publicidade

Missão de Bosco: entregar a Ceni o gol tricolor e o troféu da Libertadores

Camisa 22 espera ser campeão do torneio e não desapontar o amigo

Desde que Rogério Ceni sofreu uma fratura no tornozelo esquerdo e soube que poderia ficar por até seis meses sem jogar, Bosco assumiu o gol do São Paulo . A missão de substituir o ídolo do clube não é das mais fáceis, mas o camisa 22 espera se sair muito bem. E entregar ao capitão não apenas a vaga de titular, mas também a taça de campeão da Libertadores . Quando Ceni estiver recuperado, o torneio já terá acabado.



- Venho trabalhando para poder entregar a posição de titular ao Rogério com o título da Libertadores e o São Paulo bem colocado no Brasileiro. Esse é meu pensamento e vou trabalhar para que isso possa acontecer nesses quatro, cinco meses. Quero que ele possa voltar com o time em uma condição muito agradável - assegurou Bosco.
Enquanto o camisa 22 assume o gol de Ceni, outros jogadores ficam com a braçadeira de capitão, que está em sistema de rodízio desde que o ídolo se machucou.



- Tanto o Rodrigo quanto o Miranda, que foram os últimos capitães, têm buscado no Rogério um exemplo de liderança. Capitão nada mais é do que um representante diante da arbitragem. Não é a faixa que dá liderança ao atleta. Se algum jogador exerce essa liderança em benefício da equipe, é algo sempre bem-vindo - acrescentou o goleiro, que também deve assumir a função em uma das próximas partidas.

VEJA TAMBÉM
- PRÓXIMO CONFRONTO! Veja o histórico do confronto entre Vasco e São Paulo
- VAI DEFINIR SEU FUTURO! Questionado no Tricolor, possível destaque na Copa América pode definir futuro de meia
- ONDE ASSISTIR: Vasco x São Paulo pelo Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 5 3

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.