publicidade

São Paulo perde de virada para o Sport e vê queda de tabu, recorde e série invicta de Dorival, mas avança na Copa do Brasil nos pênaltis

Tricolor levou o seu maior susto na temporada, foi surpreendido, mas conseguiu se classificar no sufoco

Michel Araujo anotou o único gol do São Paulo no jogo (Foto: Gero Rodrigues/ LancePress!)

Parecia que mesmo assim ia dar. Tanto que Michel Araujo fez um dos gols mais bonitos do clube na temporada. Após um erro da defesa na saída de bola, Luciano recuperou e tabelou com o uruguaio, que ainda deu passe de letra antes de chutar para abrir o marcados.

No final do primeiro tempo, contudo, o Sport fez a leitura do que pretendia o Tricolor. Passou a investir na aceleração, a mexer mais em campo e conseguiu encontrar o caminho das pedras para furar os mandantes, marcando os três dolorosos gols (dois do zagueiro Sabino desviando cobranças de escanteio) que levaram o duelo para as penalidades.

E aí melhor melhor para o São Paulo. Luciano Juba foi o único que perdeu sua cobrança. Resultado que, se para efeito prático pouco resolveram para efeitos de classificação dos visitantes, pelo menos demoliu de vez a chance de Dorival aumentar sua série recorde de invencibilidade e dá uma moral para o clube para a sequência da Segundona. Resta saber como o resultado afeta o Tricolor...

Parecia que mesmo assim ia dar. Tanto que Michel Araujo fez um dos gols mais bonitos do clube na temporada. Após um erro da defesa na saída de bola, Luciano recuperou e tabelou com o uruguaio, que ainda deu passe de letra antes de chutar para abrir o marcados.

No final do primeiro tempo, contudo, o Sport fez a leitura do que pretendia o Tricolor. Passou a investir na aceleração, a mexer mais em campo e conseguiu encontrar o caminho das pedras para furar os mandantes, marcando os três dolorosos gols (dois do zagueiro Sabino desviando cobranças de escanteio) que levaram o duelo para as penalidades.

E aí melhor melhor para o São Paulo. Luciano Juba foi o único que perdeu sua cobrança. Resultado que, se para efeito prático pouco resolveram para efeitos de classificação dos visitantes, pelo menos demoliu de vez a chance de Dorival aumentar sua série recorde de invencibilidade e dá uma moral para o clube para a sequência da Segundona. Resta saber como o resultado afeta o Tricolor...

ENTRE A FOICE E O MARTELO

ENTRE A FOICE E O MARTELO

O São Paulo que foi a campo nesta noite era um time livre, leve e solto. Livre da pressão pelo resultado. Leve o suficiente para cozinhar a bola de maneira espaçada. Solto o bastante para até dar margem para o Sport ter a posse de bola. Mas que não rendia grande perigo.

O São Paulo que foi a campo nesta noite era um time livre, leve e solto. Livre da pressão pelo resultado. Leve o suficiente para cozinhar a bola de maneira espaçada. Solto o bastante para até dar margem para o Sport ter a posse de bola. Mas que não rendia grande perigo.

Quando a comunhão de fatores se une, fica evidente que o Tricolor teria uma noite de boa atuação. Que começou logo aos 2", quando Caio Paulista chegou chutando pelo lado esquerdo e obrigando o goleiro Renan a espalmar. O Sport tentou usar o espaço dado? Tentou. Rendeu algumas chegadas à frente e uma cabeçada perigosa de Rafael Tryere que passou tirando tinta da trave, aos 21".

Quando a comunhão de fatores se une, fica evidente que o Tricolor teria uma noite de boa atuação. Que começou logo aos 2", quando Caio Paulista chegou chutando pelo lado esquerdo e obrigando o goleiro Renan a espalmar. O Sport tentou usar o espaço dado? Tentou. Rendeu algumas chegadas à frente e uma cabeçada perigosa de Rafael Tryere que passou tirando tinta da trave, aos 21".

