publicidade

Morre Chicão, ex-volante de São Paulo, Atlético-MG, Santos e seleção brasileira

Ex-atleta sofria de câncer e será enterrado nesta quinta-feira pela manhã, em Piracicaba

Morreu na madrugada desta quarta-feira, em São Paulo, aos 59 anos, o ex-volante do Tricolor Chicão. Conhecido no clube como o “Deus da Raça”, Francisco Jesuíno Avanzi sofria de um câncer no esôfago e há tempos lutava contra a doença.

Pelo falecimento do ex-atleta, o presidente Juvenal Juvêncio decretou luto oficial no clube. O corpo de Chicão será velado na Câmara Municipal de Piracicaba, cidade onde nasceu. O enterro acontece na manhã desta quinta-feira na cidade interiorana.

Chicão atuou pelo Tricolor entre 1973 e 1979, disputando 312 jogos –142 vitórias, 11 empates e 59 derrotas. Também marcou 19 gols pelo clube paulistano

Com a camisa do São Paulo, Chicão conquistou o Paulista de 1975 e o Brasileiro de 1977, do qual era capitão da equipe. Já pelo Atlético-MG, foi bicampeão estadual em 1980 e 1981.

Além de passagens XV de Piracicaba, União Barbarense, São Bento, Ponte Preta, Santos, Corinthians-PP, Botafogo-RP e Mogi Mirim, Chicão também participou do Mundial de 1978, disputado na Argentina, com a seleção brasileira.

VEJA TAMBÉM
- NOVO TITULAR? São Paulo encaminha contratação de lateral titular para Zubeldía
- TOMOU DECISÃO: Zubeldía comunica ao São Paulo sobre negociação com Seleção Equatoriana
- Zubeldía esclarece sobre proposta do Equador e opinião sobre James Rodríguez


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 10 11

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.