publicidade

Corinthians e São Paulo decidem Paulistão Feminino pela terceira vez; relembre outras finais

Corinthians e São Paulo começam a decidir o título do Paulistão Feminino 2023 neste domingo, a partir das 16h, na Vila Belmiro. É a terceira vez que as equipes se enfrentam na final do estadual.

Nas duas primeiras oportunidades, as Brabas do Timão levantaram a taça: em 2019 para conquistar o Paulista pela primeira vez e em 2021 para levar o tricampeonato.

Em sua quarta final estadual no século, o São Paulo busca, além de quebrar o tabu contra o rival, faturar o primeiro Paulista desde a reativação do futebol feminino do clube - o último foi em 1999.

Corinthians e São Paulo decidem o Paulistão Feminino pela terceira vez  — Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

Corinthians e São Paulo decidem o Paulistão Feminino pela terceira vez — Foto: Rodrigo Corsi/Paulistão

2019 - Corinthians campeão invicto

No primeiro Majestoso em uma final de Paulista Feminino, em 2019, o Corinthians venceu por 1 a 0 no Morumbi e confirmou o título com um 3 a 0 na Neo Química Arena diante de 28,8 mil torcedores - recorde nacional para um jogo de futebol feminino até então.

O título paulista com 100% de aproveitamento coroou um ano histórico do Timão, que já tinha vencido a Libertadores na mesma temporada.

2021 - Corinthians campeão de virada

Em 2021, o Tricolor saiu na frente e venceu por 1 a 0 no Morumbi. Na volta, mais um recorde e mais um título: o Corinthians bateu mais uma vez o recorde de público em um jogo feminino no Brasil.

Melhores momentos de São Paulo 1 x 0 Corinthians pela final do Campeonato Paulista Feminino

Os 30 mil torcedores presentes na Neo Química Arena viram as Brabas vencerem por 3 a 1 e reverterem o placar agregado para conquistar o título estadual.

Melhores momentos: Corinthians 3 x 1 São Paulo, pela final do Campeonato Paulista Feminino

Oito nomes viverão a terceira final "majestoso" pelo mesmo clube. Sete estão do lado corintianao: as goleiras Kemelli e Lelê, as laterais Katiuscia e Tamires, a meio-campista Gabi Zanotti, e as atacantes Vic Albuquerque e Grazi entraram em campo nas duas finais anteriores.

Já pelo São Paulo, apenas a goleira Carlinha estava no grupo em 2019 e também 2021.

Comemoração de Gabi Zanotti na final contra o São Paulo em 2021 — Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Comemoração de Gabi Zanotti na final contra o São Paulo em 2021 — Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Por ter melhor campanha, o Corinthians decide em casa no domingo seguinte, dia 26 de novembro, a partir das 10h30 (horário de Brasília), ne Neo Química Arena. É a única vantagem.

Em caso de igualdade no placar agregado (dois empates ou uma vitória para cada lado pela mesma diferença de gols, independentemente do placar), a disputa vai para os pênaltis.

A TV Globo e o sportv transmitem os dois duelos - e o ge vai acompanhar em Tempo Real.

VEJA TAMBÉM
- São Paulo x Talleres: onde assistir, horário, palpites e escalações na Libertadores
- REFORÇO IMPORTANTE! Zubeldía confirma reforço de atacante para a Libertadores
- Vai renovar? São Paulo abre conversas para renovação de Juan e recebe contraproposta


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 12 0

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.