Últimas Notícias

Falsificações tiram mais 9 bilhões de clubes brasileiros. O que fazer?

Um estudo realizado pela Ipec (Inteligência em Pesquisa e Consultoria) e encomendado pela Ápice (Associação pela Indústria e Comércio Esportivo), entidade que é formada por grandes empresas do setor de produtos esportivos do mundo, constatou que no Brasil 37% das camisas de times de futebol comercializadas são falsificadas. O número reforça o tamanho desse problema, que é antigo mas vem crescendo de maneira acelerada ano após ano.



"O problema da pirataria não é novo no Brasil nem no futebol. A mitigação desse problema depende de um conjunto de medidas, que para serem eficientes, devem ser aplicadas em conjunto. A pirataria já é crime tipificado no art. art. 184 do Código Penal e na Lei 9.279/96, que inibe a concorrência desleal. Sendo assim, o primeiro passo é aumentar a fiscalização, o que, consequentemente, requer mais investimentos em pessoal e inteligência artificial por parte do Estado", afirma Rafael Marcondes, especialista em direito desportivo e colunista do Lei em Campo.


LEIA TAMBÉM: Ceni volta a falar sobre o futuro após vitória sobre o Ceará: "Preciso ser campeão para continuar"


Para Juliana Avezum, advogada especialista em direito desportivo e propriedade intelectual, resolver esse problema não é tão fácil, exige um trabalho constante de fiscalização por parte das autoridades e dos clubes ou federações.

"O desafio é grande porque são diversos fornecedores: ao eliminar um, outro surge no cenário. Além desse trabalho de fiscalização, é importante conscientizar o torcedor sobre os prejuízos que isso traz ao clube. Enquanto as pessoas estiverem comprando produtos falsificados, haverá alguém disposto a atuar neste mercado", avalia.

Rafael Marcondes reforça que é necessário "um plano de ação conjunto".

"Outro ponto a ser pensado, diz respeito ao custo final de venda dos produtos que em regra é muito elevado, fomentando a procura de itens piratas, de preço mais acessível. Esse problema pode ser mitigado de duas formas basicamente: (i) redução da carga tributária incidente sobre os produtos, que no Brasil é bastante elevada, e (ii) diminuição das margens de lucro dos fabricantes e intermediários. Para se ter uma ideia do que estamos falando, uma camisa oficial da seleção brasileira de jogadores hoje é vendia na loja da Nike a R$ 349,99 enquanto o modelo para torcedores a R$ 249,99. Ou seja, mesmo o modelo mais barato é ainda bastante caro para a grande parte da população brasileira, sendo que muitos ganham pouco mais do que um salário mínimo. Ou seja, o preço final do produto precisa baixar, o que vai ser impulsionado por ações tanto do Estado, quanto dos particulares", acrescenta.

Mas por que as camisas esportivas são tão caras? Atualmente, sobre a produção das peças incide ICMS e IPI na saída do estabelecimento que fabricou. Sobre a receita de venda, o fabricante recolhe IRPJ, CSLL, PIS e Cofins. Esses impostos encarecem o preço final do artigo esportivo, que é repassado ao consumidor. Já quem produz o artigo pirata não paga imposto, muito menos investe em tecnologia e marketing.

No ano passado, foram vendidos cerca de 60 milhões de camisas de futebol no Brasil, sendo 22 milhões falsificadas. Ao 'Estadão', a Ápice conta que a perda foi proporcional ao lucro. O faturamento das empresas com o comércio de materiais esportivos, incluindo agasalhos e tênis, foi de R$ 9,12 bilhões em 2021. O prejuízo é quase o mesmo: R$ 9 bilhões.

Ao todo, foram comercializadas mais de 150 milhões de peças falsificadas. Somente com artigos de futebol o prejuízo foi de R$ 2 bilhões em 2020, segundo levantamento do FNCP (Fórum Nacional contra a Pirataria e Ilegalidade).

O estudo constatou ainda que o maior inimigo não é aquele vendedor ambulante que trabalha nos arredores dos estádios em dias de jogos. O maior alcance é do comércio online, muitas vezes de empresas que exportam o produto para o Brasil.



