publicidade

Justiça determina audiência entre Pedrinho, do São Paulo, e ex-namorada; polícia ainda investiga

Encontro será remoto e é relacionado a ofensas supostamente feitas pelo atleta à garota, que também o acusa de agressão; investigadores ouvem testemunhas

Divulgação

A Justiça de São Paulo determinou a realização de uma audiência preliminar entre Amanda Nunes e o atacante Pedrinho, do São Paulo. Ainda não há uma data, mas ela será feita de forma remota. O jogador ainda não foi notificado sobre a decisão.

A audiência é parte de uma queixa-crime apresentada por Amanda contra o atleta. Ela alega ter sido ofendida por Pedrinho, que também é acusado de agressão – crime que está sob investigação da Polícia Civil.

Será o primeiro encontro, ainda que à distância, entre o atacante e a garota, que no dia 27 de fevereiro registrou boletim de ocorrência contra o são-paulino.

Pedrinho, do São Paulo, durante treino no CT da Barra Funda — Foto: Divulgação

Pedrinho, do São Paulo, durante treino no CT da Barra Funda — Foto: Divulgação

À polícia, Amanda relatou ter levado socos, puxões de cabelo e disse ter sido ameaçada de morte.

A audiência pode resultar num acordo de indenização para que a queixa-crime seja arquivada – trata-se de uma ação independente da investigação policial, em andamento na 4ª Delegacia de Defesa da Mulher, em São Paulo.

Os policiais ainda ouvirão testemunhas indicadas pela defesa de Amanda e aguardam o envio de imagens de câmeras de segurança de um condomínio próximo ao local onde a garota teria sido agredida.

Espera-se que o inquérito seja concluído em duas ou três semanas.

Desde a denúncia, Amanda tem a seu favor uma medida restritiva que impede Pedrinho de se aproximar dela ou de tentar contato por qualquer meio.

Após o registro da ocorrência, revelado pelo ge, Pedrinho pediu afastamento do São Paulo e não foi relacionado para jogos. Ele tem treinado no CT da Barra Funda e, na última segunda-feira, participou de um jogo-treino contra o Coritiba, quando atuou entre os reservas tricolores.

O São Paulo se manifestou sobre o caso quando as acusações de Amanda se tornaram públicas. O clube afirmou, em nota, que “jamais compactuará ou aceitará qualquer tipo de agressão contra a mulher” e que “com o caso devidamente apurado, tomará todas as medidas cabíveis que se fizerem necessárias”.


VEJA TAMBÉM
- Ovacionado pela torcida em classificação do São Paulo, Rafael fala sobre "honra" e diz: "Cada dia no CT eu faço meu melhor"
- São Paulo perde de virada para o Sport e vê queda de tabu, recorde e série invicta de Dorival, mas avança na Copa do Brasil nos pênaltis
- Em duelo decisivo pela Copa do Brasil, Tricolor recebe o Sport


CONFIRA:Ceni revela jogadores que São Paulo tentou contratar e não conseguiu

VEJA TAMBÉM:São Paulo dá prazo para resposta de Luan e vê renovação com pessimismo

E MAIS:Palmeiras ultrapassa São Paulo como terceira maior torcida do Brasil, aponta pesquisa

Avalie esta notícia: 18 1

Comentários (2)
29/03/2023 14:41:07 Eurico Xavier

investiga oq

29/03/2023 10:40:07 Helio da Silva Nascimento

Parabéns a diretoria do SPFC, aguardar o processo final do julgamento.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
Stake Registre-se