publicidade

Gazeta Esportiva acusa FPF de roubar Taça dos Invictos

São Paulo, SP, 26 (AFI) – Mais uma mancha pintou a já suja imagem da Federação Paulista de Futebol (FPF). A Gazeta Esportiva acusa a entidade paulista de roubar a Taça dos Invictos, que recentemente o Corinthians ganhou do São Paulo ao ficar 21 jogos invictos no Paulistão.
A Fundação Cásper Líbero obteve decisão favorável em Primeira Instância. Mesmo assim a elitista FPF não se deu por vencida e ainda entrou com um Recurso de Apelação. O recurso aguarda inclusão em pauta de julgamento.

De acordo com nota divulgada no site Gazeta Esportiva: “A Gazeta Esportiva.Net aguarda a decisão da Justiça para reiniciar a promoção da Taça dos Invictos. Tão logo ocorra o julgamento da ação e seja confirmada a decisão em favor da Fundação Cásper Líbero, será feita a entrega da Taça dos Invictos ao Corinthians, bem como a publicação do Regulamento que norteia a sua realização”.

História!
O jornal Gazeta Esportiva promovia desde 1930 a Taça dos Invictos. Mas quando o impresso saiu do ar, a Gazeta deixou de fazer a competição. A FPF aproveitou disso e roubou a idéia, o que é ilegal por lei.

E a própria FPF sabe disso muito bem. Veja o que a entidade colocou em seu site após o Timão ficar com a Taça. “A Taça dos Invictos surgiu na década de 1930 como uma iniciativa do jornal A Gazeta Esportiva, que decidiu premiar a equipe paulista que permanecesse mais tempo invicta na competição. Seu primeiro campeão foi o Palestra Itália, hoje Palmeiras, em 1933, quando conquistou uma série de 22 jogos sem perder.

A premiação continuou acontecendo até 1999, quando o jornal deixou de fazer a premiação. Depois de cinco anos sem a premiação, a Federação Paulista de Futebol (FPF) resolveu reeditar o troféu, que recebeu o nome oficial de Taça dos Invictos e passou a ser válida somente para as partidas disputadas pela Série A1 do Campeonato Paulista, não cumulativas com partidas dos anos anteriores disputadas nas outras divisões da competição estadual.

A taça manteve o esquema transitório, ou seja, é dada à equipe que obtiver mais vitórias, superando a marca do detentor provisório do título. No entanto, se uma equipe obtiver a taça por três vezes, consecutivas ou alternadas, o regulamento prevê que esta receba a premiação permanentemente.”

É brincadeira...

VEJA TAMBÉM
- OUTRA DERROTA! São Paulo atua mal outra vez e é goleado pelo Vasco em São Januário
- Provávele escalação do São Paulo para enfrentar o Vasco no Brasileirão
- PRÓXIMO CONFRONTO! Veja o histórico do confronto entre Vasco e São Paulo


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 8

Comentários (14)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.