publicidade

Jogadora do São Paulo critica exclusividade da Globo no Brasileiro Feminino

No Joga Junto, programa do UOL Esporte sobre futebol feminino, a meia Maressa, do São Paulo, criticou o "apagão" de transmissões do Brasileiro Feminino. A TV Globo é detentora dos direitos, mas não faz a transmissão de todas as partidas.

Prejudicadas: "A gente sabe que a emissora que fechou contrato esse ano foi só para ela, ela tem total direito sobre a transmissão dos jogos, ela transmite os jogos que ela quer, mas os clubes são muitos prejudicados. O próprio Avaí/Kindermann conseguiu um grande feito que é ganhar do Corinthians, mas não teve transmissão. A gente por ser um clube grande ainda consegue ter mais jogos transmitidos, mas os clubes menores, quando jogam entre si não tem nenhuma transmissão. Às vezes queremos assistir, analisar o adversário e não conseguimos ter acesso a esses vídeos".

Visibilidade: "É uma forma de fomentar o futebol feminino e deixar ele cada vez mais visto é chegar num acordo de todo mundo conseguir transmitir um pouco dos jogos, porque não tem como ter visibilidade se não mostra o jogo. A gente ontem teve transmitido pelo canal do Paulistão no YouTube, mas pela própria na HBO e TNT. Mostrou nosso jogo em três plataformas diferentes e acho que falta um pouco desse cuidado da CBF com o futebol feminino também".

Consultada, a TV Globo ainda não se manifestou sobre o porquê de não transmitir todos os jogos do Brasileiro Feminino, diferentemente do que acontece com o masculino.

A meia Maressa disse que a estrutura do São Paulo para o futebol feminino melhorou para essa temporada. Ela está no clube desde 2021 e aguarda uma proposta para renovar o contrato.

Esse ano temos um corpo técnico bem mais novo, com metodologia diferente e está trazendo muitas coisas de fora que antes a gente não tinha tanto acesso. Acho que agora está sendo um trabalho muito mais sólido."
Maressa

A meio-campista Maressa opinou sobre a presença de Marta na Copa do Mundo Feminina, que será realizada a partir do próximo mês na Austrália e Nova Zelândia.

Vejo com otimismo. Cada temporada estou conseguindo melhorar minhas dificuldades, estou muito regular então é um objetivo pessoal estar na seleção brasileira. Se eu continuar fazendo meu papel dentro de campo eu posso sim ter minha oportunidade."
Maressa

A meio-campista Maressa opinou sobre a presença de Marta na Copa do Mundo Feminina, que será realizada a partir do próximo mês na Austrália e Nova Zelândia.

Sinceramente acho que o nome pesa muito. Não dá nem para discutir a qualidade que a Marta tem. A gente sabe que ela está voltando de lesão, não sei se chega 100%, mas pode ajudar muito com a experiência porque o time do Brasil é bem novo."
Maressa


VEJA TAMBÉM
- Meia argentino é oferecido ao São Paulo e tem preferência declarada
- Calleri e Rafinha processam empresa dona do jogo FIFA
- Zubeldía reforça torcida por renovação de lateral do São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 12 2

Comentários (2)
26/05/2023 09:29:25 João Carlos Moreira Gomes

Tem gosto pra tudo. Respeito muito o que falou a menina Maressa. Tem opinião. Coisa que muito jogador macho não tem coragem de falar.

25/05/2023 19:38:30 Alcides Anselmo

por mim tô nem aí pra futebol feminino é ainda mulher narrando e mais ruim ainda tô fora

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.