publicidade

Mais um confronto assustador entre São Paulo e Corinthians: o fantasma de António.

Rojas, do Corinthians, e Alisson, do São Paulo, brigam pela bola em jogo do Campeonato Paulista. Imagem: Leonardo Lima/AGIF São Paulo e Corinthians se encontram neste domingo (16), na Neo Química Arena, em momentos distintos, e o Majestoso pode ter reflexos que extrapolam as quatro linhas. Enquanto Luis Zubeldía surfa a onda da invencibilidade no Tricolor, António Oliveira oscila e pode ser mais uma vítima do clássico mais "mortal" aos treinadores alvinegros. Em meio à crise nos bastidores e resultados aquém do esperado em campo, a diretoria corintiana colocou Fábio Carille, que está no Santos, no radar. A avaliação sobre o trabalho do atual treinador não é nova, mas ganha cada vez mais corpo em meio aos tropeços. O São Paulo desembarca para a partida tendo o favoritismo ao seu lado. A equipe do MorumBis tem a chance de ampliar a turbulência no rival. O Tricolor é o clube que mais causou demissões de treinadores do Corinthians: desde 1930, foram 15 na história do clássico. No caminho inverso, foram cinco desligamentos. O período com maior número de quedas foi o dos anos 2000. Foram seis, com Júnior (2003), Juninho Fonseca (2004), Tite (2005), Daniel Passarella (2005), Antônio Lopes (2006) e Ademar Braga (2006).

Rojas, do Corinthians, e Alisson, do São Paulo, brigam pela bola em jogo do Campeonato Paulista
Imagem: Leonardo Lima/AGIF

Carille, que vem de quatro derrotas seguidas no Santos, esteve recentemente na mira do Corinthians. De acordo com Samir Carvalho, colunista do UOL, o treinador multicampeão no alvinegro entrou na pauta quando António Oliveira correu riscos antes da vitória sobre o Fluminense, por 3 a 0, ainda no dia 28 de abril. Caso o Corinthians perdesse aquele confronto, a diretoria enviaria a proposta oficial ao seu ex-comandante. Zubeldía, por outro lado, caminha para se consolidar no São Paulo. O treinador argentino tem 11 jogos à frente do Tricolor, com oito empates e três empates. O Corinthians se encontra em crise, e até mesmo o impeachment do presidente Augusto Melo é debatido. As últimas semanas foram conturbadas, com rescisão de patrocinador e saída de dirigentes diante de uma investigação envolvendo "laranja". Com seis pontos, o Timão se encontra próximo à zona de rebaixamento do Brasileirão. Uma derrota no Majestoso pode representar novas mudanças no clube. O São Paulo está invicto com Zubeldía e ocupa a parte superior da tabela. O time busca o triunfo na tentativa de voltar ao G4 da competição. O treinador ainda busca a melhor formação. A posição de Lucas e a função de Luciano despertam discussões, mas os resultados dão a tranquilidade necessária para o argentino trabalhar sem pressão.

Fábio Carille, técnico do Santos, durante jogo contra o Operário-PR
Imagem: Joao Vitor Rezende Borba/AGIF

No Corinthians, as demissões de treinadores após o Majestoso foram de Joseph Tiger (1944), Alcides Aguiar (1946), Rato (1954), Osvaldo Brandão (1957), João Lima (1961), Dino Sani (1970), Dino Sani (1975) - segunda vez, Julinho (1981), Cilinho (1991), Júnior (2003), Juninho Fonseca (2004), Tite (2005), Daniel Passarella (2005), Antônio Lopes (2006) e Ademar Braga (2006). No São Paulo, as demissões foram de Ignaz Amsel (1938), Carlos Alberto Silva (1990), Nelsinho Baptista (2002), Ney Franco (2012) e Diego Aguirre (2018).


VEJA TAMBÉM
- Marcos Antônio acerta com o São Paulo e almeja Seleção Brasileira
- CHAPÉU NO RIVAL? São Paulo negocia com craque do futebol europeu que está na mira do Flamengo
- A CAMINHO DO RIVAL! Com a autorização do presidente, Santos aprova contratação de ex-São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 0

Comentários (2)
16/06/2024 12:16:22 Jessé Luiz Ferreira

não dá pra ter do desse timeco agora e a hora de descontar aquele 6 a 1 que levemos

16/06/2024 08:06:45 Nilson Almeida Delphino

o São Paulo precisa ter cabeça no lugar hj, e ser objetivo no jogo tiver oportunidade tem que fazer gols e matar o jogo

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.