publicidade

Disputa paulistana: entre o penta alviverde e o hexa tricolor

Palmeiras abre e São Paulo fecha briga pelo título. Reta final tem muita emoção e confrontos diretos. Faltando dez jogos, quem fica na frente?

A última rodada do Brasileirão acirrou ainda mais a briga regional entre Palmeiras e São Paulo pelo título brasileiro. Além disso, transformou o duelo do próximo dia 19 de outubro, que já era muito importante, em fundamental para as pretensões de ambos dentro da competição.

Será a primeira vez que os rivais irão se enfrentar no Palestra Itália após o caso do gás, pela semifinal do Paulistão, vencida pelo mandante. Separados por quatro pontos na tabela, os dois têm uma partida antes do clássico Choque-Rei, o que pode fazer com que a diferença ainda mude. O Verdão enfrenta Figueirense fora e o Tricolor recebe o Náutico.

Na seqüência do Nacional, o Alviverde ainda terá mais duas “decisões”. Recebe o vice-líder Grêmio no Palestra Itália e vai para o Rio de Janeiro medir forças com o Flamengo.

– Teoricamente, para quem não tem confronto direto, a próxima rodada vai ser mais fácil. Dentro de duas semanas, nós enfrentaremos o São Paulo e vamos tentar vencer. Não podemos deixar de bater o Figueirense, quarta, mas os confrontos diretos são os mais importantes – analisa o palmeirense Denílson.

O São Paulo, por outro lado, só terá um confronto direto até o término do Brasileirão. E será justamente contra o arqui-rival paulista. Após o duelo do dia 19, o Tricolor terá partidas contra equipes que estão atrás dele na tabela. Entre eles, clubes que lutam contra o rebaixamento, como Portuguesa, Vasco e Fluminense.

– Ainda estamos no páreo. Dá para pensar no título, sim. A imprensa já dava o título como perdido, mas agora nos vê como um dos favoritos – desabafa o são-paulino Jean.

Mesmo fora do G4, o Tricolor paulista voltou a ser apontado como um dos favoritos ao título. No entanto, além do Palmeiras, os são-paulinos têm mais três concorrentes: Grêmio (2), Cruzeiro (3) e Flamengo (4). Os três também têm confrontos diretos (veja as próximas partidas do trio na página 6 e as chances na 7).

Para quem contestava o sistema de pontos corridos, o campeonato deste ano está provando que não falta emoção. Que vença o melhor!

André Kfouri:
‘São Paulo tem jogos ‘menos difíceis’’

O Palmeiras sai com pequena desvantagem, já que o São Paulo tem jogos teoricamente “menos difíceis”. Mas a diferença é muito pequena. Ninguém vai ter jogos fáceis até o final da competição. O Palmeiras tem mais confrontos diretos, mas é difícil avaliar se isso é bom ou ruim, principalmente no topo da tabela, onde as equipes que estão no páreo precisam vencer todos os seus jogos. Existem dois pontos de vista aplicáveis a essa situação. Se, de um lado, a dificuldade dos jogos é maior, do outro, em caso de vitória, os pontos acabam sendo mais importantes, e podem derrubar um adversário que tem o mesmo objetivo.


Marília Ruiz:

‘São Paulo tem uma reta final mais fácil’

O São Paulo tem uma reta final mais fácil no Campeonato Brasileiro. As últimas cinco partidas do Tricolor são “ganháveis”, pois enfrenta times que estão na parte de baixo da tabela de classificação e lutam contra o rebaixamento. Já o time do Palmeiras, por outro lado, tem uma tabela complicada e com confrontos diretos até o dia 16 de novembro. Se passar desta data na primeira colocação do Brasileirão, ninguém tira o pentacampeonato do Palestra Itália. Acho que a partida entre São Paulo e Palmeiras vai ser tensa pelo lugar do jogo. Palmeiras está jogando mais bola que no Paulistão e tem um time mais arrumado.


Mateus Renato:

‘Jogos diretos: ligeira vantagem tricolor’

Por ser líder, mesmo com vantagem somente em critério de desempate (uma vitória a mais que o Grêmio), o Palmeiras vive uma situação confortável de poder “controlar” sua posição rodada a rodada. Quando jogar depois que seus rivais, então, é ainda melhor. O problema são os confrontos diretos... Ou a solução! Se ganhar todos, certamente será campeão. Mas se ficar “trocando” pontos com São Paulo, Grêmio e Flamengo, pode perder a liderança. Nesse ponto, acho que o São Paulo leva vantagem, pois tem o clássico e outros nove jogos contra adversários inferiores na tabela. Na minha opinião, ligeira vantagem tricolor.


Benjamin Back:

‘Palmeiras só depende dele para ser campeão’

Nenhum dos dois têm o melhor caminho nesta reta final de Campeonato Brasileiro. Os dois times têm partidas muito difíceis. O Palmeiras leva uma pequena vantagem sobre o São Paulo, pois joga o clássico diante do rival paulista no Palestra Itália. Com o Vanderlei Luxemburgo, dentro de casa, isso prevalece um pouco. Como eu disse, os dois clubes estão com caminhos dificílimos. O São Paulo vai correr por fora pelo título brasileiro. Terá de fazer o seu papel e torcer pelos outros times. A situação mais cômoda é do líder Palmeiras que, na teoria, só depende dele para ser campeão. O São Paulo depende dos outros.

VEJA TAMBÉM
- PRÓXIMO CONFRONTO! Veja o histórico do confronto entre Vasco e São Paulo
- VAI DEFINIR SEU FUTURO! Questionado no Tricolor, possível destaque na Copa América pode definir futuro de meia
- ONDE ASSISTIR: Vasco x São Paulo pelo Brasileirão


Receba em primeira mão as notícias do Tricolor, entre no nosso canal do Whatsapp


Avalie esta notícia: 16 16

Comentários (1)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.