SPFC completa dez anos sem títulos nacionais, "Pararam um pouco no tempo" diz Muricy
publicidade

SPFC completa dez anos sem títulos nacionais, "Pararam um pouco no tempo" diz Muricy

Veja o que o último técnico campeão brasileiro com o Tricolor diz sobre a fase do time

0 0 0
Muricy Ramalho, agora comentarista do SporTV — Foto: Reprodução SporTV

Exatos dez anos se passaram do último título brasileiro do São Paulo, em 2008. E, nesse período, o Tricolor levantou apenas uma taça, a da Copa Sul-Americana de 2012. Em meio a isso, o clube que era exemplo colecionou fracassos, frustrações e momentos de perigo.



Tricampeão brasileiro com o São Paulo em 2006, 2007 e 2008 e responsável por um dos momentos mais importantes da história do Tricolor, Muricy Ramalho, hoje comentarista do SporTV, analisou:

– Eu acho, sinceramente, que o São Paulo, como ele ganhava muito... Ganhou esses três títulos, foi campeão mundial, da Libertadores... As pessoas se acomodaram, pararam um pouco no tempo.

Naquela vitória por 1 a 0 sobre o Goiás, fora de casa, na última rodada do Brasileirão de 2008, uma das cenas que ficaram para a história foi a de Muricy Ramalho, molhado pela chuva, acenando para o torcedor tricolor que comemorava o tricampeonato nacional. Não imaginavam o que viria depois.

– Quando voltei em 2013 (para livrar o time do rebaixamento), a situação era desesperadora. Deu certo porque eu conhecia muito o São Paulo. Eu sabia onde podia atacar. Tive que tomar atitudes muito difíceis, de afastar jogadores e colocar outros que a diretoria não gostava – lembrou.

– Melhorou um pouco, mas ainda não melhorou o que tem de melhorar. Ou seja, continua mais ou menos parecido. As pessoas um pouco acomodadas – completou Muricy Ramalho.

Qual a solução, Muricy?

Para o ex-técnico do São Paulo e agora comentarista, o São Paulo não pode perder tempo e ficar no mercado atrás apenas de bons jogadores. É preciso buscar os "fora de série", como ele mesmo diz.

– A aposta tem que ser na base, a aposta tem que ser da casa. Você tem que apostar nos meninos da casa, porque eles vão muito bem no juvenil e no juniores, mas você não sabe como vai ser no profissional. Mas trazer jogador de fora pra você apostar não dá mais – opinou o comentarista.

– O São Paulo precisa de títulos e para isso precisa contratar jogadores vencedores, diferentes. Não precisa de muitos, mas tem de fazer a diferença. Infelizmente o São Paulo está contratando apenas bons jogadores. E não pode. Tem de contratar acima da média, porque é grande demais – falou.

Para Muricy Ramalho, "parar no tempo" fez muito mal ao São Paulo, porque os rivais deixaram o clube para trás e o caminho de volta é muito longo:

– O São Paulo começou a viver do passado. Os adversários começaram a ver o que o São Paulo fazia, copiaram e começaram a passar. Aí, quando você vai ver, já era, não tem como. Então vem aquele desespero, toda hora você corre atrás, ai você começa a contratar errado, dá tudo errado.

Dez anos atrás

No dia 7 de dezembro de 2008, o São Paulo venceu o Goiás por 1 a 0, no Distrito Federal, com um gol de Borges, e assegurou seu sexto e último título brasileiro até aqui. Veja o time que jogou:

Rogério Ceni; Rodrigo, André Dias e Miranda; Joilson (Jancarlos), Richarlyson, Hernanes, Hugo e Jorge Wagner; Dagoberto (Bruno) e Borges (André Lima). Técnico: Muricy Ramalho.



Até os dias de hoje

Veja no quadro abaixo, ano a ano, como foram as temporadas do São Paulo depois de 2008:




São Paulo, Muricy, Analisa, Dez, Anos, Títulos, Nacionais




VEJA: Cuca prevê propostas, e Arboleda pode fazer últimos jogos pelo São Paulo


E MAIS:
São Paulo pode ter 3 reforços em duelo com Corinthians; veja provável time







Comentários (10)

07/12/2018 19:10:22 Emerson Correia dos Santos

Marco Aurélio, Muricy e Ceni precisam tomar conta da frente do SP! Junto à Raí... assim voltaremos a brigar por tudo novamente.

07/12/2018 11:43:38 Jesiel santos viana

Mais a galera idosa é quem manda, e nós torcedores ficará sempre nas cordas sendo massacrados pelos adversários.

07/12/2018 10:51:34 Tuor

O Muricy falou o óbvio, mas isso não serve pra esses engravatados... pra começar, o SP não conseguiu aqueles títulos monstros sem um goleiro monstro, pra começar... além disso, sempre teve defesas e meias armadores de alto nível e os atacantes tinham sede de gol... mas nesses 10 últimos anos, só a turma do Ceni, Paulo Miranda, PH Ganso, Lucas, do Osvaldo e Luis Fabiano conseguiu representar condignamente o SPFC, mas depois disso, só fracassos... times fracos e obtusos... e diretorias sem saber o que fazer pelo futebol...

07/12/2018 10:45:02 Le-Alves

O Muricy esta correto. A política de teto salarial do que o são Paulo adota esta fazendo com que o clube não traga os melhores jogadores. Monta-se um elenco apenas para competir e não ganhar.
Temos que recordar que o último título do paulista foi em 2005. São 13 anos...

07/12/2018 10:12:14 Elton Jones Silva Morais

Parou um pouco no tempo NÃO...PAROU TOTALMENTE NO TEMPO !!!!..

07/12/2018 09:21:43 Josy Louzeiro

Mais a culpa não é de Rodrigo Caio não???? Torcida não cobra quem deveria ser cobrado, e aí acaba contribuindo com a desgraça...

Dizem que após a tempestade vem a bonanza , só no Sao Paulo que não !!! Tirando o Lucas e a Sul Américana , Dez longos anos de ostracismo!!

07/12/2018 09:13:14 jose teixeira

Enquanto leco estiver no tricolor pode esquecer..ele tinha que sair..sai fora Leco

07/12/2018 09:05:17 Benedicto marcos f Ff

Corretíssima a colocação do Muricy.Porém, faltou completar seu pensamento:o SP parou no tempo, graças a inércia, omissa, desavergonhada, desonesta e absolutista gestões Juvenal Juvêncio, já morto, Carlos Miguel Aidar, que apesar de curta foi extremamente danosa ao clube e, principalmente, ao sacripanta Carlos Augusto de Barros e Silva, este, por sinal, além de reunir as "qualidades" já citadas (omissão, inércia etc.), agora mostrou-se megalomaníaco ao criar um departamento de basquete, completamente fora de propósito, quando, na verdade, não fortalece o combalido elenco futebol com contratações de grande porte;pelo contrário, contrata jogadores "baratos", paga salários considerados baixos, afundando cada vez mais o tricolor.A persistir esse estado de coisas, continuaremos sendo o décimo segundo clube no ranking da CBF, enquanto nós, torcedores, prosseguiremos sendo alvo das mais variadas humilhações.Uma vergonha!

07/12/2018 09:03:03 mundial2005tricolor

Triste demais, que este ano seja diferente

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.