Mas era pouco para ofuscar a noite são-paulina. Aos 17", Gabriel Neves recebeu passe colocado de Luciano na ponta-direita e fez o cruzamento, que Alisson desviou exigindo outra boa atuação de Renan. Cinco minutos depois, uma boa jogada. Rafinha lançou Calleri dentro da área. O argentino fez o breque na linha de fundo, tirou a marcação, driblou o zagueiro Sabino e viu seu chutar para de novo no goleiro do time pernambucano.

ORDEM E PROGRESSO

Mas era pouco para ofuscar a noite são-paulina. Aos 17", Gabriel Neves recebeu passe colocado de Luciano na ponta-direita e fez o cruzamento, que Alisson desviou exigindo outra boa atuação de Renan. Cinco minutos depois, uma boa jogada. Rafinha lançou Calleri dentro da área. O argentino fez o breque na linha de fundo, tirou a marcação, driblou o zagueiro Sabino e viu seu chutar para de novo no goleiro do time pernambucano.

ORDEM E PROGRESSO

O ritmo tricolor era cadenciado e pausado, digno de quem tem a confiança necessária para definir o jogo quando bem entendesse. Só não poderia esperar que a zaga do Sport quisesse fazer parte do ritmo.

O ritmo tricolor era cadenciado e pausado, digno de quem tem a confiança necessária para definir o jogo quando bem entendesse. Só não poderia esperar que a zaga do Sport quisesse fazer parte do ritmo.

Aos 26", a zaga pernambucana errou feio na saída de bola. E aí veio uma das jogadas mais plásticas deste ano do São Paulo. Luciano recuperou a redonda, tocou curto para Michel Araújo, que devolveu de letra. O camisa 10 devolveu a tabelinha e o uruguaio teve tempo de atropelar a marcação e escolher o canto onde ia bater para abrir o placar e ampliar ainda mais a vantagem numerosa dos mandantes.

Aos 26", a zaga pernambucana errou feio na saída de bola. E aí veio uma das jogadas mais plásticas deste ano do São Paulo. Luciano recuperou a redonda, tocou curto para Michel Araújo, que devolveu de letra. O camisa 10 devolveu a tabelinha e o uruguaio teve tempo de atropelar a marcação e escolher o canto onde ia bater para abrir o placar e ampliar ainda mais a vantagem numerosa dos mandantes.

AO INFINITO. E ALÉM…

AO INFINITO. E ALÉM…

Se já estava difícil com o empate sem gols, ficou ainda mais difícil para o Sport com o tento sofrido. A equipe até chegou mais uma vez, com Fábio Matheus desviando de cabeça uma cobrança de falta e exigindo boa defesa de Rafael.

Se já estava difícil com o empate sem gols, ficou ainda mais difícil para o Sport com o tento sofrido. A equipe até chegou mais uma vez, com Fábio Matheus desviando de cabeça uma cobrança de falta e exigindo boa defesa de Rafael.

Mas foi só. A partir daí foi uma sequência de um samba de uma nota só. O primeiro a danças foi Pablo Maia. Aos 35", Neves, de novo, fez passe enfiado na medida para Calleri, que dominou e encontrou Pablo Maia atrás que, livre de marcação, chutou sobre as metas. Logo em seguida, novamente o Tricolor sufocou a saída do jogo do rubro-negro. Novamente Luciano conseguiu recuperar. Mas desta vez a tabela saiu com Alisson, que chutou de direta e viu a zaga desviar pela linha de fundo.

LEÃO COMEÇOU A RUGIR

Mas foi só. A partir daí foi uma sequência de um samba de uma nota só. O primeiro a danças foi Pablo Maia. Aos 35", Neves, de novo, fez passe enfiado na medida para Calleri, que dominou e encontrou Pablo Maia atrás que, livre de marcação, chutou sobre as metas. Logo em seguida, novamente o Tricolor sufocou a saída do jogo do rubro-negro. Novamente Luciano conseguiu recuperar. Mas desta vez a tabela saiu com Alisson, que chutou de direta e viu a zaga desviar pela linha de fundo.

