Pontos positivos e negativos no primeiro teste de 2019
publicidade

Pontos positivos e negativos no primeiro teste de 2019

Jardine promove seis estreias de reforços e times completamente diferentes em cada tempo na derrota por 2 a 1 para o Eintracht Frankfurt

0 0 0
Primeira formação do São Paulo em 2019 — Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Qualquer análise do primeiro teste do São Paulo em 2019, contra o Eintracht Frankfurt, da Alemanha, não pode perder de vista três fatores fundamentais:



O Tricolor teve cinco dias de treinamentos na pré-temporada.

O Eintracht Frankfurt está no meio da temporada europeia e, portanto, em ritmo de competição.
Dois times diferentes atuaram em cada tempo.

Dito isto, independentemente do resultado, vamos ao que deu certo e ao que não funcionou na derrota por 2 a 1 para o time alemão, na última quinta-feira à noite, em São Petersburgo, nos Estados Unidos.

Primeiro tempo: time titular

O técnico André Jardine escalou o São Paulo com três reforços: Tiago Volpi, Hernanes e Pablo. A filosofia de futebol do comandante é propor o jogo. Ele acredita em agredir o adversário e ter a posse da bola.

Um dos traços desse modelo foi mostrado na saída de bola. O São Paulo procurou evitar o chutão para frente e buscou aproximações com passes desde a defesa, partindo do goleiro Tiago Volpi. Em alguns momentos isso deu certo, mas em outros, como no pênalti cometido por Bruno Peres.

De forma geral, o São Paulo teve o seguinte na primeira etapa:

Hudson entrou mais na área e jogou adiantado em relação a Jucilei, primeiro volante.

Helinho foi participativo, inclusive com finalização de jogada na posição de centroavante.

Pablo ficou isolado na frente. Ele correu para pressionar os zagueiros adversários, mas faltou alguém encostar mais no centroavente.

Anderson Martins esteve desatento e errou além do normal. Mas também acertou alguns lançamentos.
Bruno Peres teve dificuldades na defesa, mas apareceu para subir até a linha de fundo no ataque.
Reinaldo acertou dois cruzamentos interessantes para Helinho e Hudson.

Tiago Volpi definiu o primeiro tempo da seguinte maneira:

– Por ser o primeiro jogo da temporada, para cinco treinos, o time mostrou muita posse de bola e agressividade. Por mais que o Trapp (goleiro do Frankfurt) não tenha feito defesa, incomodamos e circulamos bem a bola. Estamos com uma transição defesa/ataque muito rápida. O time fez um bom primeiro tempo. É ajustar os pequenos detalhes. Tem de ser quase perfeito na saída de bola, porque eles pressionam muito. Demos uma pequena vacilada que originou o pênalti. Mas faz parte de quem está se ajustando para ser protagonista do jogo.


Posicionamento do São Paulo no primeiro tempo — Foto: GloboEsporte.com

Segundo tempo: equipe alternativa

Sem a bola o Tricolor mostrou muita compactação com o time reserva na etapa final. O entrosamento de jogadores como Liziero, Nenê e Diego Souza, remanescentes de 2018, ajudou. Tanto que o trio criou junto o lance do gol (veja no vídeo abaixo).

Assim como no primeiro tempo, outros três reforços estrearam: Léo, Igor Vinicius e Willian Farias. A equipe conseguiu fazer pressão alta e incomodou os alemães em diversos momentos.

No segundo tempo, o Tricolor teve:

Boa alternância entre pressão na saída de bola e compactação das linhas no campo de defesa.
Liziero foi participativo e deu dinâmica interessante ao meio de campo.

Nenê criou jogadas perigosas e atuou mais aberto pela direita. "O Nenê já jogou nessa função. Queria observá-lo ali para aumentar o nível de observação sobre ele, ver todas as possibilidades. Quanto mais funções os atletas conseguem fazer mais alternativas vão me dando. Essa é uma delas", disse Jardine.
Diego Souza apareceu para fazer pivô e abriu espaços.



Igor Vinicius teve dificuldades pelo lado direito. Haller e Jovic jogam com frequênica como titulares do Frankfurt e atuaram na etapa final. Jovic, inclusive, é o artilheiro do campeonato alemão, com 12 gols.
No fim do jogo, a defesa ficou exposta e sofreu.


Escalação dos reservas do São Paulo em treino na Flórida — Foto: GloboEsporte.com

São Paulo, Pontos, Positivos, Negativos, 2019, SPFC


VEJA: Cuca pode antecipar retorno e assumir São Paulo no mata-mata


E MAIS: São Paulo insiste por Calazans a pedido de Cuca e Flu avança por Nenê



ÚLTIMAS NOTÍCIAS: Conselho Encurralado, Milton Cruz x Guerrero x Amoroso, Hernanes, Jean Dispensado




Avalie esta notícia: 11 1

Comentários (30)

Enviar Comentário

Para enviar comentários, você precisa estar cadastrado e logado no nosso site. Para se cadastrar, clique Aqui. Para fazer login, clique Aqui.