publicidade

Entenda a crise que levou Daniel Alves e São Paulo ao rompimento

0 0 0
Daniel Alves apresentado pelo São Paulo no Morumbi — Foto: Marcos Ribolli

"Agora é 2019, e eu poderia ter escolhido qualquer lugar para jogar, mas escolhi voltar para o Brasil, pelo meu país, pelo meu povo, pelo meu clube de coração. É irreal, mas estou aqui."



As palavras acima foram ditas por Daniel Alves no dia 1º de agosto de 2019. A data marcou o anúncio do lateral-direito como reforço do São Paulo. O discurso do jogador deixava claro que aquele momento era especial.


LEIA TAMBÉM: Oscar no São Paulo? Veja a possibilidade do meia retornar ao Tricolor em 2022



Dois anos se passaram, e o que parecia um sonho perfeito de três anos e meio terminou como um pesadelo. Na última sexta-feira, a diretoria são-paulina anunciou que Daniel Alves não irá mais jogar pelo clube após ele ter se recusado a treinar sob a alegação de que só retornaria depois que uma dívida de R$ 18 milhões fosse paga.

A decisão não foi surpreendente para quem acompanha o dia a dia do clube. A situação de Daniel Alves no Tricolor era praticamente insustentável com os diretores e, principalmente, com a torcida.

A apresentação de Daniel Alves em 2019, com mais de 44 mil pessoas no Morumbi só para ver o jogador, foi um dos raros momentos de sinergia entre o camisa 10 e o clube. O que viria depois não deixaria grandes lembranças.

Após a apresentação de gala, com direito a entrevista coletiva no salão nobre do Morumbi (algo muito raro), o lateral-direito estreou no meio de campo no dia 18 de agosto daquele ano com direito a gol da vitória contra o Ceará, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

A estreia encheu o torcedor de esperança. Naquele momento, imaginou-se que Daniel Alves seria o dono do meio de campo tricolor – o jogador pediu para sair da lateral e atuar como meia no Brasil.

Mas depois disso o que se viu foi um Daniel Alves entre altos e baixos, conseguindo apenas alguns lampejos com assistências e lances de efeito. O segundo gol dele, por exemplo, foi sair apenas em novembro de 2019, em empate por 1 a 1 contra o Santos.

Naquele mesmo mês, Daniel Alves recebeu as primeiras cobranças de parte da torcida após uma derrota em casa para o Athletico, pelo Brasileirão. Começava ali uma relação conturbada que jamais seria reatada.


O grande estopim para o racha aconteceu em 21 de setembro de 2020, no famoso caso da batucada. O camisa 10 postou vídeos em suas redes sociais onde aparecia com um tantã. Ele tocava no instrumento musical com a mão direita, a mesma que o tirou da viagem ao Equador para o jogo contra a LDU, pela Libertadores. O meia se recuperava de uma fratura justamente no antebraço direito.

Na primeira oportunidade que a torcida teve para protestar, o jogador de 38 anos foi o principal alvo. Em outubro do ano passado, após as eliminações no Paulistão, para o Mirassol, e a queda na fase de grupos da Libertadores, torcedores se reuniram em frente ao CT da Barra Funda e lembraram o episódio do tantã:

– Ô, Daniel, quebra meu galho, vai tocar samba lá na casa do c...

A temporada de 2020 terminou sem títulos e com um clima péssimo na relação clube/jogador. Foi neste ano, inclusive, que o grande problema começou.

A dívida

Daniel Alves assinou contrato com um salário de R$ 1,5 milhão. O valor era considerado fora da realidade para o futebol brasileiro, ainda mais para um clube que passava (e ainda passa) por grave crise financeira.

A ideia da gestão de Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, era arrumar parceiros e fazer um grande marketing em torno de Daniel Alves para conseguir arcar com as altas despesas. Além disso, contavam com o fato de ele ter saído de graça do PSG.

No entanto, essa expectativa nunca se confirmou, e o São Paulo se viu mergulhado sozinho na dívida com o jogador. Em um primeiro momento, até houve o pagamento em dia, mas a crise se agravou com a pandemia do novo coronavírus.

Em março de 2020, o futebol no mundo foi paralisado devido ao vírus, e a grande maioria dos clubes precisou se readequar à realidade. No caso do São Paulo, os salários foram cortados em 50% com a promessa de que os vencimentos seriam repostos a partir de 2021.

