publicidade

Preocupado com duelo contra o Botafogo, Ceni descarta ajuda do Corinthians ao Fla

Capitão do São Paulo comenta sobre a reta final do Campeonato Brasileiro, confia em julgamentos do STJD e ignora arbitragem

Com chances reais de levantar pela quarta vez seguida o título do Campeonato Brasileiro, a três rodada do fim da competição Rogério Ceni está apreensivo com a partida contra o Botafogo, que será disputada no próximo domingo. No entanto, apesar da preocupação com o duelo do Engenhão, na noite desta segunda-feira, no Morumbi, o capitão do Tricolor fez questão de prestigiar um jogo festivo de ex-jogadores. Ele dará o pontapé inicial na partida, que, além de contar com ex-atletas, terá a participação de alguns funcionários de empresas que disputaram um torneio organizado pela Fundação Gol de Letra, entidade beneficente criada há dez anos por Raí e Leonardo, outros ídolos do Tricolor Paulista.

- Eu sempre participo e jogo nesse evento porque acho bacana e sempre que puder eu vou prestigiar porque é muito importante esse trabalho e não custa nada ceder nossa imagem. Não joguei porque, depois da lesão que sofri, é bom evitar. Estamos na reta final e, então, poupei todos de me ver jogando na linha – brincou Ceni.

À vontade, em uma rápida conversa com os jornalistas, o goleiro não fugiu de nenhuma pergunta: contou por que está preocupado com o jogo de domingo, comparou as chances do Tricolor com as do vice-líder Flamengo, garantiu não estar preocupado com a arbitragem do Brasileirão e confia no profissionalismo dos jogadores do rival Corinthians, que enfrentam o carioca postulante ao título na penúltima rodada do campeonato.



Confira a seguir o que o capitão do São Paulo falou sobre a reta final do Brasileirão.


Duelo com o Botafogo
- Nós temos que entrar muito concentrados porque vai ser o jogo mais difícil da rodada. É o único jogo em que as duas equipes precisam muito vencer: brigamos pelo título e eles ficarão em situação complicada na briga contra o rebaixamento, se perderem. Até tem o jogo do Atlético-MG (contra o Inter), mas o nosso é o mais difícil mesmo.

A maior ameaça

- O Flamengo tem a vantagem de jogar duas vezes em casa e ainda vai enfrentar três adversários (Goiás, Corinthians e Grêmio) que não têm muito com o que se entusiasmar. E nós, além do Botafogo, temos mais um jogo fora (contra o Goiás, pela 35ª rodada).

Acredita que o Corinthians vá facilitar para o Flamengo?

- Eu não faria isso, então não acredito. Nessa hora o lado profissional fala mais alto. Nós vencemos o Juventus no Paulistão (de 2004, o que evitou a queda do rival), ajudamos o Corinthians e na hora nem passou pela nossa cabeça facilitar para o adversário. Em campo existe profissionalismo. Mas o Flamengo pode vencer por seus méritos e não porque o Corinthians facilitou. Mas tomara que o Corinthians seja melhor e possa vencer.

E a perda do mando contra o Sport, em razão da invasão de um torcedor no Morumbi?



- Eu não sei dizer como prejudica. Tem um prejuízo financeiro porque não existe outro estádio do tamanho do Morumbi para a gente jogar, mas não tenho a noção de quanto se perde. O torcedor local vai perder. Mas o departamento jurídico já recorreu, cabe recurso e acredito que vamos recuperar o mando. Não é possível que só a gente perca o mando de campo. Mas agora eu quero pensa só no Botafogo.

Também nos bastidores, existe a chance de perder jogadores no STJD ( Jean, Borges e Dagoberto serão julgados pela expulsão contra o Grêmio nesta quarta, e André Dias e Hugo podem ser denunciados ).


- Espero que os julgadores sejam justos e que o resultado seja eficiente para ficarmos com o maior número possível de jogadores disponíveis porque vai ser importante. Espero também que o nosso departamento médico consiga liberar todo mundo porque quanto mais gente melhor para ajudar. (Nota da redação: Zé Luís e Rodrigo estão no estaleiro, mas têm chance de ficarem aptos já para o confronto diante do Botafogo)



E a arbitragem, preocupa?


- Não. Na última partida, contra o Vitória, o (Leandro Pedro) Vuaden fez uma excelente arbitragem. No jogo do Flamengo (triunfo sobre o Náutico), o juiz (Sandro Meira Ricci) também foi bem. Não estou preocupado com isso.

VEJA TAMBÉM
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana
- Zubeldía esclarece sobre proposta do Equador e opinião sobre James Rodríguez


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 5

Comentários (5)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.