publicidade

Muricy tem ‘culpa’ na reação do São Paulo

LANCENET! lista situações em que o técnico tricolor fez a diferença

Após a vitória sobre o Ipatinga, por 3 a 1, neste sábado, o técnico Muricy Ramalho assumiu a responsabilidade sobre a melhora do São Paulo no Brasileirão. Ainda na quinta posição, com 49 pontos, o Tricolor está a apenas quatro dos líderes Palmeiras e Grêmio.

- Minha participação nessa melhora é toda. É simplesmente toda. No futebol brasileiro, quando se perde, sempre o culpado é o técnico. Mas não tem que olhar o técnico, tem que se olhar o todo. Se time está nesta situação é porque o meu trabalho é bom – avisou Muricy.

Se o técnico falou, o LANCENET! analisa em que situações o trabalho de Muricy Ramalho realmente fez a diferença. Neste Brasileirão, listamos cinco atitudes que se mostraram válidas no São Paulo.

1 – A aposta em Jean
O volante revelado nas categorias de base saiu do clube para ganhar experiência em Portugal. Quando retornou, foi tratado como o sucessor de Hernanes para a posição. Muricy preservou o quanto pôde o jogador e o lançou com cautela no time. Quando mostrou personalidade, foi efetivado como titular. E ao lado do “mestre” Hernanes.

2 – Banco para quem está mal
Muricy demorou, mas reconheceu a má fase de figurões de 2007 como Richarlyson, Jorge Wagner e Dagoberto. Todos já passaram pelo banco de reservas neste Brasileirão. Os dois últimos já recuperaram a posição, enquanto Ricky segue apenas como opção.

3 – A recuperação de Hugo
Hugo sempre foi um dos mais perseguidos pela torcida do São Paulo. Amargou maus momentos durante a temporada passada e início da atual. Muricy resolveu mexer no posicionamento do camisa 18, dando-lhe mais liberdade para atacar e menos responsabilidade com a marcação. O resultado? 10 gols e a artilharia do time no Brasileirão.

4 – Uso inteligente do tempo livre
Nas últimas cinco semanas, o São Paulo teve grande intervalo entre os jogos. Jogou apenas quatro vezes no mês de setembro. Com duas vitórias e dois empates. Muricy Ramalho esperava e pedia por esse tempo livre desde o início do ano. Quando teve tempo para treinar, conseguiu arrumar o que mais preocupava: a defesa, que sofreu apenas dois gols nas últimas cinco partidas.

5 – Moral para André Dias
Nem as contratações de Anderson e Rodrigo tiraram André Dias do time. O camisa 3 sempre foi o mais discreto da defesa, dando cobertura a Miranda e Alex Silva. Com a contusão de Rogério Ceni, virou até capitão e já fez três gols no Brasileiro.

VEJA TAMBÉM
- Dorival avisa diretoria do São Paulo que não foi procurado pela CBF
- São Paulo pode arrecadar cerca de R$ 1 mi nos últimos 2 jogos da 1ª fase da Sula
- Copa do Brasil terá Palmeiras x São Paulo nas quartas; veja todos os duelos


CONFIRA:Ceni revela jogadores que São Paulo tentou contratar e não conseguiu

VEJA TAMBÉM:São Paulo dá prazo para resposta de Luan e vê renovação com pessimismo

E MAIS:Palmeiras ultrapassa São Paulo como terceira maior torcida do Brasil, aponta pesquisa

Avalie esta notícia: 11 15

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
Stake Registre-se