publicidade

Defesas viram porto seguro no clássico Palmeiras x São Paulo

A nove rodadas do fim do Brasileiro, Palmeiras e São Paulo parecem ter encontrado a segurança que buscavam desde o início da temporada. No clássico de hoje, o porto seguro não são seus ataques, mas a solidez de suas defesas.

Mesmo tendo os melhores números ofensivos do torneio, ao lado do líder Grêmio, o São Paulo (47 gols) e o Palmeiras (46 gols) só ganharam fôlego e encostaram no time gaúcho, também o menos vazado do torneio (23 vezes), quando pararam de levar gols.

Não à toa, são as equipes, neste atual momento do torneio, há mais rodadas sem perder. O São Paulo não sabe o que é derrota desde o início do returno, quando caiu diante do Grêmio, em Porto Alegre.

Desde então, são nove jogos invicto. O motivo para a melhora na performance: o sistema defensivo, apontado por Muricy, jogadores e dirigentes como o principal fato para o bicampeonato no Brasileiro.

A média de gols sofridos durante todo o campeonato deste ano (0,93) ainda não se aproxima dos números registrados em 2006 (0,84) e 2007 (0,50), mas o desempenho obtido pelo time apenas no returno faz lembrar os melhores momentos das jornadas vencedoras.

O time foi vazado 46% menos em relação ao turno inicial, e a média despencou para 0,6. "Temos os melhores zagueiros do Brasil", tem dito o técnico Muricy Ramalho, sobre o trio Miranda, André Dias e Rodrigo.

"Existe a falsa idéia de que cinco atacantes é ofensivo e três zagueiros é defensivo. Mas nós jogamos com três zagueiros e temos o melhor ataque do campeonato", analisa Muricy.

A evolução, dizem os são-paulinos, está relacionada à recuperação de Miranda, que ficou quase metade do primeiro turno fora, e à contratação de Rodrigo. "O Miranda é mais técnico, e o André dificilmente perde uma bola. Existe uma cobrança bacana entre nós. Quando um faz corpo mole, chega o outro e dá um cutucão", conta Rodrigo.

"Nós temos um time muito competitivo principalmente porque nosso setor defensivo é muito forte", afirma o superintendente de futebol do clube, Marco Aurélio Cunha.

O Palmeiras, que nos últimos cinco jogos, sofreu apenas um gol, nos 3 a 1 contra o Atlético-MG, também viu sensível melhora da defesa, setor muito criticado no primeiro turno.

O time de Vanderlei Luxemburgo está invicto nas últimas cinco rodadas, desde que adotou o esquema 3-5-2, com o volante Martinez atuando pelo lado esquerdo da defesa, ao lado de Gustavo e Roque Júnior.

"O Palmeiras hoje é um time equilibrado, e a defesa está fazendo bem o seu papel. Mas acho que o mais importante é o conjunto. Hoje em dia ninguém se defende só com os zagueiros nem ataca somente com os atacantes. O que posso dizer é que estamos muito focados nesse jogo", declara Roque Júnior, homem de confiança do treinador do clube alviverde.

"Estamos preparados para o clássico. O time vem bem atrás, não tomamos gols há alguns jogos, e isso passa confiança", finaliza o zagueiro Gustavo.

VEJA TAMBÉM
- São Paulo empata com Guarani e completa 4 jogos sem vitória no Paulistão
- Provável escalação do São Paulo para duelo contra o Guarani no Paulistão
- PODE VOLTAR? Casemiro é colocado em lista de dispensa de clube inglês!


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 9 6

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.