publicidade

Dorival revela clima no vestiário, mas freia empolgação: "Satisfação não passa de hoje"

O clima de euforia era geral por parte dos são-paulinos após a vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo , neste domingo, pela ida da final da Copa do Brasil , mas não para o técnico Dorival Júnior. Passada a partida, o comandante tricolor fez questão de frear a empolgação, pelo menos para seus jogadores, que vibraram pelo resultado, mas seguem conscientes de que a missão de conquistar um título inédito é dificílima.

“Graças a Deus foi tudo bem, tranquilo, bem equilibrado. Naturalmente tranquilo pela vitória, mas há o reconhecimento da força da equipe adversária. A satisfação pessoal não passa de hoje. Amanhã estaremos no CT trabalhando para que no meio de semana tenhamos uma equipe competitiva e no fim de semana estejamos preparados para um jogo de grande importância”, afirmou Dorival Júnior.

A eliminação na Copa Sul-Americana e os resultados recentes ruins pelo Campeonato Brasileiro colocaram em dúvida a capacidade de o São Paulo bater o Flamengo, mesmo com o rival atravessando um péssimo momento, com o técnico Jorge Sampaoli na corda bamba. Mas, neste domingo, o Tricolor retomou o futebol que fez com que seus torcedores passassem a lotar o Morumbi toda partida.

“Não tem preço repetir em campo tudo o que foi trabalhado, treinado, com a confiança que eles apresentam. Você propõe, o jogador aceita e trabalha para que aquilo se materialize. Ir a campo e confiar no que foi feito desde as avaliações de vídeos até o desenvolvimento dos treinamentos para ter atuação com a segurança que tivemos, pressionando a equipe do Flamengo, que é uma equipe de muitas trocas de passes, infiltrações… são jogadores que podem fazer a diferença a qualquer instante. Por isso que, para nós, foi altamente positivo. Teremos que ter um algo a mais para o jogo seguinte”, prosseguiu.

Dorival Júnior pode ser o primeiro técnico da história do futebol brasileiro a conquistar por dois anos consecutivos a Copa do Brasil por duas equipes diferentes. Mano Menezes foi bicampeão do torneio em 2017 e 2018, mas em ambas as oportunidades à frente do Cruzeiro.

“Acho que o trabalho foi intenso e muito bem realizado por todos. Agora, é apenas a primeira metade de um jogo de 180 minutos, não podemos esquecer quem está do lado de lá. Conheço esse grupo, sei da qualidade dele e teremos que alcançar muito mais se quisermos conquistar o título no Morumbi”, concluiu.

Deixe seu comentário

VEJA TAMBÉM
- Provável escalação do São Paulo para enfrentar o Internacional no Brasileirão
- São Paulo Mantém postura firme e exige pagamento da multa por Galoppo
- SECA DE GOLS! Atacante atravessa fase difícil sob comando de Zubeldía no São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 14 0

Comentários (1)
17/09/2023 20:01:31 A L

É isso ai Dorival, temos que manter o respeito sim pq o Flamengo é um timaço sim, estão mal agora mas é um time candidato a tudo que disputar se jogar bola, tricolor tem que entrar focado, com os pés no chão como disse o Rafinha, não vai ser fácil mesmo, mas podemos chegar lá, o importante foi não perder lá e mais ainda levar uma vantagem pra jogar em casa.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.