publicidade

São Paulo enfrenta dificuldades na finalização em novo empate com Zubeldía

O São Paulo chegou ao sétimo jogo sem derrota sob o comando do técnico Luis Zubeldía, mas a noite da última quinta-feira não foi das melhores. O Tricolor empatou em 0 a 0 com o Barcelona de Guayaquil, no Morumbis , e se manteve vivo na briga pela liderança do Grupo B da Conmebol Libertadores, mas o nível de atuação caiu. Com o empate, o São Paulo chegou a 10 pontos e se manteve a três do Talleres, adversário da última rodada da fase de grupos da Libertadores. Os argentinos têm uma vitória e um gol a mais de saldo. Se vencê-los, o Tricolor iguala o número de triunfos e terá melhor saldo de gols. O resultado da última quinta-feira, portanto, não foi tão ruim, apesar, é claro, da insatisfação do torcedor.

O São Paulo esbarrou, contra o Barcelona de Guayaquil, na falta de pontaria de seus atacantes. Apesar de ter criado oportunidades, o Tricolor não conseguiu passar pelo goleiro adversário. Errou o alvo, chegou a assustar, mas não balançou as redes equatorianas. O técnico Luis Zubeldía, por questões físicas, teve de mexer no time titular do São Paulo - isso também impactou na maneira de jogar. André Silva, que vinha atuando pela direita, foi deslocado para o meio e virou centroavante.

Rodrigo Nestor, com uma sobrecarga física por causa da sequência de jogos, e Bobadilla, com risco de agravar um corte que sofreu na perna direita contra o Fluminense, não puderam jogar. Zubeldía, então, escalou o São Paulo com Michel Araujo aberto pela direita e Ferreira pela esquerda. Com nomes e posicionamentos parecidos, o Tricolor já tinha tido dificuldade no primeiro tempo da vitória por 3 a 1 sobre o Cobresal. O gol no Chile, inclusive, saiu justamente quando o treinador do São Paulo inverteu: colocou Ferreira na direita e Michel Araujo na esquerda.

Contra o Barcelona de Guayaquil, a mudança de lados também fez o Tricolor produzir algumas chances no segundo tempo. Mas, mesmo pela direita, Michel Araujo já havia sido perigoso na etapa inicial. Não foi isso que impediu a vitória. O São Paulo teve dificuldade para conseguir furar o bloqueio do Barcelona e concluir em gol as chances que criou. Agora, contra o Talleres, não poderá repetir o mesmo erro se quiser chegar à liderança do Grupo B.


VEJA TAMBÉM
- PRÓXIMO CONFRONTO! Veja o histórico do confronto entre Vasco e São Paulo
- VAI DEFINIR SEU FUTURO! Questionado no Tricolor, possível destaque na Copa América pode definir futuro de meia
- ONDE ASSISTIR: Vasco x São Paulo pelo Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 11 2

Comentários (5)
17/05/2024 20:31:54 Eduardo Aurelio

JUAN INIMIGO DO GOL

17/05/2024 19:41:59 Sergio Gandini

faço minha tuas palavras Ozias Bezerra. Ainda parece um catado em campo, as vezes ganhando na individualidade como Calleri e Luciano, está certo que o Maia faz falta no meio de campo, Lucas jogando o time se torna mais ofensivo e com qualidade..

17/05/2024 19:14:42 iraneide alves silva

a maior dificuldade do SPFC é entrar técnico e sair técnico e continuar jogando, com o Luciano de meia armador, alguém avisa o zubeldia se o jogo de ontem não tiver deixado claro, que esse número nas costas do Luciano é uma tremenda mentira.

17/05/2024 18:30:06 davi marcovitch

Juan é um caso da NASA

17/05/2024 18:18:53 Ozias Bezerra de pula

com gol daquele tamanho eles consegue chutar e cabecear em cima do goleiro, assim o goleiro vira paredão

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.