publicidade

Acusação de Textor sobre manipulação no Brasileirão é Alvo de Piadas

A publicação de John Textor, dizendo ter evidências de manipulação de resultados em jogos do Palmeiras no Campeonato Brasileiro, não mudou a percepção do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) sobre o que diz o dono da SAF do Botafogo. Segundo apurou a ESPN com membros do tribunal, nada que o norte-americano tenha mostrado até agora leva a crer em qualquer tipo de irregularidade envolvendo partidas da Série A. Na segunda-feira (1), Textor citou especificamente jogos do Palmeiras contra Fortaleza e São Paulo. A visão nos bastidores do STJD é que Textor está apenas “jogando para a torcida”. Uma definição com base nos relatórios que o dirigente já apresentou, da empresa “Good Game”, que apontam, na visão da companhia, erros que seriam suspeitos a favor do Palmeiras em alguns jogos. Acontece que o relatório sozinho não prova nada no entendimento dos magistrados.

“Esses relatórios que ele está se baseando são ridículos. O maior feito da empresa foi analisar partida de handebol. O próprio dono da empresa já deu entrevista no Brasil informando que não bastam os relatórios, e sim mais provas”, disse um membro do STJD à reportagem. A comparação que pessoas ligadas à corte esportiva fazem são com relatórios da empresa Sportradar, parceira da CBF e que já foi usada em processos recentes no STJD.

A Sportradar trabalha com mais de 900 casas de apostas online e foca em movimentações suspeitas. Dinheiro alto colocado em um resultado específico, por vezes improvável, que acaba acontecendo, levanta uma bandeira vermelha. Só então o jogo é analisado mais à fundo. Ainda assim, todos casos que acabaram julgados pelo STJD envolvendo manipulação de resultados nunca consideraram apenas esse relatório, mas também outras evidências de irregularidades. É algo que o tribunal até aqui não viu Textor apresentar em nenhum momento.


VEJA TAMBÉM
- Veja como deve ser a escalação do Tricolor contra o Barcelona-EQU
- São Paulo vence Atlético-GO e ganha pela primeira vez no Brasileiro
- Veja como assistir Atlético-GO vs São Paulo ao vivo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 10 0

Comentários (7)
02/04/2024 21:53:31 Carlos Gomes

sobre o Jhon Textor ,eu acredito que ele tenha algo sim na manga pra ser esse cara desaforado acusando todo mundo ,acredito que ele só está esperando ter mais repercussão no assunto ea federal bater na porta pra ele jogar a merda no ventilador.

bronze
02/04/2024 16:05:19 TS

Acho que o Juan foi comprado pra todo jogo fazer aquelas cagadas que costuma fazer. Só pode ser!

02/04/2024 13:26:41 Celso Fonseca

isso tem que ser apurado com muito rigor e exigir provas. Não pode deixar um estrangeiro macular o nome do SP

bronze
02/04/2024 13:22:39 RobertRedford

Gui Forta, leu direito? Só um relatório de uma empresa não é e nem deveria ser considerado prova. São indícios, mas cadê o dinheiro na conta do jogador? Cadê as conversas de WhatsApp? Isso São provas, se o texto tiver isso tudo bem, aí sim!

02/04/2024 12:39:45 Shreder

Então que seja Daniel, se o Textor não tiver provas e tiver somente conspirando para justificar um campeonato que foi derrotado que seja banido do futebol brasileiro, pq este tipo de notícia falsa também cria manipulação! E tem que ser mto engenhoso achar que o São Paulo venderia uma derrota para maior rival por 5X0, pq não por 1x0? Pq não vender o jogo para Flamengo ou outro time mais rico que disputava título? É um negócio totalmente sem nexo vindo de um cara que toda derrota cria conspirações sem provar nada a mto tempo!

02/04/2024 12:39:42 GuiForta

Concordo com o cara abaixo. O Brasileiro passa a vida falando que o campeonato foi roubado. Ai vem um cara e diz que tem provas, do nada o Brasil inteiro acha engraçado.

02/04/2024 11:43:37 Daniel Fehr

Se reclama todo dia de erros em arbitragem e manipulação. Quando alguém diz ter provas o pessoal se apressa em negar e ridicularizar. Eu olharia antes o que ele tem para mostrar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.