Últimas Notícias

[OPINIÃO] O Tricolor das Copas segue mostrando força para quebrar o jejum

Há dez anos o São Paulo persegue um título de maior relevância. Ganhou o Campeonato Paulista ano passado, o que foi importante pelo contexto, mas precisa reafirmar o seu tamanho em nível nacional ou sul-americano. Numa temporada bem conturbada e distante do que foi planejado inicialmente, o time tem conseguido obter resultados na Copa do Brasil e na Copa Sul-Americana.



A vitória nos pênaltis diante do Ceará, no Castelão, garantiu a vaga do São Paulo na semifinal do torneio continental, e foi mais um bom exemplo de resiliência. Assim como já havia ocorrido diante do Palmeiras, na Copa do Brasil, saiu-se bem de momentos críticos nos 90 minutos. Vai encarar o Atlético Goianiense nas semifinais.

Marquinhos Santos teve desfalques importantes. Nino Paraíba, Bruno Pacheco, Rodrigo Lindoso, Richard Coelho, Diego Rigonato e Cléber não puderam atuar. Michel Macedo, Victor Luís, Guilherme Castilho e Zé Roberto foram titulares. Ceni não contou com Rafinha e outros atletas que desfalcam a equipe há mais tempo. Optou por Rodrigo Nestor, Welington e Luciano no banco. Galoppo, Reinaldo e Nikão foram titulares.

O Ceará começou com todo o gás e conseguiu criar uma boa jogada logo aos três minutos. Mendoza, de longe o homem mais acionado do time, recebeu de Guilherme Castilho pela esquerda, driblou Igor Gomes e cruzou fechado. Felipe Alves evitou a finalização de Lima na pequena área. O lance passou a sensação de que o São Paulo sofreria bastante, mas não foi isso o que aconteceu a maior parte da etapa.

Como Ceará e São Paulo começaram o jogo de volta pelas quartas de final da Copa Sul-Americana 2022 Imagem: Rodrigo Coutinho


O Tricolor intensificou a abordagem de marcação, os encaixes e perseguições estiveram justos, e isso tornou a equipe da casa bem afobada. Forçando passes para Mendoza em profundidade ou buscando o pivô de Zé Roberto, imprimia velocidade, mas tinha pouco critério na elaboração das jogadas, o que causava erros, e o São Paulo começou a levar perigo em contragolpes.

Igor Vinícius fez grande jogada desta forma e serviu Galoppo na área. O argentino perdeu. O meia finalizou novamente com perigo da entrada da área aos 30'. Calleri também teve uma boa finalização travada por Messias aos 40'. Quando conseguia entrar em fase ofensiva, o São Paulo espalhava bem as peças no gramado. Tinha Igor Vinícius e Reinaldo agudos. Nikão, Galoppo e Igor Gomes se mexendo com desenvoltura.

O Ceará, mesmo sem criar tanto, seguia insistindo, e acabou premiado em um lance de sucessão de duelos ganhos contra a defesa tricolor. Zé Roberto escorou de peito um lateral cobrado por Michel Macedo. Richardson recebeu e atropelou Miranda e Pablo Maia antes de cruzar na segunda trave. Mendoza venceu Igor Vinícius pelo alto e marcou aos 43'. Um golpe duro a quem teve segurança durante vários minutos.

Rogério Ceni sacou Galoppo e Pablo Maia para as entradas de Rodrigo Nestor e Gabriel Neves. Os papéis se inverteram no 2º tempo. Foi a vez do São Paulo ter a bola no campo de ataque e o Ceará se retrair. Não demorou para o empate acontecer. O Tricolor pressionou nem a saída cearense e Luiz Otávio errou ao tentar um passe longo. Igor Vinícius tabelou com Calleri e Rodrigo Nestor e marcou um belo gol.

O panorama da partida mudou de novo. Retomou a cara inicial. Erick e Matheus Peixoto entraram no Ceará. Richardson e Zé Roberto foram sacados. Lima foi recuado. Ceni tentou renovar o gás no lado esquerdo da sua defesa ao sacar Reinaldo e botar Welington. O problema é que o jovem ala rebateu mal um cruzamento em um de seus primeiros toques na bola e Castilho botou o Ceará na frente de novo com um lindo gol.

O São Paulo sentiu demais o segundo gol. Tentava sair e ficar com a bola novamente no ataque, já com Luciano em campo, mas não produzia e dava espaços ao Ceará. Mendoza e Vina chegaram bem perto de marcar o terceiro. O time paulista só foi voltar a crescer nos últimos 15 minutos. O jogo ficou totalmente aberto e alucinante, mas a rede não balançou e a decisão foi para os pênaltis.



Igor Vinícius e Igor Gomes desperdiçaram suas cobranças. Mas Fernando Sobral, Vina e Guilherme Castilho também não fizeram, e o Tricolor segue com o sonho do bi no radar.




São Paulo, Opinião, Copas, Sul-Americana, Jejum, SPFC

VEJA TAMBÉM
- Jornalista europeu reafirma interesse do Flamengo em Lucas Moura, cogitado pelo São Paulo
- Quem vai ser anunciado? Veja a situação dos últimos reforços especulados no São Paulo
- São Paulo está prestes a fechar negócio por Pedrinho e André Hernan detalha contrato; confira


CONFIRA:Jorginho rescinde com Atlético-GO e pode reforçar o São Paulo em 2023

VEJA TAMBÉM:Apesar da forte concorrência, São Paulo tem trunfo para fechar contratação de Wellington Rato; veja bastidores

E MAIS:São Paulo quer liberar Pablo Maia no final do ano e tenta convencer clube inglês

Avalie esta notícia: 10 0

Comentários (28)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Paulista

    Sáb - 21:00 - -
    São Paulo
    São Paulo
    Ituano
    Ituano

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 - de Hailé Pinheiro
    https://media.api-sports.io/football/teams/151.png
    Goiás
    0 4
    X
    São Paulo
    São Paulo
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Palmeiras
    2 Internacional
    3 Fluminense
    4 Corinthians
    5 Flamengo
    6 Atletico Paranaense
    7 Atletico-MG
    8 Fortaleza EC
    9 São Paulo
    10 America Mineiro
    11 Botafogo
    12 Santos
    13 Goiás
    14 RB Bragantino
    15 Coritiba
    16 Cuiaba
    17 Ceará
    18 Atletico Goianiense
    19 Avai
    20 Juventude
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    81 38 23 12 3 66 27 39 VVEVD
    73 38 20 13 5 58 31 27 VDVVV
    70 38 21 7 10 63 41 22 VVVVV
    65 38 18 11 9 44 36 8 EVVED
    62 38 18 8 12 60 39 21 VDDED
    58 38 16 10 12 48 48 0 DVDEV
    58 38 15 13 10 45 37 8 VEDVV
    55 38 15 10 13 46 39 7 VDEVV
    54 38 13 15 10 55 42 13 VEDDV
    53 38 15 8 15 40 40 0 EVVDE
    53 38 15 8 15 41 43 -2 VDVVD
    47 38 12 11 15 44 41 3 DVEDD
    46 38 11 13 14 40 53 -13 EDVDD
    44 38 11 11 16 49 59 -10 DVDDD
    42 38 12 6 20 39 60 -21 DVVED
    41 38 10 11 17 31 42 -11 VVEDV
    37 38 7 16 15 34 41 -7 DDDDV
    36 38 8 12 18 39 57 -18 DDEEE
    35 38 9 8 21 34 60 -26 DDEVV
    22 38 3 13 22 29 69 -40 DDDED
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
05/12/2022 07:57:16