A partir dali, o que se formou foi uma grande bola de neve em torno dos salários de todos os atletas e, principalmente, de Daniel Alves, já que tem os maiores vencimentos do elenco.

A nova gestão, presidida por Julio Casares, assumiu o clube no primeiro dia de 2021 com a esperança de apaziguar a situação e conseguir honrar com os pagamentos, mas isso não foi possível.


Com uma dívida de mais de R$ 600 milhões, o São Paulo viu seu débito com o jogador chegar a R$ 18 milhões. A insatisfação de Daniel Alves começou a se tornar pública, como em entrevista ao "Bem, Amigos!", de maio deste ano:

– Quando você compra um grande vinho, você não compra a garrafa, você compra a história. A história tem um preço. Se você não tem a capacidade de arcar com essa história, dificilmente você vai beber grandes vinhos constantemente – afirmou.

O discurso mais duro, porém, veio após a conquista dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Ao ganhar a medalha de ouro com a Seleção em uma convocação que causou mais ira nos torcedores, Daniel Alves afirmou que o São Paulo havia falhado com ele em várias ocasiões.

– O São Paulo falhou muito comigo, e era um momento que eu tinha de escolher pelo São Paulo e por defender meu país, e sempre vou representar meu país e por tabela representar o time. As pessoas falam porque não conhecem minha dedicação, entrega e respeito com o São Paulo, sendo que o São Paulo muitas vezes falhou comigo, e eu não falho com o São Paulo – disse.

A fala causou descontentamento na diretoria e encerrou de vez a pouca relação afetiva que ele tinha com o torcedor. O São Paulo tentou abafar o caso para não dar ainda mais repercussão, mas o sentimento no clube é de que já não havia mais saída a não ser cada um seguir seu caminho.

O fim
A ruptura, no entanto, não era esperada tão imediatamente. Depois do episódio da Olimpíada, o São Paulo passou a procurar uma maneira de fazer um acordo para pagar esses atrasados e planejava uma rescisão amigável ao fim da temporada.

Nas últimas semanas, o Tricolor apresentou uma proposta aos representantes do jogador para sanar a dívida, mas ela não foi aceita. As conversas continuariam enquanto Daniel Alves atuasse pelo São Paulo. O caso, no entanto, teve uma enorme reviravolta na última sexta.


Junto com a seleção brasileira nas últimas duas semanas para a disputa de três jogos das eliminatórias sul-americanas para a Copa de 2022, o jogador era esperado no CT da Barra Funda na sexta-feira, com Miranda. No entanto, somente o zagueiro compareceu.

A diretoria do São Paulo, então, entrou em contato com o representante do jogador, que informou que Daniel Alves só iria retornar ao clube após o pagamento dos atrasados.



Para o São Paulo, não tinha mais volta. Diante da postura do jogador e dos seus representantes, o diretor de futebol Carlos Belmonte foi a público para declarar que mesmo após o pagamento da dívida, Daniel Alves não faria mais parte do elenco de Hernán Crespo (assista acima).

A rescisão de contrato ainda não foi assinada. Clube e jogador agora tentam um acordo de forma amigável – e que isso seja feito da maneira mais rápida possível para que eles fiquem livres um do outro. O vínculo vai até dezembro de 2022 .

A passagem de Daniel Alves pelo São Paulo termina com 95 jogos, dez gols feitos, um título do Campeonato Paulista e muitas mágoas para ambos os lados.

Entenda, crise, Daniel Alves, São Paulo, rompimento

CONFIRA: Palmeiras de olho? SPFC teme perder de graça duas joias da base

VEJA TAMBÉM: Rojas faz trabalho físico a parte e luta por disputada vaga no ataque do São Paulo

E MAIS:Marquinhos treina mais uma vez e deve ser relacionado por Crespo; Rojas segue fora












Avalie esta notícia: 5 1

Comentários (14)

14/09/2021 14:10:00 Marcio Capita Capita

Esse leo jogando fraco demais volpi

14/09/2021 14:09:19 Marcio Capita Capita

Ta bom demais

14/09/2021 14:09:07 Marcio Capita Capita

Melhor sair pablo vitor bueno

13/09/2021 18:07:04 Fabio Resende Sanzaneze

De boa,nao quero nem saber. O cara e aloprado que nem sua geracao e foi que veio so num salario que concordase isso prum cara que se diz torcedor,cheio da grana! Torcedor e o pernambucano que veio pros da colina do rio,com salario zero,esse e o verdadeiri,nao esse oprtunista.

