publicidade

O time de várzea com 110 anos que desafia uma multinacional para continuar vivo em São Paulo

A grama cresce disforme no campo de terra batida. Faz tempo que ninguém joga bola ali. Os vestiários estão vazios, pois tudo foi retirado às pressas antes da reintegração de posse. A quadra está silenciosa. E a sala de troféus, às escuras.

No portão de entrada, o cadeado avisa que ninguém entra e ninguém sai. Um clube tradicional da várzea paulistana está fechado até segunda ordem e luta para sobreviver.

Santa Marina A.C: a reintegração de posse que ameaça a existência do clube centenário em SP

É o Santa Marina Atlético Clube, fundado em 1913 por operários de uma fábrica de vidro. Desde os anos de 1940 ele existe no mesmo lugar, no bairro da Água Branca, a menos de um quilômetro dos centros de treinamentos de Palmeiras e São Paulo. Agora, o terreno virou uma disputa judicial.

O clube está fechado por tempo indeterminado. São três meses assim, desde que a Justiça aceitou o pedido do Grupo Saint-Gobain e determinou a reintegração de posse . Do portão para dentro, tudo tem de ser preservado até que haja uma decisão definitiva.

– Está sendo muito ruim, muito difícil mesmo. O clube era um ponto de encontro que as famílias tinham, e agora não têm mais. O tempo vai passando, e a gente vai desanimando. Até problemas de saúde eu passei a ter – contou Francisco Ingegnere, presidente do Santa Marina AC.

Leia também + Como time da quarta divisão sobrevive em região cara de SP + Final de várzea reuniu 30 mil e carrasco do Palmeiras no Allianz

Clube está fechado há três meses e sem previsão ou certeza de que um dia vai reabrir — Foto: Arthur Sandes

Clube está fechado há três meses e sem previsão ou certeza de que um dia vai reabrir — Foto: Arthur Sandes

Ingegnere representa a quarta geração de uma família que sempre trabalhou na Vidraria Santa Marina. Por décadas, a fábrica, o clube e a vila operária dividiram o mesmo espaço, algo comum no desenvolvimento industrial e esportivo da cidade no Século XX.

Foram décadas de competições em várias modalidades, incluindo atletismo, ciclismo, h de alguma forma as atividades seguirão. A bola vai continuar a rolar...


VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 12 5

Comentários (3)
18/09/2023 20:14:38 delukka luiz

meu pai e o meu tio jogaram no Santa Marina, tenho fotos

bronze
18/09/2023 17:24:02 RousseauSPFC

Aqui no Paraná tem o meu querido Paraná Clube, que está do mesmo jeito kkkkkkkkkkkkkk

18/09/2023 14:36:21 F L G

Não podemos deixar a História do nosso futebol de Várzea acabar por causa de interesses financeiros de uma Multinacional......

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.