publicidade

São Paulo acionará justiça contra Textor por acusações infundadas no futebol.

São Paulo repudia acusação de manipulação de resultado e aciona departamento jurídico para tratar do caso.

Foto: Lance! O São Paulo rapidamente se manifestou sobre as acusações de John Textor. Sem apresentar provas, o sócio majoritário da SAF do Botafogo afirmou que a derrota tricolor por 5 a 0 para o Palmeiras , em outubro do ano passado, foi manipulada. O empresário explicou que chegou à conclusão através de análises de "grandes especialistas e inteligência artificial". Repudiando a afirmação, o Tricolor classificou o caso como "infundadas acusações" e acionou seu departamento jurídico para cuidar da situação.

Fonte da imagem: Lance!

O São Paulo Futebol Clube tomou conhecimento e repudia veementemente as graves e infundadas acusações de participação de atletas do elenco tricolor em manipulação de resultado feitas pelo dono da SAF Botafogo. Tal afirmação sem nenhum vestígio de prova ataca a idoneidade de jogadores do elenco profissional masculino e a lisura da instituição São Paulo FC em seus 94 anos de história. O clube já acionou seu departamento jurídico, que estudará e tomará as medidas cabíveis na esfera legal - afirma o comunicado do São Paulo, sobre Textor.

O empresário vem acusando de que o Palmeiras teria sido o clube brasileiro mais beneficiado por um esquema de manipulação de resultados nos últimos anos. Entre as partidas do Verdão, Textor também cita um confronto com o Fortaleza, em 2022.

A vitória de 5 a 0 do Palmeiras, que foi o começo de aparentemente uma retomada impossível (e agora histórica) sobre uma equipe do Botafogo que tinha um recorde de pontos do primeiro turno do Brasileirão, após 14 vitórias em 17 jogos, foi manipulada. O jogo entre Palmeiras e São Paulo em outubro de 2023 foi, de acordo com especialistas e inteligência artificial, manipulada por ao menos cinco jogadores do São Paulo. Um total de sete jogadores mostraram desvios anormais em situações cruciais de gols, apesar de que apenas cinco foram julgados de terem ultrapassado limites que deixam claro e convincente a manipulação. É preciso deixar claro que a prova não estabelece motivos, e também não sugere que nenhum clube foi responsável pela manipulação além dos jogadores identificados. O relatório match-fix nível II que prova, após conclusão do match-fix nível III, manipulação da partida em Palmeiras x São Paulo foi enviado ao STJD no fim de 2023, mas o STJD teve uma decisão clara de não investigar mais a fundo. Nomes dos acusados são, e sempre deverão ser, redigidos e não mostrados a uma justiça desportiva. Tamanhas provas devem ser apresentadas apenas para procuradores constitucionais e investigadores governamentais. Eu não tenho intenção de prejudicar os acusados antes de eles conseguirem se proteger.


VEJA TAMBÉM
- Veja como deve ser a escalação do Tricolor contra o Barcelona-EQU
- São Paulo vence Atlético-GO e ganha pela primeira vez no Brasileiro
- Veja como assistir Atlético-GO vs São Paulo ao vivo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 4 0

Comentários (2)
02/04/2024 08:45:30 joel eugenio

vao procurar um treinador que sirva ao inves de perder tempo com Textor vao se fuder corja de sangue sunga

02/04/2024 08:12:11 Para_sempre_tricolor

Chororo sem fim deste aí. O time dele fez a façanha de perder um campeonato ganho e agora atira pra tudo quanto é lado.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.