publicidade

Volta de lesionados no mata-mata do Paulista gera preocupação no São Paulo

A possível volta de boa parte dos jogadores lesionados do São Paulo justamente na fase decisiva do Campeonato Paulista preocupa a comissão técnica liderada por Rogério Ceni. O treinador espera que seus atletas machucados possam retornar à rotina de trabalho no CT da Barra Funda antes do início do mata-mata do Estadual para que eles possam se recondicionar para os confrontos eliminatórios.



A avaliação do clube é de que atletas como Diego Costa (cirurgia no joelho), Igor Vinícius (pubalgia) e Rafinha (entorse no tornozelo esquerdo) voltem a ficar à disposição em, no máximo, 30 dias, período que coincidiria com o mata-mata do Paulistão. Rogério Ceni, por sua vez, torce para que esses jogadores voltem em um prazo menor que esse.


LEIA TAMBÉM: Jornalista traz atualização animadora sobre chegada de zagueiro ao São Paulo: "Pagando bem menos"


“Vejo que para o início do Campeonato Brasileiro devemos ter um grupo mais forte, com mais disputas por vagas, maior rodízio, entra a Copa Sul-Americana, Campeonato Brasileiro... com exceção do Moreira, Ferraresi e Caio, que não sei exatamente o tempo de volta, acho que temos grandes chances de ter todo mundo. Só temos que torcer para não se machucarem aqueles que são únicos em suas posições neste momento”, disse Rogério Ceni.

“Todas as lesões até agora foram lesões de joelho, torção, pancada. Não houve lesões musculares. Se a gente conseguir mais rápido do que isso ter esses jogadores para poder treiná-los e um pouco antes poder dar ritmo de jogo a eles, será de suma importância”, completou.

Sem zagueiros disponíveis, já que, além de Diego Costa, que se recupera de cirurgia no joelho esquerdo, Arboleda trata uma tendinite no joelho direito, Rogério Ceni vem sendo obrigado a escalar Alan Franco e Beraldo como dupla de zaga jogo após jogo. Na lateral-direita, sem Rafinha e Igor Vinícius, Orejuela passou a ser titular absoluto do São Paulo. Sem reposições, o treinador teme novos problemas físicos causados por uma desgastante sequência de partidas.



“Na parte que a gente mais precisava ter esses jogadores, que era nesse momento, estamos sofrendo. Meu medo é que a necessidade de usar Alan Franco e Beraldo todo jogo possa causar uma lesão. Aí, não adianta. Uns voltam, mas outros acabam ficando de fora por lesão. Você ter quatro zagueiros, dois laterais-direitos, dois laterais-esquerdos ajuda muito você evitar lesões”, concluiu Rogério Ceni.

lesionados, mata-mata, Paulista, preocupação, São Paulo

VEJA TAMBÉM
- OUTRA DERROTA! São Paulo atua mal outra vez e é goleado pelo Vasco em São Januário
- Provávele escalação do São Paulo para enfrentar o Vasco no Brasileirão
- PRÓXIMO CONFRONTO! Veja o histórico do confronto entre Vasco e São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 6 0

Comentários (3)
08/02/2023 13:08:32 Digenal Conceição

Quê baita elenco mesmo Rogério Silva vc ta certo,qual desses caras seria titular no flamengo ou no Palmeiras por favor ja quê esse elenco é tão qualificado como vc diz

08/02/2023 09:53:07 Rogerio Silva

Quqndo for non ekito da temporarada vai ter time abrindo o bico tira rigerio e traz o do flmengo q jaja vai cair e paga um milhao p/ ele e usso q os torcedires do sao pulo merece todo ano e tecino o culpado nunca vai tervtime e tecno

08/02/2023 09:40:39 Sergio Gandini

O que podemos observar e que os adversários jogam sempre com os titulares sem rodízio ou sempre com os mesmos para adquirirem conjunto, entrosamento, jogadas ensaiadas. Este projeto de técnico qdo tem que improvisar não o faz. Maia ou Mendez de lateral vai muito, mas muito melhor que o Zerruela. Na verdade o Mico Ceni tem um baita de um elenco nas mãos, só que não sabe otimizar os molheres e fica ganhando tempo no cargo com suas desculpas esfarrapadas. Dorival Junior urgente...

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.