LEÃO COMEÇOU A RUGIR

Conhecem o ditado de que quem não faz toma? Pois bem, foi o que aconteceu. A vantagem no marcador relaxou o São Paulo. Que trocou a leveza pelo desleixo, desperdiçando a posse de bola e arriscou ofensivamente com jogadas de efeito. O Tricolor acabaria punido.

Conhecem o ditado de que quem não faz toma? Pois bem, foi o que aconteceu. A vantagem no marcador relaxou o São Paulo. Que trocou a leveza pelo desleixo, desperdiçando a posse de bola e arriscou ofensivamente com jogadas de efeito. O Tricolor acabaria punido.

Aos 43", Jorginho receber ótimo passe dentro da área e chutou para Rafael defender. Prenúncio, afinal na jogada seguinte o mesmo Jorginho cobrou o escanteio, Diego Costa afastou, mas Felipinho pegou a sobra e finalizou com força para Rafael defender. O problema é que o rebote ficou limpo para Alisson Cassiano completar às redes e empatar o jogo.

Aos 43", Jorginho receber ótimo passe dentro da área e chutou para Rafael defender. Prenúncio, afinal na jogada seguinte o mesmo Jorginho cobrou o escanteio, Diego Costa afastou, mas Felipinho pegou a sobra e finalizou com força para Rafael defender. O problema é que o rebote ficou limpo para Alisson Cassiano completar às redes e empatar o jogo.

TICO-TICO NO FUBÁ TRICOLOR

TICO-TICO NO FUBÁ TRICOLOR

Pois bem, a dinâmica do São Paulo de manter calma de tentar controlar o jogo pela posse de bola, mantendo os espaços entre as linhas, ruiu de vez no início do segundo tempo. O Sport tratou de colocar velocidade no tempero tricolor. E embaralhou as coisas. Logo aos 5", Luciano Juba cobrou falta no veneno no ângulo esquerdo e obrigou Rafael a se esticar todo para salvar. No lance seguinte, não teve jeito. Jorginho cobrou o escanteio fechado e o zagueirão Sabino subiu sozinho para testar e sacramentar a virada pernambucana.

Pois bem, a dinâmica do São Paulo de manter calma de tentar controlar o jogo pela posse de bola, mantendo os espaços entre as linhas, ruiu de vez no início do segundo tempo. O Sport tratou de colocar velocidade no tempero tricolor. E embaralhou as coisas. Logo aos 5", Luciano Juba cobrou falta no veneno no ângulo esquerdo e obrigou Rafael a se esticar todo para salvar. No lance seguinte, não teve jeito. Jorginho cobrou o escanteio fechado e o zagueirão Sabino subiu sozinho para testar e sacramentar a virada pernambucana.

É HORA DE AMARRAR

É HORA DE AMARRAR

Se a virada obrigava o São Paulo a mexer um pouco no seu estilo de jogo para tentar recuperar os espaços dentro do campo tomados pelo Sport. Aos 22", em jogada individual, Wellington Rato fez bela jogada individual, penetrou na área e finalizou rente à trave.

Se a virada obrigava o São Paulo a mexer um pouco no seu estilo de jogo para tentar recuperar os espaços dentro do campo tomados pelo Sport. Aos 22", em jogada individual, Wellington Rato fez bela jogada individual, penetrou na área e finalizou rente à trave.

Parecia que ia, mas não foi o que aconteceu. Pouco disposto a se arriscar e exigir ainda mais fisicamente do seu grupo, Dorival fechou a casinha. Ocupou os espaços por onde o Sport buscava atacar. Mas restava a bola parada. E foi através dela que veio o milagre. Aos 48", em cobrança de escanteio, Sabino de novo subiu mais toda a zaga e marcou o gol redentor que levou a decisão da vaga para os pênaltis.