A Shoope Brasil, empresa líder de compras online em diversos países asiáticos, como Cingapura e Malásia, e que opera no País desde 2019, é o principal exemplo. São cerca de 17 mil vendedores que comercializam produtos esportivos falsificados localizado no Brasil e no exterior, com mais de 100 mil links e seis milhões de peças.

A falsificação é um problema crônico, que cresceu juntamente do avanço tecnológico. No entanto, como todo problema, é preciso encontrar uma solução.

Falsificações, bilhões, clubes, brasileiros

VEJA TAMBÉM
- Wellington Rato e David: jornalistas trazem novas informações sobre as negociações com São Paulo
- Mais um reforço? São Paulo tenta empréstimo do atacante Marcos Paulo, ex-Fluminense
- São Paulo fecha com goleiro Rafael, do Atlético-MG


CONFIRA:Marcos Paulo, xodó de Ceni e mais: São Paulo busca reforços e tenta quitar pendências com elenco

VEJA TAMBÉM:Apesar da forte concorrência, São Paulo tem trunfo para fechar contratação de Wellington Rato; veja bastidores

E MAIS:Conheça a trajetória e números de Marcos Paulo, novo atacante que interessa ao São Paulo

Avalie esta notícia: 4 0

Comentários (28)

Simples , só abaixar o preço

19/09/2022 19:10:44 denis prado

Simples,so coloca um preço acessível para o bolso do brasileiro e pronto, agora o time sempre um draga e ainda querem vender camisa ha 200 300 pau?, só compro da shopp por 70 conto e acho caro,so baixa essa merda que todos compram original

19/09/2022 18:05:39 Tiago Honorio

Depois o povo acha que é só politico que rouba

19/09/2022 18:04:51 Tiago Honorio

O torcedor que ganha salario minimo como a maioria, se for comprar uma camisa por 350, 400 vai comer o que no restante do mês, capim?

19/09/2022 17:29:37 Sergio MdaS

Se fosse 150 conto a original, nunca mais eu comprava uma falsa

19/09/2022 16:49:10 Jailson Silva

Se a original fosse uns 180 reajs tenho certeza que quase ninguem compraria falsificada.

19/09/2022 16:44:58 Wilson Pereira

Um Roubo de Cara essa camisa oficiais é por isso......Quem nunca quiz ter uma camisa original do seu clube agora um Roubo desse

19/09/2022 14:42:27 Luis Santini

Uniforme numero 3 do SPFC na São Paulo Mania, R$ 299,00. Vcs acham que tá certo isso?

19/09/2022 13:36:35 Alexandre silva

O plobema e que eles querem explorar os torcedores

19/09/2022 13:33:42 Alexandre silva

E so baixar o preço

19/09/2022 12:36:52 freddy agrela

E so baratear as camisetas que ai sim compraríamos as originais

19/09/2022 12:33:59 rubens junior

Si colocarem um preço justo nao haveria falsificação querem cobrar um rio de dinheiro por uma camisa.

19/09/2022 12:24:23 Diego Reis

Se a diferença entre a original e a falsificada for justa, obvio que vou comprar a original. Agora , uma replica identica custa 1/3 do valor de uma original na loja. Ai fica complicado !

19/09/2022 12:04:08 Winicius Lisboa

To bem de boa com minha camisa do camelô

19/09/2022 11:28:11 Kleber Marcondes

É só baixar o preço e muitos compraram original.

prata
19/09/2022 11:24:05 Wesley.BH

Preocupado com isso, pelo amor, se gasta muito mais com contratações bizarras

19/09/2022 11:01:52 João Batista

400 reais camisa......??? É um terço salário mínimo... esporte mais popular só pra elite??

19/09/2022 10:45:49 EDSON SANTOS SILVA

O que fazer? Simples: o futebol é o ópio do povo. O povo é quem sustenta os clubes. Qual é o salario do operário neste país? É isto.: vendam seus produtos, de acordo com a realidade deste pais. Com certeza ganharão bem mais pela quantidade. Aqui, em santos, camisa oficial esta na média de 349 reais, a do camelô 80. Então.... vai querer qual?

19/09/2022 10:27:06 Pedro Moares

Simples, é só os clubes diminuírem os valores das camisas oficiais, pois estimulará a compra do produto oficial do clube !

