publicidade

Bosco vê contusão como "coisa do futebol" e recebe desculpas

A esperança do goleiro Bosco de finalmente emplacar uma sequência como titular do São Paulo foi atrapalhada por uma nova contusão. No entanto, mesmo com um grande hematoma no rosto em função da fratura de um osso, o atleta preferiu não lamentar a lesão e descartou a tese de que está passando por um período de azar.

"Isso é coisa do futebol. Não posso falar que é azar, porque isso não existe no futebol, que é um esporte de contato e estou sujeito a isso. Vários jogadores já tiveram esse tipo de lesão. Agora, tenho de me recuperar tranquilo e depois ficar à disposição mais uma vez", afirmou o goleiro, no desembarque da delegação tricolor no aeroporto de Congonhas, na tarde desta quinta.

A contusão aconteceu durante o primeiro tempo do empate contra o Internacional, na noite de quarta, em Porto Alegre. Na jogada, Bosco deixou a meta para impedir um chute de Índio, mas acabou levando uma joelhada de André Dias no rosto.

Em função do problema, o goleiro deverá ser submetido a uma cirurgia e pode ficar longe dos gramados por até dois meses. Ou seja, quando o atleta retornar aos jogos, o gol são-paulino já estará sendo novamente defendido por Rogério Ceni, que está na fase final de recuperação de operação no tornozelo e ficará à disposição da comissão técnica em agosto.

Apesar de a lesão ter interrompido sua sequência na equipe, Bosco isentou o colega de culpa na jogada. "Foi um lance duro, eu saí nos pés do André e do Índio. Infelizmente, colidi com o André e não deu tempo de ele evitar o choque. Isso é coisa normal de jogo, acontece toda hora. Algumas situações são mais graves e outras nem tanto. Sofri a fratura, mas os médicos me deixaram tranquilos".

Enquanto o goleiro se mostrou conformado com a situação, André Dias não escondeu o abatimento por ter sido o pivô da lesão do colega. O zagueiro alega que não conseguiu evitar a joelhada no arqueiro.

"Estou bastante triste com essa situação, mas o lance foi muito rápido. Já pedi desculpas para ele várias vezes de lá para cá. Eu poderia ter pulado, mas não consegui e acabei atingindo o rosto dele. Quando eu o vi, já estava muito próximo de mim. Estou chateado, porque é um cara que estava esperando a oportunidade e teria sequência para jogar, mas acabou se machucando", lamentou.

Recentemente, Bosco também sofreu uma contusão no joelho esquerdo, que o manteve longe dos gramados durante dois meses, enquanto Denis foi escalado para uma série de partidas. Agora, o garoto será novamente o titular do Tricolor, pelo menos até o retorno de Ceni.

VEJA TAMBÉM
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana
- Zubeldía esclarece sobre proposta do Equador e opinião sobre James Rodríguez


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 4

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.