publicidade

Dorival Júnior solta o verbo após classificação do São Paulo: "É obrigação"

Técnico do Tricolor Paulista tomou susto na Copa do Brasil e cravou mentalidade, confira

Crédito: Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.ne

Crédito: Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.ne

Dorival Júnior chegou ao São Paulo recentemente e propiciou uma grande mudança no elenco e no esquema tático. Ciente sobre a vantagem perdida e a dificuldade para encerrar o jogo, foi questionado pela imprensa sobre qual teria sido a mudança de chave no vestiário.

Os torcedores do Tricolor Paulista sofreram no segundo jogo das oitavas de final da Copa do Brasil. Com uma vantagem de 2ª a 0, o time do Morumbi foi derrotado no seu estádio por 3 a 1 perante mais de 49 mil presentes, e encaminharam a classificação para os pênaltis.

Dorival Júnior foi questionado sobre o vestiário naquele momento e disse: "eu jamais falo com o grupo após uma partida. Seja com vitória, empate ou derrota. Eu apenas faço um comentário muito pequeno, eventualmente, nem sempre. O ambiente não foi o mais agradável. Porém, passamos de fase, estamos num outro momento, entre os oito melhores da Copa do Brasil. Isso tem que ser valorizado. Era jogo de 180 minutos, o São Paulo passou. Com dificuldades, mas passou. Teve outras equipes que tiveram dificuldades e passaram. Podem ter certeza que esses erros não vão voltar a acontecer. Outros pode ser, mas não esses. É tudo o que é obrigação da comissão em momentos como esse. É uma preocupação nossa. Por isso, nunca deixamos de trabalhar".

Dorival Júnior também comentou que, apesar da vantagem de 2 a 0, o elenco havia treinado cobranças de pênaltis, fator que foi fundamental na decisão: "nós trabalhamos, principalmente ontem (31). O jogador tem que ser alertado, tudo pode acontecer. No futebol você se prepara para todas as situações, e mesmo tendo o resultado inicial ao nosso favor, isso aconteceu poderia acabar acontecendo. Fomos felizes, tivemos tranquilidade, o Sport também bateu muito bem, errou apenas uma, ótima defesa. Disse aos jogadores para fazerem o que treinaram, que definissem o canto, porque acreditava que o Rafael pegaria uma ou duas bolas. Ele foi fundamental para nossa classificação".


VEJA TAMBÉM
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo
- São Paulo fez uma sondagem por Luciano Vietto, afirma imprensa argentina
- São Paulo avança às oitavas com vitória sobre Águia-PA graças a Lucas


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 47 1

Comentários (4)
03/06/2023 10:17:52 Marcos Toledo

é preciso fazer contratações quando for liberado pelo menos 4 jogadores com experiência p/ completar o plantel e serem titulares urgente !

02/06/2023 22:48:19 joel eugenio

so mereceu a clasificaçao porque ganhou no recife , esse time ja da pra ver que e pipoqueiro amarelao

02/06/2023 20:17:03 Jose Feitosa

Solte o verbo, mas no próximo jogo, coloque o Alisson no banco, esse cara não joga nada, autêntica enceradeira.

02/06/2023 19:37:16 Sergio Gandini

Foi sofrido, angustiante e acredito que a maioria dos torcedores assistiram o final da Copa do Brasil, mas Rafael e os batedores dos pênaltis acabaram fazendo a diferença. Acredito que o Dorival aprendeu a mexer no time corretamente e quando for necessário e não fazer as substituições de praxe..

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.