publicidade

Impacto da saída de clubes da Série B na divisão do dinheiro de TV no Brasileirão

Quatro clubes da Série B planejam deixar Libra e formar novo bloco na LFU.

Quatro clubes da Série B do Campeonato Brasileiro estão próximos de deixar a Libra e formar um novo bloco único dentro da LFU , que compõe os times da Liga Forte Futebol e do Grupo União. A informação foi noticiada pela “Folha de S.Paulo” e confirmada pela ESPN. As equipes em questão são Ituano, Mirassol, Novorizontino e Ponte Preta. Eles ainda não oficializaram a saída da Libra, mas tudo caminha para o rompimento, algo que pode, inclusive, impactar no acordo que os clubes da Série A da liga já fecharam com a Globo por venda de direitos.

Na prática, o quarteto hoje na segunda divisão não fez parte diretamente do acerto da Libra com a emissora carioca, já que se refere apenas à Série A do Brasileiro, de 2025 a 2029. Contudo, há um ponto importante: na prática, a Libra tem oito clubes na Série A hoje, Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Red Bull Bragantino, São Paulo e Vitória. O Corinthians está na Libra, mas não fez parte do acordo; e o Santos, ao contrário, assinou, mas está na Série B.

Duas cláusulas no contrato podem fazer com que a Globo pague menos do que o R$ 1,3 bilhão previstos por ano aos times da Libra. É que, se o Corinthians não assinar a venda de seus direitos com o bloco, há a previsão de um desconto automático de 10%. Caso o bloco não tenha nove clubes na Série A, como é o caso hoje, pode haver ainda um novo decréscimo, de 11%.

No cenário atual, a Libra precisa torcer para que nenhum dos “seus” clubes hoje na Série A seja rebaixado e que o Santos consiga retornar à primeira divisão para 2025. Ou que o Corinthians assine o contrato e também não haja queda para Série B de nenhuma equipe.

Por que Ituano, Mirassol, Novorizontino e Ponte Preta devem deixar a Libra? Há um bastidor importante que antecedeu a saída dos quatro clubes da Libra, que acaba retratando mais um insucesso na tentativa de aproximação entre os diferentes blocos que discutem vendas de direitos de transmissão e a criação de uma liga única no futebol brasileiro.

É que, segundo apurou a ESPN, nas últimas semanas, houve uma aproximação entre a Livemode, agência parceira da LFU, e a Libra com os times da Série B da Libra, o que poderia representar um passo para uma possível união entre as partes – começando pela segunda divisão. Acontece que, dias depois, os quatro clubes do interior de São Paulo optaram pela ruptura e criação de um novo bloco. A reportagem também apurou que há insatisfação entre Ituano, Mirassol, Novorizontino e Ponte com o tratamento que têm recebido na Libra.

Eles reclamam de pouco acesso aos contratos, explicações de valores e até mesmo às mesas de negociações, em uma irritação que foi crescendo. A migração dos clubes para a LFU fará com que esse quarteto receba um empréstimo, que deverá ser quitado até 2027. Os valores não foram revelados. A princípio, não há venda de direitos de transmissão atrelados a essa mudança de lado nos bastidores das discussões por uma liga.


VEJA TAMBÉM
- São Paulo x Talleres: onde assistir, horário, palpites e escalações na Libertadores
- REFORÇO IMPORTANTE! Zubeldía confirma reforço de atacante para a Libertadores
- Vai renovar? São Paulo abre conversas para renovação de Juan e recebe contraproposta


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 11 0

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.