publicidade

ANÁLISE: Derrota diante do Fortaleza deixa lição ao São Paulo para a final da Copa do Brasil

ANÁLISE: Derrota diante do Fortaleza deixa lição ao São Paulo para a final da Copa do Brasil

Para sair campeão no domingo, Tricolor precisa minimizar erros diante do Flamengo

21 2023 - 09h02
Compartilhar
Exibir comentários

Antes do jogo de ida da final da Copa do Brasil, o técnico Dorival Júnior afirmou que não é fácil para o São Paulo 'virar a chavinha' entre diferentes competições. É por isso que, normalmente, partidas marcadas entre dois confrontos de mata-mata acabam por ser minimizadas por torcedores e jogadores envolvidos.

Entretanto, este não é o caso da derrota do Tricolor por 2 a 1 diante do Fortaleza, pelo Brasileirão. Isso porque a partida deixa uma importante lição para o segundo jogo da final da Copa do Brasil diante do Flamengo , marcado para o domingo: no futebol, a eficácia (resultado) de um ataque é tão importante quanto a eficiência (execução) dele.

Notícias relacionadas
São Paulo chega ao Rio; veja os relacionados e provável escalação
São Paulo encerra preparação para confronto contra o Fortaleza
São Paulo x Fortaleza: retrospecto, prováveis escalações, arbitragem, onde assistir e palpites

Diante do Leão, o São Paulo criou boas chances de gol. Pressionou o adversário e fez do goleiro adversário, João Ricardo, o melhor em campo. Além das defesas, foram duas bolas na trave (uma com Luan e outra com James Rodríguez) e um pênalti desperdiçado (também por James Rodríguez), Números do site 'Sofascore' apontam que o time de Dorival Júnior finalizou 17 vezes no jogo.

Indo além das estatísticas, o Tricolor controlou a partida da forma que mais gosta: com posse de bola, se movimentando bastante e trocando passes pelo meio do campo. Por conta da boa execução das ideias, alguns jogadores se destacaram mesmo neste contexto, como Gabriel Neves (muito inteligente na ocupação de espaços), Welington (sempre uma ótima opção no ataque) e até mesmo Luan (bastante intenso no meio-campo).

Convenhamos que, às vésperas daquela que foi classificada como 'a final da vida do São Paulo' pelo próprio Dorival Júnior, saber que o time está bem organizado e o elenco reserva oferece boas soluções é uma ótima notícia.

No entanto, os gols perdidos servem para lembrar que a vantagem do jogo de ida, embora importante, ainda é magra. Um adversário qualificado, como é o Flamengo, não costuma perdoar quem não guarda as chances de gol que cria. Assim, a vantagem que o São Paulo possui hoje pode virar pó em questão de minutos.

O Tricolor está um passo de conquistar o título inédito. Geralmente, jogos como este contra o Fortaleza costumam trazer mais problemas que soluções. Com um treinador experiente - e competente - como Dorival no comando, o São Paulo tem tudo para transformar a derrota da quarta-feira em aprendizado para a grande decisão do domingo.

+ Os melhores conteúdos no seu e-mail gratuitamente. Escolha a sua Newsletter favorita do Terra. Clique aqui!

Compartilhar

VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 0

Comentários (2)
21/09/2023 15:22:39 Nelson Galhardo

se posse de bola ganhasse jogo o São Paulo estava em primeiro lugar , mais prá ganhar tem que fazer gols saudade de Serginho Chulapa,Careca, Luisão, Toninho Guerreiro, Pedro Rocha,Luis Fabiano, tá bom estes.

21/09/2023 09:46:35 Ozias Bezerra de pula

lição do que, foi mais falta de sorte essa derota do que outra coisa, e o time de domingo não tem nada a ver com esse

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.