Desde 2014: Éverton soma 18 lesões e um número elevado de ausências nos jogos por Flamengo e São Paulo
publicidade

Desde 2014: Éverton soma 18 lesões e um número elevado de ausências nos jogos por Flamengo e São Paulo

6ª lesão pode tirar Éverton dos gramados por até 2 meses. Atacante sofreu sua primeira lesão no São Paulo em agosto de 2018 e, desde então, não conseguiu mais uma sequência de jogos.

0 0 0
(Foto: Leandro Bernardes / Estadão Conteúdo)


Everton tem sido perseguido pelas lesões há quase um ano no São Paulo - nesta segunda-feira, foi diagnosticado um problema de grau 2 no adutor direito do atacante de 30 anos, que desfalcará a equipe contra o Atlético-MG, às 20h de quinta-feira, e talvez ainda esteja em recuperação quando o Brasileirão voltar após a pausa da Copa America. É a sexta vez que ele se machuca no clube, todas a partir de agosto do ano passado.



?O São Paulo liderava o Brasileiro e tinha Everton como um de seus pilares quando a série de lesões começou: foi na vitória por 1 a 0 sobre o Ceará, pela 21ª rodada, quando ele sofreu um estiramento na coxa esquerda. O jogador ficou fora de três partidas, voltou no empate sem gols contra o Santos e sentiu uma fibrose na mesma coxa. Foram mais dois jogos fora até o retorno no intervalo da derrota por 2 a 0 para o Palmeiras. Embora tenha ficado em campo até o fim, Everton voltou a relatar dores na coxa esquerda e teve um novo estiramento diagnosticado. Foram mais quatro partidas ausente.

O fato de quase não ter contado com o camisa 22 ao longo do segundo turno do Brasileirão do ano passado é apontado até hoje no São Paulo como um dos motivos da perda do título. O time era líder quando o drama começou e acabou terminando a competição em quinto lugar.

?A coxa esquerda voltou a atrapalhar em fevereiro de 2019: o atacante se lesionou na derrota por 2 a 1 para o Corinthians, pela primeira fase do Paulistão, e ficou fora de cinco partidas. Retornou a tempo de disputar os mata-matas, mas com dificuldades físicas - na final contra o mesmo Corinthians, por exemplo, sentiu câimbras nas duas pernas e foi substituído.

?O único dos problemas físicos de Everton no São Paulo que não foi muscular ocorreu no fim de maio: uma pancada na cabeça sofrida na derrota por 1 a 0 para o Bahia, em Salvador, pela Copa do Brasil. Ele ficou fora do empate por 1 a 1 com o Cruzeiro, retornou diante do Avaí e se lesionou ainda no primeiro tempo.

Everton fez 40 jogos ano passado (11 no Flamengo, com três gols, e 29 no São Paulo, com cinco gols). Nesta temporada, balançou as redes duas vezes em 23 partidas.



Os problemas físicos atrapalham o jogador desde os tempos de Flamengo (veja levantamento abaixo). Inclusive, ele carrega uma fibrose na coxa esquerda desde 2015, fruto de uma das lesões que sofreu no Rio de Janeiro.


LESÕES DO PONTA NO FLAMENGO


2014

- 20/4 - lesão na coxa direita
Ficou fora de três partidas e voltou a jogar em 18/5
- 25/5 - lesão na coxa direita
Ficou fora de duas partidas e voltou a jogar em 16/7, após a Copa
- 29/10 - lesão na coxa esquerda
Ficou fora de uma partida e voltou a jogar em 5/11

2015

- 22/2 - lesão na parte anterior da coxa esquerda
Ficou fora de sete partidas e voltou a jogar em 22/3
- 25/3 - lesão na parte posterior da coxa esquerda
Ficou fora de três partidas e voltou a jogar em 12/4

2016

- 16/10 - lesão no adutor direito
Ficou fora de três partidas e voltou a jogar em 16/11

2017

- 26/3 - pancada na coxa
Ficou fora de quatro partidas e voltou a jogar em 23/4
- 23/4 - pancada no tornozelo
Ficou fora de uma partida e voltou a jogar em 30/4
- 20/5 - pancada no tornozelo
Ficou fora de duas partidas e voltou a jogar em 4/6
- 16/8 - dores musculares
Ficou fora de uma partida e voltou a jogar em 23/8
- 13/9 - lesão na panturrilha esquerda
Ficou fora de três partidas e voltou a jogar em 27/9
- 16/11- lesão na coxa esquerda
Ficou fora de cinco partidas e voltou a jogar em 6/12


LESÕES DO PONTA NO SÃO PAULO

2018

- 26/08 - estiramento no músculo posterior da coxa esquerda
-16/09 - Fibrose no músculo posterior da coxa esquerda
- 06/10- Fibrose no músculo posterior da coxa esquerda

2019

- 17/02- Estiramento no músculo reto femoral da coxa esquerda
- 29/05- Concussão cerebral
- 08/06- Lesão grau 2 no adutor da coxa direita


Sem Everton para quinta-feira, contra o Atlético-MG, o substituto mais provável é Marquinhos Calazans. O atacante recém-contratado junto ao Fluminense e entrou no lugar dele no jogo passado, no empate contra o Avaí, no Estádio Ressacada.





Everton, Calazans, Flamengo, São Paulo
VEJA: São Paulo demite Romildo Lopes analista de desempenho do clube


E MAIS: Apesar das críticas, Nenê é aposta de Cuca para reverter resultados


SPFC ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ADRIANO; DANI ALVES; GILBERTO E FELIPE LUÍS! - LAYLA REIS

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>







Comentários (4)

11/06/2019 13:48:21 Jeronimo Santos

Esse tem problemas cronico,esse problema vem dei do Flamengo.aposto que o léco já sabia disso .pra ganha uma granona né !!!! # fora lécoo já

11/06/2019 12:11:14 leolm41@yahoo.com.br

Incompetência!!!!!!!! Fora leco fora departamento médico fora Rai

11/06/2019 11:17:04 edison lima

A diretoria nao viu isso qdo contratou..?dinheiro jogado fora.

11/06/2019 11:08:00 Josias Pereira

Bom jogador mas as lesões atrapalha

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.