PÊNALTIS

Wellington Rato (São Paulo) - GOL - 1 x 0
Sabino (Sport) - GOL - 1 x 1
Beraldo (São Paulo) - GOL - 2 x 1
Luciano Juba (Sport) - DEFENDEU RAFAEL - 2 x 1
Calleri (São Paulo) - GOL - 3 x 1
Alisson Cassiano (Sport) - GOL - 3 x 2
Rafinha (São Paulo) - GOL - 4 x 2
Rafael Thyere (Sport) - GOL - 4 x 3
Pablo Maia (São Paulo) - GOL - 5 x 3

Parecia que ia, mas não foi o que aconteceu. Pouco disposto a se arriscar e exigir ainda mais fisicamente do seu grupo, Dorival fechou a casinha. Ocupou os espaços por onde o Sport buscava atacar. Mas restava a bola parada. E foi através dela que veio o milagre. Aos 48", em cobrança de escanteio, Sabino de novo subiu mais toda a zaga e marcou o gol redentor que levou a decisão da vaga para os pênaltis.

PÊNALTIS

Wellington Rato (São Paulo) - GOL - 1 x 0
Sabino (Sport) - GOL - 1 x 1
Beraldo (São Paulo) - GOL - 2 x 1
Luciano Juba (Sport) - DEFENDEU RAFAEL - 2 x 1
Calleri (São Paulo) - GOL - 3 x 1
Alisson Cassiano (Sport) - GOL - 3 x 2
Rafinha (São Paulo) - GOL - 4 x 2
Rafael Thyere (Sport) - GOL - 4 x 3
Pablo Maia (São Paulo) - GOL - 5 x 3

PRÓXIMOS JOGOS

Os jogos das quartas de final da Copa do Brasil estão marcados para acontecer nas semanas dos dias 5 e 12 de julho. O sorteio dos confrontos acontecerá em breve pela CBF. Enquanto isso, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (4), o São Paulo encara o Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelo Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, mas as 18h30 (de Brasília), o Sport enfrenta o Londrina pela Série B, fora de casa.

PRÓXIMOS JOGOS

Os jogos das quartas de final da Copa do Brasil estão marcados para acontecer nas semanas dos dias 5 e 12 de julho. O sorteio dos confrontos acontecerá em breve pela CBF. Enquanto isso, às 16h (de Brasília) do próximo domingo (4), o São Paulo encara o Grêmio, em Porto Alegre (RS), pelo Campeonato Brasileiro. No mesmo dia, mas as 18h30 (de Brasília), o Sport enfrenta o Londrina pela Série B, fora de casa.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 (5) x (3) 3 SPORT RECIFE
COPA DO BRASIL - JOGO DE VOLTA - OITAVAS DE FINAL


Data e horário: 1/6/2023 (quinta-feira), às 19h30 (de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Auxiliares: Luanderson Lima dos Santos (Fifa-BA) e Thiago Henrique Farinha (RJ)
VAR: Igor Junio Benevenuto (Fifa-MG)
Público e renda: 49.752 presentes/R$ 2.494.311,00
Cartões amarelos: Gabriel Santos (Sport)
GOLS: Michel Araujo aos 26min do 1ºT (1-0), Alisson Cassiano aos 44min do 1ºT (1-1) e Sabino aos 6min do 2ºT (1-2)e aos 48min do 2ºT (1-3)

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Diego Costa (Arboleda, 21/2), Beraldo e Caio; Pablo Maia, Gabriel Neves (Wellington Rato, 20/2) e Michel Araujo (David, 42/2); Alisson (Mpendez, 33/2), Luciano (Marcos Paulo, 20/2) e Calleri
Técnico: Dorival Júnior

SPORT RECIFE: Renan; Eduardo (Kayke, 46/2), Sabino, Rafael Thyere e Felipinho; Alisson Cassiano, Ronaldo Henrique (João Igor, 46/2), Fábio Matheus e Luciano Juba; Jorginho (Gabriel Santos, 20/2) e Fabrício Daniel (Edinho, 19/2)
Técnico: Enderson Moreira