19/09/2022 10:23:30 Bruno Cruz

Tendo meio a discordar dessa historia de valor, a camisa oficial de jogo nao e barata mesmo, porem no proprio site do clube voce acha camisas na faixa de 100 reais ou menos... comparar com a tv a cabo e a mesma coisa, mas vai de cada um, quando nao tinha dinheiro para assinar a sky, simplismente nao assinava nada, eu vamos deixar claro eu nao acho certo mas entendo quem usa, posso nao concordar mas entendo... vai de cada um

19/09/2022 10:06:17 Rodrigo Pacheco

O problema não é a pirataria. O cara ou compra falsa ou não compra. Se não existir falsa, ele fica sem camisa. Ou será que qualquer um pode disponibilizar R$ 300 numa camisa de futebol? Abusam e exploram a paixão do torcedor e agora choram. Sejam honestos, vendam pelo preço justo, na faixa de R$ 100 a 150,00 e verão uma bela diminuição da pirataria.

19/09/2022 09:53:58 SPJAU

É a mesma estória da tv a cabo. Se for um preço justo, ninguém vai atrás de "gato". Todo mundo quer bons serviços e produtos originais, desde que o preço seja justo. O que está em discussão é o "custo-benefício".

19/09/2022 09:52:06 Renato Costa

Cara , n vou nem terminar de ler , mas vamos lá, o SPFC vendeuma camisa oficial ao valor de 300 , CARA d+++ poww, isso aí faz o torcedor procurar similares msm, ao preço de 150 por exemplo , sem contar q a maioria nem sabe onde comprar uma camisa oficial do spfc

19/09/2022 09:46:01 GranFiot

As marcas precisam ser mais criativas e oferecer produtos bacanas a preço justo. 300 conto em uma camiseta não dá. Enquanto não houver alternativas de produtos o cenário não muda.

bronze
19/09/2022 09:43:12 Hatsune

Camisa falsificada é horrível demais, material péssimo, esquenta demais, além de ser feia.
Eu prefiro não comprar camisa do que pegar uma falsificada.

19/09/2022 09:39:16 Rogerio Alves

Conta simples. Ou a pessoa compra uma camisa original ou paga as contas em dia ??

19/09/2022 09:36:29 Apple_ Aneh

Eu posso dizer que o prejuizo é zero. Quem compra uma camiseta de clube por 20,00 consegue comprar uma de 200,00 ? Por isso é zero o prejuizo.

19/09/2022 09:28:15 Saulo Holanda

Se tivessem valores mais justos, garanto que a maioria não comprariam réplicas ou falsificações.

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Sáb - 21:00 - -
    São Paulo
    São Paulo
    Ituano
    Ituano

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - de Hailé Pinheiro
    https://media.api-sports.io/football/teams/151.png
    Goiás
    0 4
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Palmeiras
    2 Internacional
    3 Fluminense
    4 Corinthians
    5 Flamengo
    6 Atletico Paranaense
    7 Atletico-MG
    8 Fortaleza EC
    9 São Paulo
    10 America Mineiro
    11 Botafogo
    12 Santos
    13 Goiás
    14 RB Bragantino
    15 Coritiba
    16 Cuiaba
    17 Ceará
    18 Atletico Goianiense
    19 Avai
    20 Juventude
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    81 38 23 12 3 66 27 39 VVEVD
    73 38 20 13 5 58 31 27 VDVVV
    70 38 21 7 10 63 41 22 VVVVV
    65 38 18 11 9 44 36 8 EVVED
    62 38 18 8 12 60 39 21 VDDED
    58 38 16 10 12 48 48 0 DVDEV
    58 38 15 13 10 45 37 8 VEDVV
    55 38 15 10 13 46 39 7 VDEVV
    54 38 13 15 10 55 42 13 VEDDV
    53 38 15 8 15 40 40 0 EVVDE
    53 38 15 8 15 41 43 -2 VDVVD
    47 38 12 11 15 44 41 3 DVEDD
    46 38 11 13 14 40 53 -13 EDVDD
    44 38 11 11 16 49 59 -10 DVDDD
    42 38 12 6 20 39 60 -21 DVVED
    41 38 10 11 17 31 42 -11 VVEDV
    37 38 7 16 15 34 41 -7 DDDDV
    36 38 8 12 18 39 57 -18 DDEEE
    35 38 9 8 21 34 60 -26 DDEVV
    22 38 3 13 22 29 69 -40 DDDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
08/12/2022 00:39:09