26 anos do bicampeonato da Copa Libertadores da América
publicidade

26 anos do bicampeonato da Copa Libertadores da América

Em 26 de maio de 1993, o São Paulo conquistou a América pela segunda vez

0 0 0
Por Arquivo Histórico do São Paulo FC - Gilmar, Zetti, Dinho, Vitor, Pintado e Marcos Adriano; Müller, Palhinha, Válber, Raí e Cafu

Após conquistar a América e o mundo pela primeira vez, em 1992, o São Paulo repetiu a dose no ano seguinte e de modo ainda mais convincente. A temporada começou com a equipe Tricolor jogando até quatro vezes por semana (somente em abril o SPFC jogou 16 vezes em 30 dias e, por falta de datas, recusou-se até a jogar o Torneio Rio-São Paulo).



Na Copa Libertadores, ao menos, o São Paulo teve o calendário um pouco aliviado por ser, então, o atual campeão. Desta maneira, entrou na segunda fase da competição, já no "mata-mata". O mais curioso, entretanto, é que o primeiro adversário que enfrentou foi justamente o último combatido no ano anterior: o Newell's Old Boys, equipe argentina, que vinha sedenta pela chance de desforra.



LEIA TAMBÉM: MONTE SUA ESCALAÇÃO! Como você entraria contra o Corinthians


E os "hermanos" começaram bem. Motivados, venceram a primeira partida, em Rosario, por 2x0. Não foi o suficiente. No Morumbi, mesmo com Raí enfaixado, com o pulso quebrado, os tricolores massacraram os argentinos por 4x0.

Nas quartas de final e semifinais, o Tricolor eliminou o Flamengo - que naquele mesmo ano enfrentaríamos novamente em uma das finais mais inesquecíveis do futebol, a Supercopa da Libertadores - e o Cerro Porteño, de Gamarra, Arce e do técnico Carpegiani. A final foi contra a Universidad Católica, do Chile, que havia eliminado a equipe base da famosa seleção colombiana do início da década de 90, o América de Cali.

No primeiro jogo, em casa, o Tricolor proporcionou a maior goleada da história das finais da Libertadores até hoje. 5x1, fora o baile. Gols de López, contra, Vítor, Gilmar, Raí e Müller. Especial menção também a Zetti, que realizou uma série memorável de quatro defesas seguidas. Após o fim do jogo, ao técnico chileno só restou aplaudir: "O São Paulo é um time de mestres, uma equipe iluminada".



Posto isto, o resultado da partida de volta, no Chile (Católica 2 x 0), realizada em 26 de maio de 1993, não importou muito, e os tricolores puderam comemorar a América aos seus pés pela segunda, e não última, vez... Confira Aqui

São Paulo, Bicampeonato, Copa, Libertadores, América, SPFC

VEJA: SPFC mira Adriano para lado direito, mas lateral quase não atua na posição


E MAIS: São Paulo e Corinthians disputam contratação de lateral-direito espanhol Juanfran do Atlético de Madrid


SPFC ÚLTIMAS NOTÍCIAS: ADRIANO; DANI ALVES; GILBERTO E FELIPE LUÍS! - LAYLA REIS

Clique aqui e confira séries, comentários, filmes e tudo sobre futebol! Teste agora!<\a>







Comentários (8)

26/05/2019 21:14:30 Robson Lima

É so nos resta viver de passado mesmo, pq o presente ta um lixo

26/05/2019 20:58:30 SPDezao

Raí deveria botar o Cuca e essa cambada de jogadores pipoqueiros para assistirem videos desse time de Tele Santana. Época que a camisa do SPFC era respeitada.... Hj Galinhada vê a camisa do SP e já sabem que terão 3 pontos garantidos.

26/05/2019 17:15:31 José Adécio Rodrigues

Eu quis dizer infelizmente, vivemos do passado

26/05/2019 17:14:24 José Adécio Rodrigues

É interessante nois temos que viver do passado, porq o presente só da sofrimento e tristeza

26/05/2019 15:37:51 Fernando Freita

Nessa epoca nao faltava nada. Tinhamos um goleiro que fechava o gol, zaga incontestavel, laterais que apoiavam o ataque, meias habilidosos, atacantes criativos e um tecnico de visao, responsavel e comprometido com o time, grande Mestre Tele. Tricolor nessa epoca era temido e respeitado nacional e internacionalmente.

26/05/2019 13:17:59 rodrigotm

Bons tempos!!!! Esquadrão Tricolor!!!

26/05/2019 12:47:38 Márcio Batista de Oliveira

Zetti, vítor, ronaldo Luis (andré luis), ronaldao, valber, dinho, pintado (doriva), raí, palhinha, cerezo, leonardo, cafu, muller. Hoje se reclama tanto d afalta de um centro avante, e esse time do telê nem sentia falta de um. Saudades desse rolo compressor

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.