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 (5) x (3) 3 SPORT RECIFE
COPA DO BRASIL - JOGO DE VOLTA - OITAVAS DE FINAL


Data e horário: 1/6/2023 (quinta-feira), às 19h30 (de Brasília)
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ)
Auxiliares: Luanderson Lima dos Santos (Fifa-BA) e Thiago Henrique Farinha (RJ)
VAR: Igor Junio Benevenuto (Fifa-MG)
Público e renda: 49.752 presentes/R$ 2.494.311,00
Cartões amarelos: Gabriel Santos (Sport)
GOLS: Michel Araujo aos 26min do 1ºT (1-0), Alisson Cassiano aos 44min do 1ºT (1-1) e Sabino aos 6min do 2ºT (1-2)e aos 48min do 2ºT (1-3)

SÃO PAULO: Rafael; Rafinha, Diego Costa (Arboleda, 21/2), Beraldo e Caio; Pablo Maia, Gabriel Neves (Wellington Rato, 20/2) e Michel Araujo (David, 42/2); Alisson (Mpendez, 33/2), Luciano (Marcos Paulo, 20/2) e Calleri
Técnico: Dorival Júnior

SPORT RECIFE: Renan; Eduardo (Kayke, 46/2), Sabino, Rafael Thyere e Felipinho; Alisson Cassiano, Ronaldo Henrique (João Igor, 46/2), Fábio Matheus e Luciano Juba; Jorginho (Gabriel Santos, 20/2) e Fabrício Daniel (Edinho, 19/2)
Técnico: Enderson Moreira


VEJA TAMBÉM
- São Paulo avança às oitavas com vitória sobre Águia-PA graças a Lucas
- Provável Escalação do São Paulo para Enfrentar o Águia de Marabá pela Copa do Brasil
- COM APOIO DE CALLERI! São Paulo pode buscar atacante argentino que atuou com Calleri


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 11 2

Comentários (8)
02/06/2023 12:04:13 Náu Fonseca

Vergonhoso! O maior vexame dos últimos tempo. Como pode um time com a grandeza do SP, toma 3 de um time da série B? É triste ver o SP jogar acuado, fazendo cera, se contentando em perder de pouco. É inadimissivel! A torcida não pode se calar, a diretoria e comissão técnica tem dar satisfação ao torcedor. Esses jogadores frouxos, bunda mole, sem alma, sem vergonha na cara, deve ser cobrado com energia. Que não nos esqueçamos da vergonha que passamos ontem.

02/06/2023 10:08:13 Marcos Toledo

tem que reforçar o plantel só assim podemos chegar a comparar com os adversários.

02/06/2023 09:37:00 andresantos_76

Passou no susto hahahahaha Sou São paulino mas achei que ia azedar....

02/06/2023 08:48:10 JACKBRAL

O problema foi o salto alto.

Entrou achando que já estava classificado.
E outra coisa;
Luciano mais uma vez, só dando chilique. Não está jogando nada e ainda quer reclamar quando sai, não tinha nem que entrar.
Coloca no banco umas 8 rodadas, pra aprender um pouquinho de humildade.
Está atrapalhando demais o nosso ataque.

02/06/2023 00:47:35 Jonas Alfredo Silvano

vergonheira isso sim..não merecia passar...agora nas quartas vai leva uma sacola da se jogar assim sem vontade...bom agora n brasileiro começa contra os times de vdd e vcs já vão ver só paulada a partir de agora

01/06/2023 23:54:07 Celso Fonseca

sem cornetagem. o time estava visivelmente cansado 2° tempo e relaxou qdo fez 1x0. depois foram 3 gols de bola parada

01/06/2023 23:04:09 Josenildo Marreiro

hj não não tem time pequeno não. o São Paulo que entrou achando que tava ganho.

01/06/2023 23:00:35 JeanMolinari

Perderam para um time da série B em pleno Morumbi. Parabéns

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.