13/09/2021 17:03:28 Paulo Camargo

Não aguento mais ouvir falar desse merda

13/09/2021 15:04:41 AndreKimura

não tem que entender nada, Daniel foi cretino e pronto, por mais q o são Paulo deve, não tinha q soltar isso pra todos verem já foi e a verdade é uma só, otimo jogado q aqui não rendeu pq achava ser maior q o São Paulo e se for pro Flamengo vai ser mesma coisa pq vai se achar maior q o Flamengo.

13/09/2021 13:05:41 Heisemberg Sam

Henanes saiu, daniel saiu e o próximo é o crespo , ai dps pablo, Vitor Bueno ...

13/09/2021 12:42:31 Lucas Andrade

D,A ja foi so falta volp manda essa desgraça ir pra china goleiro azarento do Caraí nos vai ser rebaixado por teimosia da diretoria e do treinador por nao escala o melhor time porra

13/09/2021 12:35:57 Enrique Enrique

Vai para quando de fala desse batuqueiro FDP!!!

13/09/2021 12:15:55 Aguinelo Barbosa

De novo esses caras não entende que ninguém quer saber nada desse cara,se gostam tanto dele assim pega e leva pracasa,o cara foi,e foi tarde deveria ter mandado junto com a medalha de ouro que os colegas dele ganharam porque ele foi em Tóquio a passeio não jogou nada.

13/09/2021 12:15:17 Valdemir De Lima

Esse não é jogador para o são Paulo

13/09/2021 12:14:56 Edson Pessoa

De novo esse assunto, todo mundo ja sabe que o SãoPaulo não pagou ele e se ele voltasse a jogar seria o sétimo jogo e não pideria atuar em outro clube agora chega de falar desse carar

13/09/2021 12:02:12 Alberto Augusto Mardegam Neto

Esse eh perninha ....mascaradinho .....o diniz devia ter falado isso pro dani alves

13/09/2021 12:00:29 Elielton Delmiro

Parem de falar nesse lixo de jogador, Ele que vá pra puta que pariu

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.
  • publicidade
  • + Comentadas Fórum

  • publicidade
  • Fórum

  • Próximo jogo - Brasileiro

    Qua - 20:30 - -
    São Paulo
    São Paulo
    America Mineiro
    America Mineiro

    Último jogo - Brasileiro

    Dom - 16:00 -
    images/icon-spfc.png
    São Paulo
    2 1
    X
    Atletico Goianiense
    Atletico Goianiense
    Calendário Completo
  • publicidade
  • + Lidas

  • publicidade
  • Untitled Document
    Classificação
    1 Atletico-MG
    2 Palmeiras
    3 Flamengo
    4 Fortaleza EC
    5 RB Bragantino
    6 Corinthians
    7 Internacional
    8 Fluminense
    9 Cuiaba
    10 Atletico Paranaense
    11 Atletico Goianiense
    12 São Paulo
    13 Ceará
    14 Santos
    15 Bahia
    16 Juventude
    17 Grêmio
    18 America Mineiro
    19 Sport Recife
    20 Chapecoense-sc
    P J V E D GP GC SG ÚLT. JOGOS
    45 20 14 3 3 32 13 19 VEEVV
    38 20 12 2 6 32 23 9 DDVDV
    34 18 11 1 6 35 18 17 VEVVD
    33 21 9 6 6 29 23 6 EEDDD
    33 20 8 9 3 31 22 9 DVEDE
    30 21 7 9 5 20 18 2 VVEEE
    29 20 7 8 5 24 22 2 VEEVV
    29 21 7 8 6 22 23 -1 VEVVE
    28 21 6 10 5 23 22 1 VEVVE
    27 20 8 3 9 25 24 1 DDEDV
    26 20 6 8 6 17 20 -3 VEEED
    25 20 6 7 7 18 23 -5 VVEDV
    25 20 5 10 5 19 21 -2 DEDDE
    24 21 5 9 7 20 25 -5 EDDEE
    23 21 6 5 10 25 33 -8 DDVEE
    23 21 5 8 8 18 25 -7 EEEDD
    22 19 6 4 9 15 18 -3 VVDVV
    22 20 5 7 8 18 23 -5 EDVVE
    17 21 3 8 10 8 18 -10 DEEDD
    10 21 1 7 13 17 34 -17 EEDVD
    Libertadores Pré-Libertadores Sul-Americana Rebaixados
    vitoria empate derrota
22/09/2021 20:34:29