o contrato em vigor de Welington no sistema da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Com isso, o vínculo do ala passaria a expirar em 31 de outubro de 2023 - ou seja: após essa data, ele estaria liberado para deixar o Morumbis de graça como agente livre.

Em nota oficial enviada à reportagem (leia completa abaixo), a equipe paulista "refutou com veemência" essa versão. Imagem obtida pela reportagem do termo de rescisão assinado por Welington no processo mostra a data de 31 de outubro de 2023 como final do vínculo do atleta (veja abaixo). Pessoas ouvidas pela reportagem afirmam que, cerca de três meses antes deste "dia D" (31 de outubro), o jogador foi chamado para conversar com o diretor-executivo de futebol do São Paulo, Rui Costa. Na reunião, as partes falaram sobre o tema e acertaram, no dia 26 de julho de 2023, uma extensão de contrato até 31 de dezembro de 2024.

As fontes apontam que todos os termos do contrato anterior foram mantidos, assim como o salário, que não teve qualquer reajuste. A ESPN apurou que, à época, Welington topou ficar por ter relação de grande carinho pelo Tricolor, mesmo estando na reserva de Caio Paulista naquele momento. O lateral entrou para a base do clube em 2013 e passou por todos os estágios até chegar ao profissional.

Na reunião pela extensão do vínculo, porém, ficou acordado com a diretoria são-paulina que a saída de Welington seria facilitada caso ele recebesse alguma proposta para deixar o Morumbis. E foi aí que a trama se aprofundou...

Segundo apuração da reportagem, Welington recebeu não só uma, mas três propostas oficiais. A primeira foi do Besiktas, da Turquia, em 1º de fevereiro: 2,5 milhões de euros fixos, mais 1 milhão de euros em bônus e 20% de uma futura venda. A oferta foi recusada pelo Tricolor. Em seguida, ocorreu investida do Brentford, da Premier League: 4,5 milhões de euros fixos por 70% dos direitos, mais 1 milhão de euros em bônus e 30% de uma futura venda.

No entanto, fontes afirmam que o Tricolor entrou em contato com o atleta e seus representantes quatro horas antes do viagem, através de Rui Costa, e afirmou que eles não deveriam viajar. Com isso, o voo foi "abortado".


VEJA TAMBÉM
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo
- NOVA CHANCE! São Paulo reconsidera volante descartado por Zubeldía e pode receber nova chance


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 13 2

Comentários (3)
13/06/2024 18:20:18 Degi Degi

Enquanto essa diretoria do São Paulo, não dar um basta nessas situações, coloca o rato ou o Márcio Araújo na lateral esquerda e manda esse pereba ir treinar lá em cotia até o fim do contrato

13/06/2024 16:29:36 wilson carlos

finalmente vamos se livrar de mais um pé de rato !

13/06/2024 14:28:39 Sergio Gandini

Cagares e Belomonte não venderam no momento oportuno, agora perdem gratuitamente. Deveria negocia-lo com a Ferroviária..

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.